#JOGAJUNTO

Liga Ouro

É campeão!!!

Sport SPO 61
x
70 Caxias do Sul CAX
7
1ºQ
X
23
20
2ºQ
X
13
9
3ºQ
X
7
25
4ºQ
X
27

Ginásio Marcelino Lopes

8 de Maio de 2015

Caxias enfrenta calor, cansaço e arquibancadas lotadas para derrotar o Sport na Ilha do Retiro e se sagrar Campeão da Liga Ouro 2015.

DOCUMENTOS:
Súmula Borderô
61
X
70
61
PTS
70
4
A3C
7
16
A2C
15
17
LLC
19
44
RT
42
7
ASS
8

Pts: Pontos RT: Rebotes ASS: Assistências A3C: Arremessos de três certos A2C: Arremessos de dois certos LLC: Lances livres certos
(*) Colocação refere-se a rodada em que esta partida foi realizada

No Jogo 4 da serie final da Liga Ouro 2015, o Caxias Basquete (RS) se sentiu em casa no Ginásio Marcelino Lopes, em Recife. Enfrentando a alta temperatura da torcida do Sport Club do Recife (PE) somada ao intenso calor dentro das quatro linhas, os gaúchos aplicaram sua forte defesa característica durante o campeonato e levantaram a taça da Liga Ouro 2015, podendo agora pleitear uma vaga na próxima edição do NBB.

Assim como todos os encontros da serie, mais uma vez as equipes mediram forças, brigaram por cada bola e emoção não faltou ao quarto e último jogo da Divisão de Acesso à elite do basquete nacional. Com uma defesa bem montada e liderando o placar durante os 40 minutos jogados, o Caxias do Sul levou a melhor, por 70 a 61.

A torcida do Sport fez uma linda festa lotando o Ginásio Marcelino Lopes e não parou de cantar os 40 minutos, tentando empurrar seu esquadrão a vitória. Dentro de quadra, o Sport não conseguiu traduzir esse incentivo e acabou falhando em momentos decisivos da partida.

O Caxias veio vacinado contra o que iria enfrentar e no aquecimento deixou toda a tensão da decisão. Logo que a bola subiu, o time gaúcho dominou as ações do jogo e marcando muito bem começou vencendo por 23 a 7.

“Hoje, diferente do outro jogo, estivemos com a vantagem e jogando na liderança conseguimos cadenciar melhor nosso jeito de jogar. Nossa defesa fez a diferença aparecendo em momentos complicados. Jogamos dentro do que estamos acostumados, corrigimos nossos erros e saímos vencedores”, explicou o emocionado treinador do Caxias, Rodrigo Barbosa.

No último quarto, o time da casa chegou a ficar apenas uma posse de bola atrás, 61 a 58. Com dois erros da linha de três, o Sport deu chances ao adversário que a essa altura segura a de bola e ataca no limite de seu tempo.

Os dois últimos pontos de quadra do Caxias vieram das mãos do armador Cauê Verzola, segundo maior pontuador da partida com 15 pontos e ainda 5 rebotes e 4 assistências. O armador foi considerado o MVP das Finais e comentou a vitória de sua equipe por 70 a 61.

“Nosso forte é o grupo, temos boas opções para jogar e pela minha posição, ter a bola na mão mais tempo, eu acho que consegui me destacar. É difícil explicar, mas as coisas deram certo para mim e para o nosso time. Trabalhamos muito, estamos focados e conseguimos o título”, concluiu o melhor jogador das finais, Cauê Verzola.

O cestinha do jogo veio dos dois garrafões, Mafra, do Sport e Arthur, do Caxias, ambos com 17 pontos. Destaque para a importante atuação do ala/pivô Bruno Ferreira, 11pontos e 11 rebotes.

Além da taça, o Caxias Basquete ganha também a chance de jogar a próxima edição do NBB. O clube precisar passar por algumas avaliações, mas está credenciado a compor a elite do basquete brasileiro.

O jogo

A bola subiu o ginásio Marcelino Lopes fervia em apoio ao Sport. O Caxias pareceu não ouvir um sim das arquibancadas e com o armador Cauê Verzola de mão quente no primeiro quarto, 11 pontos anotados, começou voando na frente. O Leão ficou acuado, não conseguiu atacar nos 10 minutos iniciais e sofria com a forte defesa gaúcha. Os visitante, a vontade em quadra, começaram liderando por 23 a 7.

Trocando seus jogadores, o treinador Ricardo Oliveira buscava uma formação que se encaixasse melhor. Vindo do banco, o ala/armador Feliz, com 6 pontos, apareceu bem e deu mais mobilidade ao ataque rubro-negro somou 20 pontos. O Caxias sentiu o crescimento de seu adversário, mas jogou com tranquilidade e mesmo  tendo sua vantagem diminuída, no intervalo ainda vencia com uma boa diferença no marcador, 36 a 27

Na volta dos vestiários, o cansaço e o calor apareceram, diminuindo o ritmo e o aproveitamento das equipes.  O Caxias tentava cadenciar o ritmo do jogo e conseguia liderava o marcador. Foi no minuto final, quando o Leão perdia o quarto por 7 a 5, que a bola caiu e em dois contra-ataques o time da casa virou o placar (3/4 9 a 7) e encostou no marcador, 36 a 43.

