#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

Agora éno Rio

16-04-2018 | 04:52
Por Liga Nacional de Basquete

Após vitória rubro-negra no Jogo 1, Flamengo e Minas fazem segundo confronto da série nesta terça, na Arena Carioca 1

Depois de abrirem a série quartas de final, Flamengo e Minas Tênis Clube estão no Rio de Janeiro (RJ) agora, para as próximas duas partidas do confronto. O Jogo 2 é nesta terça-feira (17/04), às 20h30 (de Brasília), na Arena Carioca 1, e com transmissão ao vivo do Facebook do NBB.

+Confira todas as próximas transmissões ao vivo dos playoffs do NBB CAIXA

No primeiro confronto da série, em Belo Horizonte (MG), o Flamengo teve grande atuação coletiva. À frente desde o início, o rubro-negro carioca manteve boa margem durante a grande maioria da partida e chegou ao resultado positivo de forma segura, por 84 a 70, para abrir 1 a 0.

“Não podemos ter o placar do jogo anterior em mente nos playoffs. Tivemos 17 erros, um número grande e que não estamos acostumados. O time buscou jogar com intensidade, com contra-ataque forte, então os erros saíram daí. Isso não comprometeu o jogo e nem a nossa vitória, pois tivemos sempre uma velocidade para jogar ofensivamente e defensivamente. Tomamos 70 pontos, que é abaixo do que havíamos levado nos últimos duelos. Isso mostra que temos elenco para esse tipo de jogo. Agora é focar na próxima partida para repetirmos a intensidade”, analisou José Neto, técnico do Flamengo.

Arrasador no primeiro tempo e terceiro quarto, Fla foi superior ao Minas e venceu o Jogo 1 da série (Orlando Bento/Minas TC)

Os destaques individuais ficaram por conta de Marquinhos (16pts e 4ast), Marcelinho (15pts, 4reb e 3ast), JP Batista (14pts e 5reb), Olivinha (12pts e 4reb) e Varejão (10pts, 4reb e 6ast) pelo lado rubro-negro, e por Billi Rush (15pts e 5reb) e Gegê (2pts e 11ast) pelo lado minastenista.

“Sabíamos que enfrentaríamos uma equipe com bastante ânimo, ainda mais jogando fora de casa e depois de Minas ter conseguido a vaga como conseguiu, ganhando um Jogo 5 como aquele. Acho que conseguimos sustentar isso no primeiro momento. Começamos muito fortes e isso prevaleceu. Durante a partida, tivemos controle total do duelo. Mesmo quando eles diminuíram a diferença com algumas bolas importantes, conseguimos segurar o placar. Foi um passo importante. Agora é ter foco para voltarmos a jogar na terça-feira e darmos mais um passo para a classificação”, concluiu o comandante rubro-negro.

+Confira a matéria completa do Jogo 1 das quartas de final entre Minas e Flamengo

Para o Minas vale a motivação da grande virada obtida na série anterior contra o Universo/Vitória. Após ficarem em desvantagem, por 2 a 1, os comandados de Flávio Espiga venceram o Jogo 4 dentro de casa e conquistaram a classificação às quartas em uma verdadeira batalha no Jogo 5, por 117 a 111, com direito a três prorrogações, em pleno Ginásio de Cajazeiras.

“Eu acho que a primeira partida foi um jogo de muitos erros. Contra uma equipe como o Flamengo, a gente não pode errar muito. Eles têm muitas armas para irem minando a gente, temos que ter o máximo de concentração e regularidade durante o jogo. Agora, fora de casa, temos que entrar com um pouco mais de concentração, fazer as coisas que precisam ser feitas, detalhes de ataque, defesa. Temos que jogar com intensidade, o tempo todo. Acho que assim temos a chance de ganhar. Fluindo nossa defesa, no ataque teremos um pouco mais de liberdade. Assim, temos chance de fazer um bom jogo”, afirmou Jefferson Campos, ala/armador do Minas.

Contra o Vitória, Minas chegou a estar perdendo a série por 2 a 1, mas se recuperou e conseguiu classificação (Maurícia da Matta/EC Vitória)

Independentemente do resultado desta terça, o Jogo 3 é confirmado e ocorrerá novamente em solo carioca. A partida também acontecerá na Arena Carioca 1, na quinta-feira (19), às 19h30 (de Brasília), com transmissão ao vivo dos Canais SporTV.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, INFRAERO, Avianca, Nike, Penalty e Wewi e os apoios do Açúcar Guarani e do Ministério do Esporte.