#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

"Isso aqui nãotem preço"

10-06-2019 | 06:26
Por Liga Nacional de Basquete

Campeão do NBB CAIXA pela primeira vez, Varejão comemora título e exalta temporada do Flamengo

No último sábado (08/06), o pivô Anderson Varejão escreveu mais um capítulo importante de sua trajetória no esporte da bola laranja. Após a vitória do Flamengo sobre o Sesi Franca Basquete, por 81 a 72, no Jogo 5 das Finais, o jogador conquistou pela primeira vez o NBB CAIXA em sua carreira.

Com o título conquistado com a camisa do rubro-negro carioca, Varejão se tornou o único jogador brasileiro a vencer a Euroliga, NBA e o NBB CAIXA.

Varejão, nesta temporada, conquistou pela primeira vez na carreira o título do NBB CAIXA (Fotojump/LNB)

No pós-jogo, transmitido ao vivo pelo Facebook do NBB CAIXA, o pivô comentou sobre a sensação de vencer a maior competição do basquete nacional com a camisa do Flamengo.

“Estou muito feliz e realizado. Estou feliz porque nesse um ano e meio que estou no Flamengo ficamos em terceiro do último NBB, ganhamos o Carioca, a Copa Super 8 e agora o NBB. Vim para o Flamengo para isso. Para tentar ajudar a equipe a ser campeã. Não foi para ser MVP de nada, nem para ser o cara da galera. Não quero isso, mas sim títulos. Daqui vinte anos vão olhar e lembrar o Varejão foi campeão do NBB. É isso que quero e por isso estou aqui hoje”, disse o jogador, que completou:

“Por isso me dedico, mesmo quando sinto dor de manhã e a última coisa que quero é treinar. Mesmo assim vou lá e treino. Faço isso por causa desses momentos. Isso aqui não tem preço”, reiterou.

+Já viu o Mini-Movie do Jogo 5 das Finais? É de arrepiar!

Após um ano e meio no Flamengo, Varejão finalmente pode soltar o grito de campeão do NBB CAIXA (Fotojump/LNB)

E chegar no topo do basquete nacional não foi uma missão fácil. Para conquistar o título, o Flamengo de Varejão teve que superar o Franca, líder da fase de classificação e que não perdia há 14 jogos.

Mesmo com esse cenário, o rubro-negro fez o dever de casa, venceu os dois jogos em seus domínios e encerrou a série no Jogo 5, fora de casa, em pleno Pedrocão – sexto título do NBB CAIXA do rubro-negro em 11 disputados.

+Dinastia rubro-negra: Flamengo conquista 6º título do NBB CAIXA em 11 edições disputadas

Para Varejão, a tranquilidade na partida decisiva foi essencial para a conquista do título.

“Hoje, em um jogo dramático, lá e cá, em que abríamos vantagem e eles iam buscar, conseguimos ter tranquilidade. Isso foi uma das coisas que conversamos, porque no Jogo 3 vacilamos com isso. Naquela ocasião, abrimos 17 pontos e deixamos o Franca voltar e ganhar o jogo. Sentimos quando eles entraram na partida. Mas dessa vez tivemos tranquilidade, mantivemos nossa cabeça no lugar, acreditamos naquilo que planejamos para o jogo e conseguimos trabalhar bem a bola”, que completou:

“Esse time é guerreiro e superou tudo isso. Poder vir aqui em Franca e ganhar dois títulos nessa temporada não é para qualquer um. Nosso time fez uma coisa inédita e está de parabéns”, afirmou.

Pela segunda vez na temporada, o Flamengo levantou uma taça no Pedrocão (Fotojump/LNB)

Com mais um título na conta, Varejão se firmou de vez como um dos jogadores brasileiros mais vitoriosos da história do basquete nacional.

Agora, o pivô pensa em ajudar ainda mais no crescimento do basquete nacional, que segundo ele está em ascensão.

“Sai do Brasil muito novo, mas tinha o sonho de representar o time do meu coração e tentar ganhar o NBB. Tive oportunidade de ir para a Europa e de coisas talvez não tão significativas na NBA. Mesmo assim, resolvi voltar. O basquete no Brasil está crescendo. Está no caminho certo e por isso voltei. Quero continuar ajudando o Brasil nisso, não só com a seleção brasileira, mas com o basquete brasileiro. Vou fazer o que eu puder pelo basquete brasileiro”, reiterou.

+Tensão, vibração e emoção: as expressões das Finais pelas lentes de João Pires

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com os patrocínios oficiais da CAIXA, Budweiser, INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL, Açúcar Guarani, Pátria Amada Brasil e Governo Federal.