No período final, uma guerra dentro das quatro linhas. A torcida empurrava o Sport, que encostou e em menos de dois minutos deixou a diferença em 4 pontos. 58 a 54. O Caxias pensava, retardava o ritmo do jogo, e buscava atacar sempre nos segundo finais. O armador rubro-negro  Victinho, pões fogo no ginásio quando puxou um contra-ataque e deixou o jogo em uma posse de bola de diferença. 61 a 58.

Mas o MVP, Cauê Verzola apareceu nos minutos finais, ficou coma bola na mão e ajudou somando pontos. Muito controlado no fim do jogo, o Caxias ficou com a vitória por 70 a 61 e levantou o troféu da Liga Ouro 2015.

Confira os resultados da grande Final da Liga Ouro 2015:

Jogo 1 – Caxias do Sul (RS) 85×63 Sport Club do Recife (PE)

Jogo 2 – Caxias do Sul (RS) 70×67 Sport Club do Recife (PE)

Jogo 3 –Sport Club Recife (PE) 76 x 68 Caxias do Sul (RS)

Jogo 4 – Sport Club Recife (PE) 61 x 70 Caxias do Sul (RS)

Nr. Jogador JO Min Pts RD+RO RT AS 3P% 2P% LL% BR TO FC FR ER EN +/- EF
#9 Mafra 1 24.8 17/28 (61) 3+3 6 0 0/0 (0) 7/12 (58) 3/4 (75) 0 0 1.00 3.00 3 0 -10 14
#11 Victinho 1 35.8 12/30 (40) 8+1 9 6 2/6 (33) 3/6 (50) 0/0 (0) 1 0 4.00 2.00 4 0 -3 17
#23 Sidão 1 23.0 12/22 (55) 4+4 8 0 0/0 (0) 3/6 (50) 6/10 (60) 0 0 5.00 9.00 0 0 11 13
#1 Feliz 1 18.9 6/12 (50) 6+3 9 0 0/0 (0) 1/4 (25) 4/4 (100) 1 2 5.00 4.00 2 0 3 13
#6 Chandler 1 11.7 5/15 (33) 2+0 2 0 1/3 (33) 0/2 (0) 2/2 (100) 0 0 1.00 0.00 3 0 -18 0
#22 Matão 1 31.3 5/27 (19) 0+1 1 0 0/7 (0) 2/2 (100) 1/2 (50) 0 1 2.00 2.00 0 0 -11 -1
#6 Matias 1 30.0 3/19 (16) 4+0 4 1 1/5 (20) 0/2 (0) 0/0 (0) 2 0 5.00 1.00 1 0 -1 3
#9 Gabriel 1 8.0 1/5 (20) 0+0 0 0 0/1 (0) 0/0 (0) 1/2 (50) 0 0 1.00 1.00 2 0 -6 -3
#8 Castellon 1 3.8 0/6 (0) 1+0 1 0 0/0 (0) 0/3 (0) 0/0 (0) 1 0 0.00 0.00 1 0 -8 -2
#7 Leandro 1 1.9 0/3 (0) 0+0 0 0 0/1 (0) 0/0 (0) 0/0 (0) 0 0 1.00 0.00 0 0 1 -1
#5 Gui 1 0.6 0/2 (0) 0+0 0 0 0/0 (0) 0/1 (0) 0/0 (0) 0 0 0.00 0.00 0 0 -1 -1
#11 Luizinho 1 10.4 0/0 (0) 0+0 0 0 0/0 (0) 0/0 (0) 0/0 (0) 0 0 2.00 0.00 1 0 -2 -1
Equipe 1 0.0 61/169 (36) 30+14 44 7 4/23 (17) 16/38 (42) 17/24 (71) 6 3 27.00 22.00 17 0 0 56
Nr. Jogador JO Min Pts RD+RO RT AS 3P% 2P% LL% BR TO FC FR ER EN +/- EF
#36 Arthur 1 30.5 17/28 (61) 6+3 9 1 1/2 (50) 5/9 (56) 4/4 (100) 1 0 1.00 2.00 1 0 18 22
#8 Cauê V. 1 39.7 15/39 (38) 5+0 5 4 1/6 (17) 3/6 (50) 6/9 (67) 5 0 2.00 8.00 4 0 10 14
#14 Guto 1 40.0 12/43 (28) 0+0 0 0 4/11 (36) 0/4 (0) 0/2 (0) 0 0 1.00 2.00 2 0 9 -3
#12 Bruno 1 34.2 11/22 (50) 8+3 11 2 1/4 (25) 1/2 (50) 6/6 (100) 2 0 4.00 6.00 2 0 15 20
#
Fatal error: Uncaught Error: Call to a member function getNumber() on boolean in /var/www/html/lnb/wp-content/themes/lnb-2016/single-noticias.php:601 Stack trace: #0 /var/www/html/lnb/wp-includes/template-loader.php(74): include() #1 /var/www/html/lnb/wp-blog-header.php(19): require_once('/var/www/html/l...') #2 /var/www/html/lnb/index.php(17): require('/var/www/html/l...') #3 {main} thrown in /var/www/html/lnb/wp-content/themes/lnb-2016/single-noticias.php on line 601