#JOGAJUNTO

LDB

Espírito guerreiro!

Minas Tênis Clube LDB MIN 68
x
71 Limeira LDB LIM
24
1ºQ
X
11
17
2ºQ
X
14
10
3ºQ
X
28
17
4ºQ
X
18

Arena Olímp. São Seb. Paraíso

3 de setembro de 2016

Com virada no terceiro quarto e grande atuação de Felipe, Limeira vence “final” contra Minas de maneira dramática e garante vaga na Série Ouro da LDB 2016

DOCUMENTOS:
68
X
71
68
PTS
71
7
A3C
7
20
A2C
14
7
LLC
22
37
RT
37
11
ASS
9

Pts: Pontos RT: Rebotes ASS: Assistências A3C: Arremessos de três certos A2C: Arremessos de dois certos LLC: Lances livres certos
(*) Colocação refere-se a rodada em que esta partida foi realizada

Ala/pivô Felipe teve atuação fundamental para a vitória que levou Limeira à Série Ouro (João Pires/LNB)

Ala/pivô Felipe teve atuação fundamental para a vitória que levou Limeira à Série Ouro (João Pires/LNB)

Winner/Limeira e Minas Tênis Clube fizeram um jogo com cara de final neste sábado (03/09), na Arena Olímpica, em São Sebastião do Paraíso (MG). E o enredo da partida não poderia ter sido outro. Em duelo muito nervoso e decidido apenas nos segundos finais, o time do interior paulista venceu de maneira dramática, por 71 a 68 e garantiu um lugar na Série Ouro da LDB 2016.

Cara de final: Antes com campanhas idênticas, Limeira e Minas duelaram diretamente pela terceira e última vaga do Grupo B ao hexagonal final da competição Sub-22. Com a vitória, os paulistas fecharam a primeira fase com campanha de dois triunfos em quatro jogos, um a mais do que o clube de Belo Horizonte, que disputará agora a Série Prata.

Bola do jogo: Restando pouco mais de um minuto para o fim, o jogo estava empatado em 65 a 65. Foi então que Felipe decidiu o jogo. Com um arremesso certeiro da linha de três pontos, o ala/pivô colocou sua equipe na frente (68 a 65), com cerca de 50 segundos para o fim. Depois disso, o Minas até tentou reagir, mas o arremesso foi mesmo decisivo para a vitória limeirense.

O cara: Responsável pelo arremesso crucial para o triunfo dos paulistas, Felipe brilhou durante todo o jogo e foi o grande nome da equipe vencedora. Nem mesmo uma torção de pé durante o segundo quarto foi capaz de parar o ala/pivô, que deixou a quadra com expressivos 22 pontos e sete rebotes na conta.

Fala aí: “É muito gratificante acabar uma partida como essa e saber que eu dei o meu máximo para ajudar o time. Entramos em quadra para ‘matar’ e essa foi nossa pegada para correr atrás do placar. Foi um jogo de superação para nós. Demos o sangue em quadra e atingimos nosso grande objetivo inicial, que era classificar à Série Ouro. Agora é outro campeonato e chegaremos preparados”, disse o herói Felipe, às lágrimas depois da partida.

Higor foi outro personagem fundamental para a vitória do Limeira (João Pires/LNB)

Higor foi outro personagem fundamental para a vitória do Limeira (João Pires/LNB)

Também foi bem: Outro nome fundamental para o êxito do Limeira foi o ala Higor. Jogador mais experiente do elenco limeirense, o camisa 28 marcou dez pontos no último quarto e totalizou 19 na partida. Além disso, ainda acumulou seis rebotes.

Eles tentaram: O principal nome do Minas neste sábado foi o armador Wilsinho, cestinha da equipe, com 16 pontos. Quem também teve atuação destacada foi o jovem ala/pivô Thales, que voltou a mostrar bom aproveitamento nas bolas de três pontos e marcou 12 pontos.

Não jogou: Principal nome do elenco do Minas na LDB 2016, o ala/armador Danilo Siqueira desfalcou a equipe neste sábado. Com uma lesão no pé esquerdo, o jogador não teve condições físicas de entrar em quadra e assistiu à partida do banco de reservas.

Fala aí: “Nosso time chegou bem desgastado para o último quarto. Estamos com uma rotação um pouco reduzida e hoje ainda não contamos com o Danilo. Isso dificultou um pouco as coisas para nós, já que não conseguimos manter a mesma pegada ao longo do jogo”, lamentou o ala/armador Geovane, do Minas, autor de 11 pontos no jogo.

Minas no comando: O primeiro quarto foi de amplo domínio do time mineiro. Com uma forte defesa e o domínio dos rebotes, o Minas conseguiu rápidos pontos de contra-ataque. Já no jogo de cinco contra cinco, a equipe contou com ótima atuação do pivô Big, que converteu os quatro arremessos que tentou e marcou oito pontos. Desta maneira, o esquadrão de Belo Horizonte fechou a parcial inicial com 13 pontos de frente (24 a 11).

Cenário invertido: No segundo período, o jogo inverteu completamente e foi o Limeira quem se sobressaiu. Congestionando o garrafão em sua defesa, o time paulista parou o ataque mineiro e permitiu apenas quatro pontos aos rivais em mais de oito minutos. Do outro lado da quadra, com destaque para Felipe, a equipe limeirense melhorou seu rendimento e baixou a desvantagem para apenas três pontos, restando cerca de um minuto e meio para o fim do período.

Num piscar de olhos: O que parecia improvável aconteceu e de maneira expressiva o Minas recolocou a diferença no placar em dígitos duplos antes da pausa para o intervalo (41 a 25). Para isso, a equipe emplacou uma sequência de 13 a 0, com direito a três bolas de três pontos convertidas, uma por Thales e duas por Gustavo, sendo uma delas no último lance do segundo quarto.

