#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

A defesa venceu

18-04-2019 | 10:36
Por Liga Nacional de Basquete

Pinheiros bate recorde defensivo, empata série contra Botafogo e ganha força para Jogo 3 em casa: “voltamos a ser o que somos”

A noite desta quinta-feira (18/04) foi de recorde defensivo para o EC Pinheiros. No Jogo 2 da série quartas de final contra o Botafogo, o time do técnico César Guidetti sofreu apenas 58 pontos e estabeleceu sua melhor marca de defesa na atual temporada do NBB CAIXA. Com isso, a equipe venceu a partida no Ginásio Henrique Villaboim, por 67 a 58, e empatou o confronto de playoffs contra o Glorioso.

+Estatísticas, fotos e vídeos de Pinheiros x Botafogo

“Nossa defesa é muito forte, não à toa é a segunda do campeonato, e nos sentimos muito seguros com ela. Saber que os jogadores adversários estão jogando fora de posição, precisando pensar mais, é algo que nos dá ainda mais confiança”, disse o pivô Marcus Toledo.

“Lá no Rio pecamos muito na defesa, o Botafogo leu muito bem nossas ações, mas ajustamos isso durante a semana e felizmente tivemos esse grande desempenho defensivo hoje”, completou o ‘xerife’ da defesa pinheirense.

Pinheiros, do “xerife” Marcus Toledo, teve seu melhor desempenho defensivo na temporada (João Pires/LNB)

Dono da segunda melhor defesa da competição (75,89 pontos sofridos por jogo), o Pinheiros limitou o Botafogo ao seu segundo pior desempenho ofensivo na temporada – o pior foi 54 contra o Basquete Cearense. Além disso, forçou o Glorioso a 19 bolas perdidas, número superior à média do time na temporada regular, que é 13,65 por jogo.

+Ranking de defesas do NBB CAIXA 2018/2019

Tudo isso foi bem diferente do apresentado no Jogo 1, em que a equipe paulista sofreu 91 pontos e acabou derrotada por 15 pontos de diferença (91 a 76) no Ginásio Oscar Zelaya, no Rio de Janeiro.

“Conversamos muito entre nós depois da derrota no Jogo 1 sobre sermos a segunda melhor defesa do NBB e mesmo assim termos tomado 91 pontos. É difícil sofrer 91 pontos e ainda vencer fora de casa. Hoje nosso ritmo foi muito bom, principalmente na defesa, pois é ela que puxa o ataque. Sem dúvidas essa vitória se deve totalmente à defesa”, comentou o armador Felipe Ruivo, cestinha do Pinheiros na partida, com 13 pontos (3/3 nas bolas de 3).

Cestinha do Pinheiros, Ruivo comemorou bom desempenho defensivo da equipe (João Pires/LNB)

Agora, a série entre Pinheiros e Botafogo será desempatada neste sábado (20/04), novamente no Ginásio Henrique Villaboim, em São Paulo (SP), às 18 horas, com transmissão ao vivo pelo Facebook do NBB.

Para Marcus Toledo, a equipe não se sentiu pressionada pelo resultado negativo no Jogo 1 e conseguiu voltar a apresentar o basquete da temporada inteira.

“Não sentimos a pressão. Se estivesse 2 a 0 agora também continuaria a mesma coisa, pois só avança quem vence três jogos. Conseguimos empatar a série e ainda temos o mando de quadra. Temos muito o que melhorar, mas o que importa é que voltamos a ser o que somos, um time alegre, como fomos durante a temporada toda. Sábado será outra história, mas entraremos com o mesmo foco de hoje”, finalizou Toledo.

+Nada é impossível: confira as 5 maiores viradas da história dos playoffs do NBB CAIXA

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio máster da CAIXA, os patrocínios da Budweiser, INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL, Açúcar Guarani, Ministério do Esporte e Governo Federal.