#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

A Casa do Shamell

21-04-2019 | 10:08
Por Liga Nacional de Basquete

Com atuação mais eficiente da temporada, Shamell chama responsabilidade, brilha na vitória do Mogi no Jogo 3 e projeta semifinais: "estamos em alta"

O Ginásio Professor Hugo Ramos foi mais uma vez “A Casa do Shamell” neste domingo (21/04). Com sua atuação mais eficiente da temporada (33 de valorização), o ala norte-americano deixou a quadra com 26 pontos, seis rebotes e seis assistências e teve participação fundamental na vitória que levou o Mogi das Cruzes/Helbor às semifinais do NBB CAIXA 2018/2019.

+ Estatísticas completas e fotos da vitória do Mogi no Jogo 3 contra o Basquete Cearense

Depois de um primeiro tempo truncado na terceira partida da série entre Mogi e Basquete Cearense (39 a 39), Shamell chamou a responsabilidade no segundo tempo, especialmente no terceiro quarto. Dos 20 pontos marcados pela equipe na parcial, o camisa 8 participou diretamente de 17 deles – nove pontos e quatro assistências.

No embalo de seu principal jogador, Mogi se firmou na liderança do placar no fim do terceiro quarto. Depois, logo no primeiro lance do no último período, Shamell anotou uma cesta seguida de falta e levou o “Hugão” ao delírio. Neste momento, a torcida local entoou os gritos de “El el el, a casa do Shamell”.

Na reta final da partida, outra vez Shamell chamou a responsabilidade. Com a diferença em apenas quatro pontos (68 a 64), ele saiu da marcação e, novamente com cesta seguida de falta, levou a diferença para sete pontos. É bem verdade que a vitória mogiana só foi confirmada com cesta de JP Batista nos segundos finais, mas se não fosse Shamell o cenário seria diferente na reta final da partida.

“O jogo hoje foi muito truncado. A gente sabia que não ia ser fácil, já que era um jogo de vida ou morte para eles. Eles defenderam duro, mas é nessa hora que jogadores decisivos têm que aparecer. Tive meu momento no terceiro quarto e dei um ‘up’ para o time. Depois, na última bola, conseguimos colocar o JP em boas condições para decidir o jogo para nós”, disse Shamell.

Maior cestinha da história do NBB CAIXA, Shamell disputará as semifinais pela oitava vez, sendo a quinta com a camisa mogiana. Ainda sem saber quem será o adversário – Sesi Franca vence a série contra Sendi/Bauru Basket por a 1 a 0 – o norte-americano tem apenas uma certeza: a vontade de repetir a última temporada, em que disputou as Finais pela única vez na carreira.

“Não vai ter moleza. São grandes times disputando e tanto Franca como Bauru são equipes de muita qualidade. Nosso time teve uma temporada de altos e baixos, mas vamos chegar nessa semifinal em alta e em um ótimo momento. Nosso pensamento é ser campeão e vamos seguir trabalhando duro para isso”, analisou Shamell.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio máster da CAIXA, os patrocínios da Budweiser, INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL, Açúcar Guarani, Ministério do Esporte e Governo Federal.