Virada limeirense: O ótimo momento do Minas no final do período anterior não interrompeu a reação do Limeira. Na volta para o terceiro quarto, o time paulista voltou a parar o ataque mineiro com uma ótima defesa e manteve boa produção em seu ataque. Dessa maneira, a equipe virou o jogo pela primeira, após dois pontos assinalados por Michel (48 a 47), já na reta final do período.

Final quente: No início do último quarto, Limeira chegou a abrir sete pontos de frente (58 a 51), mas o Minas buscou a reação e a partida chegou para seus minutos finais completamente aberta. Em um final de jogo marcado por muitos erros, o time paulista teve no arremesso decisivo de Felipe seu grande trunfo para ficar com a vitória e a classificação.


Nr. Jogador JO Min Pts RD+RO RT AS 3P% 2P% LL% BR TO FC FR ET +/- EF
#2 Wilsinho 1 37.1 16/31 (52) 4+0 4 2 2/4 (50) 3/7 (43) 4/5 (80) 2 0 2.00 5.00 2 -4 15
#16 T. Santos 1 29.4 12/27 (44) 5+1 6 2 3/7 (43) 1/2 (50) 1/2 (50) 2 0 4.00 1.00 1 9 15
#65 Geovane 1 38.5 11/30 (37) 4+0 4 1 0/4 (0) 5/8 (63) 1/2 (50) 1 0 5.00 3.00 4 -2 5
#5 Big 1 22.8 10/14 (71) 3+5 8 0 0/0 (0) 5/6 (83) 0/2 (0) 1 1 4.00 3.00 6 2 11
#4 Gustavo 1 34.0 9/30 (30) 4+0 4 3 2/8 (25) 1/2 (50) 1/2 (50) 0 0 3.00 2.00 3 9 5
#73 Victor 1 9.4 6/14 (43) 0+2 2 0 0/0 (0) 3/7 (43) 0/0 (0) 0 0 5.00 1.00 1 -15 3
#7 Danielzinho 1 21.1 4/15 (27) 5+0 5 2 0/3 (0) 2/3 (67) 0/0 (0) 2 0 3.00 3.00 0 -7 9
#22 Bruno 1 0.0 0/0 (0) 0+0 0 0 0/0 (0) 0/0 (0) 0/0 (0) 0 0 0.00 0.00 0 0 0
#25 Samuca 1 0.0 0/0 (0) 0+0 0 0 0/0 (0) 0/0 (0) 0/0 (0) 0 0 0.00 0.00 0 0 0
#29 Siqueira 1 0.0 0/0 (0) 0+0 0 0 0/0 (0) 0/0 (0) 0/0 (0) 0 0 0.00 0.00 0 0 0
#27 Luquinha 1 4.9 0/0 (0) 1+0 1 0 0/0 (0) 0/0 (0) 0/0 (0) 0 0 0.00 0.00 0 -6 1
#2 Augusto 1 2.4 0/0 (0) 1+0 1 1 0/0 (0) 0/0 (0) 0/0 (0) 0 0 1.00 0.00 0 -1 2
Equipe 1 0.0 68/161 (42) 28+9 37 11 7/26 (27) 20/35 (57) 7/13 (54) 10 1 27.00 18.00 17 0 70
Nr. Jogador JO Min Pts RD+RO RT AS 3P% 2P% LL% BR TO FC FR ET +/- EF
#13 Felipe 1 35.1 22/35 (63) 5+2 7 1 1/4 (25) 7/8 (88) 5/7 (71) 0 0 1.00 8.00 1 -6 23
#28 Higor 1 34.0 19/33 (58) 5+1 6 3 2/4 (50) 3/6 (50) 7/9 (78) 4 0 1.00 7.00 2 0 23
#24 Michel 1 29.7 11/25 (44) 3+1 4 0 1/5 (20) 2/3 (67) 4/4 (100) 2 1 4.00 2.00 4 -4 9
#0 Juzzo 1 27.3 7/27 (26) 2+2 4 2 2/5 (40) 0/5 (0) 1/2 (50) 2 0 5.00 2.00 2 17 4
#8 Dudu 1 19.0 6/15 (40) 0+1 1 1 1/3 (33) 1/2 (50) 1/2 (50) 0 0 2.00 2.00 1 -2 3
#17 Zé Mauro 1 36.4 5/20 (25) 5+4 9 1 0/0 (0) 1/8 (13) 3/4 (75) 1 0 3.00 3.00 4 3 4
#11 André M. 1 16.8 1/10 (10) 4+0 4 1 0/2 (0) 0/1 (0) 1/2 (50) 1 0 3.00 2.00 0 8 3
#19 Matheus Catatis 1 0.0 0/0 (0) 0+0 0 0 0/0 (0) 0/0 (0) 0/0 (0) 0 0 0.00 0.00 0 0 0
#12 Matheus Lima 1 0.0 0/0 (0) 0+0 0 0 0/0 (0) 0/0 (0) 0/0 (0) 0 0 0.00 0.00 0 0 0
#4 Vitor 1 0.8 0/0 (0) 0+0 0 0 0/0 (0) 0/0 (0) 0/0 (0) 0 0 0.00 1.00 0 -1 0
#20 Dudú Fiorotto 1 0.0 0/0 (0) 0+0 0 0 0/0 (0) 0/0 (0) 0/0 (0) 0 0 0.00 0.00 0 0 0
Equipe 1 0.0 71/165 (43) 26+11 37 9 7/23 (30) 14/33 (42) 22/30 (73) 12 1 19.00 27.00 14 0 73