Collum, do Vasco, e Garner, do Campo Mourão

Após quatro duelos, Campo Mourão e Vasco decidirão as Finais da Liga Ouro no Jogo 5, na casa dos mourãoenses (Luiz Pires/LNB)

Não há mais para onde correr. Após muita tensão, disputa e momentos marcantes, a Liga Ouro 2016 chega ao seu fim. As duas melhores campanhas da competição, Campo Mourão Basquete e CR Vasco da Gama, decidirão o título do campeonato nesta sexta-feira (10/06), às 20h15 (de Brasília), no Ginásio de Esportes JK, com transmissão ao vivo do #NBBnaWeb via Facebook. O vencedor do duelo erguerá a taça e terá o direito de pleitear uma vaga no NBB CAIXA 2016/2017.

Depois de 31 partidas, a Liga Ouro 2016 conhecerá seu campeão nesta sexta. Quatro destes duelos válidos pelas Finais, apenas confirmaram o equilíbrio da competição e culminaram no quinto e decisivo jogo. Foram duas vitórias para os mourãoenses e duas para os vascaínos, todas estas na condição de mandante. Aspecto que, em tese, favorece o time paranaense, que atuará em seu ginásio no confronto.

+Clique e confira matéria completa sobre a retrospectiva das Finais da Liga Ouro 2016

Em tese, pois o momento vivido pela equipe carioca é mágico. Nos últimos 13 jogos pela competição, o elenco comandado por Christiano Pereira venceu dez, inclusive os dois anteriores diante dos mourãoenses. Após estar perdendo a série por 2 a 0, o Vasco encontrou forças junto a sua torcida e empatou a decisão da Liga Ouro.

“Conseguimos sair de uma situação complicada de 2 a 0 para 2 a 2, então temos que seguir com a mesma pegada, que tivemos a partir do Jogo 2 da série. E, ficou bem claro, que quando nós atuamos de forma coletiva, tanto no ataque, quanto na defesa, somos uma equipe bem forte; isso ficou bem claro na distribuição dos pontos”, afirmou o ala/pivô William Drudi, do Vasco.

Com muito apoio e atuações inspiradas de seu elenco, os vascaínos bateram o Campo Mourão, por 79 a 64 no Jogo 3, e por 79 a 73 na quarta partida da série. O time carioca transborda confiança de que conseguirá a primeira virada na história dos playoffs da Liga Ouro.

“Daqui a três dias é a grande decisão. Não tem comemoração, é descansar e amanhã observar os erros. O Vasco veio para ser campeão, não para empatar a série ou ficar em segundo lugar”, disse o ala Gaúcho, do Vasco, ao fim do Jogo 4, em que o jogador saiu como cestinha, com 23 pontos.

Gaúcho, do Vasco

Após empatar a série com duas vitórias dentro de casa, Vasco entra confiante para o Jogo 5 (João Pires/LNB)

Apesar da boa fase vascaína, o Campo Mourão confia em sua força, principalmente jogando dentro de casa. Nesta edição da Liga Ouro, o time paranaense atuou oito vezes diante de sua torcida e foi derrotado em apenas uma ocasião, na oitava rodada da fase de classificação, por 78 a 67, diante do Ginástico/Olympico.

“A torcida com certeza é um grande diferencial. Os dois times fizeram a lição de casa. Agora é tudo ou nada. Temos a vantagem de jogar em casa, com a nossa torcida. Mas é tudo ou nada e tem que ser tudo. Não tem outra chance. É ir pra cima dos caras para ganhar esse título. Tivemos uma boa campanha, fomos bem em casa. Jogamos bem o jogo de hoje. Estamos confiantes. Nosso grupo é bom, nosso grupo corre bastante, tem a cabeça boa e vamos pra cima deles em casa” afirmou o ala Vinicíus Teló, do Campo Mourão.

As três derrotas do Vasco, nesta boa sequência de 13 jogos, foram justamente para o time mourãoense. Na última rodada da fase de classificação, o elenco comandado por Emerson de Souza arrancou um triunfo por 69 a 68, diante do torcedor cruzmaltino. Os outros dois resultados foram na própria série decisiva, por 89 a 74, no Jogo 1, e por 77 a 72 no Jogo 2, no Ginásio de Esportes JK.

Confira o calendário completo das Finais da Liga Ouro 2016:

– Campo Mourão Basquete (1º) 2 x 2 CR Vasco da Gama (2º)

Jogo 1 – Campo Mourão 89 x 74 Vasco
Jogo 2 – Campo Mourão 77 x 72 Vasco
Jogo 3 – Vasco 79 x 64 Campo Mourão
Jogo 4 – Vasco 79 x 73 Campo Mourão
Jogo 5 – 10/06 (sexta-feira), às 20h15, no Ginásio de Esportes JK, em Campo Mourão (PR) – ao vivo via Facebook

Alexey, do Campo Mourão

Apesar da boa fase vascaína, as únicas três derrotas sofridas pela equipe carioca nos últimos 13 jogos foram justamente para o Campo Mourão (Luiz Pires/LNB)