#JOGAJUNTO

LDB

A afirmação

Pinheiros LDB PIN 80
x
70 UniCEUB/BRB LDB BRA
19
1ºQ
X
16
14
2ºQ
X
13
16
3ºQ
X
22
31
4ºQ
X
19

Gávea (RJ)

30 de dezembro de 2013

Time mais jovem de toda a competição, Pinheiros conta com ótima atuação de Bruno Caboclo, supera Brasília e fica com a medalha de bronze da LDB 2013

DOCUMENTOS:
Súmula
80
X
70
80
PTS
70
8
A3C
5
21
A2C
26
14
LLC
3
46
RT
44
15
ASS
13

Pts: Pontos RT: Rebotes ASS: Assistências A3C: Arremessos de três certos A2C: Arremessos de dois certos LLC: Lances livres certos
(*) Colocação refere-se a rodada em que esta partida foi realizada

Durante toda a LDB 2013, o jovem time do Pinheiros/SKY deu mostras de que era uma das grandes potências da competição. Porém foi nesta segunda-feira que a equipe da capital paulista teve sua grande afirmação no maior campeonato de base do basquete brasileiro.

No embalo de uma ótima atuação de Bruno Caboclo, o esquadrão pinheirense venceu a disputa pelo terceiro lugar, diante do Uniceub/BRB/Brasília, por 80 a 70, em partida realizada no Ginásio da Gávea, no Rio de Janeiro (RJ) e ficou com a medalha de bronze da terceira edição da competição Sub-22.

Formado apenas por atletas de até 19 anos de idade, o time da cidade de São Paulo contou com uma performance em grande estilo de Caboclo para vencer. O ala foi o cestinha do confronto com 24 pontos (14 deles no último quarto) e completou seu dupl0-duplo ao apanhar 13 rebotes.

Além disso, o camisa 15 ainda colecionou quatro assistências, três bolas recuperadas e três tocos para somar incríveis 38 pontos de eficiência – oitava maior marca de toda a história da LDB. Junto de Bruno, outros atletas também tiveram papel importante no êxito do Pinheiros: o ala Lucas Dias, com 13 pontos, oito rebotes e cinco assistências, o armador Humberto e o ala/pivô Daniel, ambos com 11 pontos, e o ala/armador Rodrigo Alves, autor de dez tentos.

“Desde o início do jogo eu estava confiante em fazer uma boa atuação. No primeiro tempo até tive bons momentos, mas no segundo tempo me senti mais à vontade em quadra e isso facilitou muito as coisas”, disse Caboclo.

“Mais do que o ataque foi a nossa defesa que nos garantiu a vitória. Depois que viramos o jogo no começo do último quarto, soubemos jogar com a liderança do placar nas mãos e conseguimos assegurar a medalha de bronze”, completou o destaque do confronto.

Pelo lado do Brasília, os destaques foram o armador Bruno e o ala Paulo, que marcaram 17 e 13 pontos, respectivamente, e o pivô Ronald, que cravou um duplo-duplo de 13 pontos e 13 rebotes. Esta foi a segunda vez na história que a equipe termina com o quarto lugar da LDB – a primeira aconteceu na primeira edição da competição, em 2011.

“Ninguém ficou satisfeito com o quarto lugar. Em 2011, ficamos nessa mesma posição e nosso objetivo era melhorar. Infelizmente, não deu. Tivemos a chance de vencer na semifinal, contra o Flamengo, mas tivemos alguns erros e acabamos ficando de fora da final”, disse Ronald.

 

O primeiro quarto foi bastante dinâmico e as duas equipes atuaram em um ritmo bastante intenso. Com destaque para Caboclo, autor de seis pontos, e Lucas, que além de marcar três pontos ainda distribuiu quatro assistências, o Pinheiros fechou a parcial inicial. Enquanto isso, Brasília contou com a força do pivô Ronald no garrafão para manter a partida equilibrada. Então, o Pinheiros colocou três pontos de frente (19 a 16) nos dez minutos iniciais do confronto.

No início do segundo período, os times até mantiveram o ritmo de jogo acelerado. Mas durante boa parte da parcial os ataques pararam de funcionar e os erros passaram a aparecer com mais frequência. Somente na parte final do quarto a partida voltou a “pegar no tranco” e o Pinheiros conseguiu manter a ponta do marcador antes da chegada do intervalo. Ainda com destaque para a dupla Bruno e Lucas, o time da capital paulista fechou a primeira metade do confronto com quatro pontos de vantagem: 34 a 30.

Com uma defesa forte e boas saídas para os contra-ataques, Brasília voltou melhor dos vestiários. Com bom rendimento de Paulo (oito pontos) e Bruno (sete pontos), a equipe da capital federal rapidamente tirou a diferença no placar, assumiu a liderança, foi pouco a pouco ampliando sua vantagem e chegou a ter nove pontos de frente (51 a 42).

Porém, nos minutos finais do terceiro quarto, o Pinheiros impôs uma sequência de 7 a 0, graças a boas jogadas individuais de Rodrigo, Lucas e Daniel, e levou o jogo para o último e decisivo quarto com apenas dois pontos de desvantagem: 51 a 49 a favor dos candangos.

A rápida reação trouxe força ao clube pinheirense para o começo da parcial final e a equipe seguiu com sua sequência de pontos. Tudo começou com um tiro de três pontos certeiro de Bruno. Depois, Daniel acertou duas bolas seguidas de longa distância e colocou o time de São Paulo seis pontos na frente (58 a 52).

Depois de assumir a ponta do placar, o Pinheiros não deixou o ritmo cair e souberam jogar com a vantagem a seu favor. Caboclo seguiu mandando no jogo – no último quarto foram 14 pontos e cinco rebotes – e a jovem equipe da capital paulista confirmou a medalha de bronze com tranquilidade nos minutos finais.

Nr. Jogador JO Min Pts RD+RO RT AS 3P% 2P% LL% BR TO FC FR ER EN +/- EF
#20 Bruno Caboclo 1 32.9 24/40 (60) 9+4 13 4 2/4 (50) 6/10 (60) 6/8 (75) 3 3 0.00 3.00 1 1 10 38
#9 Lucas Dias 1 29.7 13/25 (52) 6+2 8 5 2/4 (50) 3/6 (50) 1/1 (100) 1 0 2.00 3.00 6 0 5 16
#19 Humberto 1 29.5 11/31 (35) 2+1 3 1 1/3 (33) 3/9 (33) 2/4 (50) 2 0 3.00 3.00 0 0 -3 7
#
Fatal error: Uncaught Error: Call to a member function getNumber() on boolean in /var/www/html/lnb/wp-content/themes/lnb-2016/single-noticias.php:625 Stack trace: #0 /var/www/html/lnb/wp-includes/template-loader.php(74): include() #1 /var/www/html/lnb/wp-blog-header.php(19): require_once('/var/www/html/l...') #2 /var/www/html/lnb/index.php(17): require('/var/www/html/l...') #3 {main} thrown in /var/www/html/lnb/wp-content/themes/lnb-2016/single-noticias.php on line 625