#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

mood deFinal

22-03-2019 | 07:02
Por Liga Nacional de Basquete

Flamengo x Brasília tem clima de decisão para ambos os clubes, mesmo com objetivo distintos; duelo será neste domingo, às 13h, ao vivo no Fox Sports

Um grande clássico promete agitar as quadras do NBB CAIXA neste domingo (24/03). De um lado, o pentacampeão Flamengo. Do outro, o Universo/Brasília, dono de três títulos da maior competição do basquete nacional.

Os dois times, que protagonizaram duas Finais do NBB CAIXA, escreverão mais uma página deste grande confronto do basquete brasileiro, na Arena Carioca 1, às 13 horas, ao vivo na tela do Fox Sports.

Flamengo e Brasília realizarão um dos maiores clássicos do basquete nacional (Felipe Mendez/Universo Brasília)

Na atual temporada, as equipes vivem fases totalmente diferentes na competição, mas farão do duelo deste domingo uma verdadeira decisão, cada um com seu objetivo.

O Flamengo, vice-líder, está firme na luta pela liderança do campeonato. Já o Brasília é o décimo colocado e quer fechar a fase de classificação dentro do G-8, o que os daria o mando de quadra nas oitavas de final.

Detalhamos as situações de Flamengo e Brasília para te deixar por dentro de tudo que envolve esse clássico. Confira e não perca esse jogão!

+Tabela de classificação do NBB CAIXA 2018/2019

Flamengo: em busca da liderança

Com poucos jogos restantes para o fim da fase de classificação do NBB CAIXA 2018/2019, a competição se aproxima de sua fase derradeira: os playoffs. Os 12 classificados já estão definidos e, agora, resta saber qual será a posição final de cada um para, dessa forma, sabermos os chaveamentos na fase eliminatória.

Flamengo ainda detém chances matemáticas de acabar a fase de classificação na liderança (Divulgação/Flamengo)

Na vice-liderança da competição, o Flamengo vive um ótimo momento e ainda detém chances matemáticas de terminar no topo da tabela da fase de classificação.

Com mais dois confrontos pela frente (Brasília e Basquete Cearense), o rubro-negro precisará de duas vitórias e, ainda por cima, torcer por duas derrotas do Franca, atual líder da competição – campanha de 21 vitórias em 24 jogos; 87,5% de aproveitamento.

+Tabela de jogos do NBB CAIXA 2018/2019

Já o Franca, na liderança, terá pelo frente mais dois jogos, um com o Mogi das Cruzes/Helbor e outro com o  Joinville/AABJ.

Brasília: foco no G-8

Com uma boa arrancada nos últimos cinco jogos, o Brasília ganhou um sopro de vida na tabela de classificação do NBB CAIXA e atingiu um de seus objetivos no retorno à elite do basquete nacional: ir aos playoffs.

Décimo colocado, com campanha de nove vitórias em 24 jogos (37,5% de aproveitamento), o time da capital federal sonha com voos mais altos antes do final da fase de classificação e mantém o foco total para ficar entre os oito primeiros, o que dá direito ao mando de quadra nas oitavas de final.

Brasília de André Germano ainda luta para ficar entre os oito primeiros (Dikran Júnior/Divulgação)

Matematicamente, o Brasília ainda pode conseguir um resultado ainda melhor que o G-8 e encerrar a fase classificatória até na sexta posição – atualmente, o sexto colocado é o Botafogo, dono de campanha de 11 vitórias em 24 jogos.

Para isso acontecer, o time candango terá que vencer os dois confrontos restantes e torcer por tropeços dos adversários à sua frente: Sendi/Bauru Basket (9º), Life Fitness/Minas (8º) e Corinthians (7º), que ocupam a nona, oitava e sétima colocação, respectivamente.

História de sobra

Flamengo e Brasília, com o tempo, se tornou um dos duelos mais tradicionais do basquete nacional. A maior prova disso são os diversos confrontos memoráveis e finais entre ambos no NBB CAIXA.

Os dois times são os maiores campeões da história do NBB CAIXA: o Flamengo com cinco títulos (2008/2009, 2012/2013, 2013/2014, 2014/2015, 2015/2016) e o Brasília com três (2009/2010, 2010/2011 e 2011/2012).

Outro fator que agrega ainda mais essa história são as finais entre Flamengo e Brasília. Ao todo, foram duas: uma na primeira edição do campeonato, na temporada 2008/2009, e outra na temporada seguinte – cada um com um título.

“O sentimento de ter conquistado tudo isso é único. Poucas pessoas conseguem chegar a um êxito tão grande nos finais de temporada, e no Flamengo conseguíamos isso, após muita luta e esforço. Mesmo com as trocas de peças de uma temporada para outra, no fim conseguíamos ganhar o título. Isso é muito importante, pois fica marcado na história do clube”, disse Marquinhos, tetracampeão com o Flamengo no NBB CAIXA.

Marquinhos é tetracampeão do NBB CAIXA com a camisa do Flamengo (Marcelo Cortes/Flamengo)

Dois atletas do elenco atual do Brasília fizeram parte das séries de conquistas da equipe no NBB CAIXA e sabem o peso do clássico contra o Flamengo: Nezinho, de 37 anos, e Arthur, de 36.

Para Nezinho, tricampeão com o Brasília, o time que venceu o Flamengo nas finais da segunda edição do NBB CAIXA e, de quebra, deu início a hegemonia candanga na competição, foi a melhor equipe que ele atuou.

“Foi um dos melhores times que já atuei. Era uma equipe muito aguerrida, com grandes jogadores já formados e reconhecidos tanto Brasil quantoo exterior. Não à toa, conseguimos vencer mais dois campeonatos nacionais e a Liga Sul-Americana”, frisou o experiente armador.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio máster da CAIXA, os patrocínios da Budweiser, INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL, Açúcar Guarani, Ministério do Esporte e Governo Federal.