#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

Foco total

11-01-2017 | 04:05
Por Liga Nacional de Basquete

Depois de grande atuação e vitória sobre Macaé, Minas se concentra para confronto contra Flamengo; “precisamos ter 40 minutos regulares”

Embalados por boas atuações recentes no NBB CAIXA 16/17, o Minas Tênis Clube está em concentração total para um dos jogos mais aguardados da temporada pelo seu torcedor. Nesta quinta-feira (12/01), o time mineiro recebe o Flamengo, às 19 horas (de Brasília), na estreia do rubro-negro, líder do campeonato, em 2017.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, o patrocínio da SKY e os apoios do Ministério do Esporte e da Avianca.

“Eles são os atuais campeões. Precisamos ter 40 minutos regulares. O Flamengo é o tipo do time que, se você jogar dois, três minutos mal, eles abrem dez pontos e acabam com o jogo. Como a gente vai estar em casa, a gente tem que ter a força para manter o jogo equilibrado. Se der, temos que abrir o jogo, mas precisamos não deixar que o Flamengo abra. No final da partida, acho que vamos ter um desempenho físico melhor”, afirmou Paulinho Boracini, armador do Minas.

Paulinho Boracini, do Minas

Depois de grande atuação contra Macaé, Paulinho destaca importância da regularidade para confronto contra Flamengo (Caio Casagrande/Bauru Basket)

Na última terça (10/01), o Minas recebeu outro representante do Estado do Rio de Janeiro, o Macaé Basquete, e teve atuação para empolgar seu torcedor. Com grandes atuações individuais, os mineiros dominaram o primeiro tempo e controlaram o restante da partida para vencer, por 86 a 78, no primeiro resultado positivo do novo técnico da equipe, Luiz Fernando Leão.

“Eu espero a mesma atmosfera do último jogo. O público vai ver uma batalha, da mesma forma que foi contra o Macaé. Vamos jogar duro contra o Flamengo, como sempre fazemos”, disse Drew Maynard, destaque do Minas na vitória sobre o Macaé.

O ala/pivô norte-americano foi o grande nome do Minas na partida, com 24 pontos e dez rebotes, conseguindo seu segundo duplo-duplo no NBB CAIXA. Destaque também para Scott Rodgers (22 pontos e seis assistências), Danilo Siqueira (21 pontos e três assistências) e Paulinho Boracini (cinco pontos e 11 assistências).

“Eu acho que a gente soube dar a real importância que o jogo tinha. A gente sabe que o campeonato é muito difícil, não estávamos com uma sequência muito boa de vitórias, mas a gente sabia que era a disputa de um jogo direto. Se ganhássemos, iríamos empurrar eles um pouco mais para baixo e criar uma gordura para os playoffs. E o nosso foco é chegar nos playoffs. Eu fiquei muito feliz, foi o primeiro jogo em casa do novo comando e conseguimos assimilar melhor algumas coisas. Claro que cometemos erros, mas tem muita coisa positiva que podemos tirar desse jogo. Jogamos como um time, o que é muito importante para a sequência do campeonato”, completou Paulinho Boracini, que anotou seu recorde de assistências na temporada diante do Macaé.

O Minas agora tem cinco vitórias em 13 partidas disputadas e está isolado na 12ª colocação da tabela, último time dentro do G-12 (zona de classificação aos playoffs do NBB CAIXA 16/17).

Scott Rodgers, do Minas

Com grandes atuações individuais, o Minas fez grande jogo diante do Macaé e venceu pela primeira vez em 2017 (Orlando Bento/MTC)