#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

o queesperar?

08-11-2018 | 03:17
Por Liga Nacional de Basquete

Treinadores de Franca e Flamengo falam sobre o duelo desta quinta-feira que vale a liderança do NBB CAIXA, com transmissão no Bandsports

Donos das melhores campanhas do NBB CAIXA 2018/2019, Sesi Franca Basquete e Flamengo têm encontro marcado nesta quinta-feira (08/11), no Ginásio Pedrocão, em Franca (SP), às 20h45, com transmissão ao vivo do Bandsports.

As duas equipes dividem a ponta da tabela com seis vitórias em sete partidas disputadas até agora (85,7% de aproveitamento) e vivem grande fase. O time francano acumula cinco triunfos consecutivos no campeonato, enquanto o rubro-negro vem de boas vitórias nos clássicos contra Corinthians (82 a 74) e Sendi/Bauru (77 a 47).

+Tabela de classificação completa do NBB CAIXA 2018/2019

 Quem vencer o duelo desta quinta-feira se isolará na liderança da competição. Helinho Garcia, treinador de Franca, falou a respeito da importância da partida entre os times que começaram muito bem o NBB CAIXA e que também estão garantidas na fase semifinal da Liga Sul-Americana.

“É uma partida muito importante porque vale a liderança do NBB CAIXA, com duas equipes que estão nas semifinais da Liga Sul-Americana e, também, pela rivalidade. Estamos muito motivados e confiantes para fazer um belo jogo”, destacou Helinho.

Helinho Garcia, técnico do Franca (Victor Lira/Bauru Basket)

O comandante da equipe francana ainda reconheceu a força do elenco rubro-negro, que conta com jogadores de muita qualidade. Para ele, a vitória de sua equipe passa por diminuir o volume dos grandes jogadores do adversário e comandar o ritmo da partida no Pedrocão.

“A equipe do Flamengo tem um poderio ofensivo enorme, com jogadores bem agressivos ofensivamente, e o nosso foco é tentar minimizar ao máximo essas peças, tirando o volume desses jogadores, para que a gente possa ter a chance de ditar o ritmo da partida com a bola na mão e vencer o confronto”, continuou o ídolo da Capital do Basquete.

O Flamengo vem de uma maratona de jogos – sete em menos de 20 dias. Gustavo De Conti, técnico da equipe, reconheceu o desgaste de alguns atletas, mas garantiu que o time chegará forte para o duelo contra o rival do interior paulista, principalmente depois de conseguir rodar bem o elenco na vitória contra o Bauru.

“Estamos com uma longa sequência de jogos. Na última partida começamos muito bem e conseguimos poupar alguns jogadores que estavam com sobrecarga tanto de viagens como de jogos. Então a gente chega muito bem para este jogo contra Franca”, afirmou Gustavinho.

Gustavo De Conti e Rafael Mineiro, do Flamengo (Gilvan de Souza/Flamengo)

A expectativa do clube da Gávea para a partida é a melhor possível. Com noção das dificuldades que serão encontradas no Ginásio Pedrocão, o treinador do Flamengo espera que a equipe faça um grande jogo e consiga voltar para casa com a sensação de dever cumprido.

“Passa a ser um duelo ainda mais importante por valer a liderança nesse momento. Mesmo sabendo que se trata do atual campeão paulista, uma equipe que investiu forte para a temporada, vamos tentar fazer uma grande partida no Pedrocão e voltar para o Rio com uma grande vitória”, completou o comandante rubro-negro.

“Joia” Didi em grande fase

O Franca investiu bastante em contratações para a temporada 2018/2019. Grandes nomes como David Jackson, Lucas Dias, Elinho, Jimmy, Rafael Hettsheimer, entre outros, foram contratados para serem os protagonistas da equipe do interior de São Paulo. No meio desses grandes jogadores, uma solução caseira vem chamando a atenção de todos: o ala Didi, de 19 anos.

 O jovem, que se destacou com a camisa da Seleção Brasileira no Sul-Americano Sub-19, realizado em agosto, na Argentina, já possui convocação para a seleção principal e começou o NBB CAIXA com tudo. Em quadra por aproximadamente 19 minutos nas partidas, o ala acumula médias de 14,7 pontos, 2,8 rebotes e 13,7 de eficiência por jogo.

Na última partida da equipe francana, a vitória contra o Life/Fitness Minas (83 a 66), nesta terça-feira, Didi deixou a quadra com 23 pontos, seu recorde pessoal, além de pegar seis rebotes e distribuir três assistências, totalizando 30 de eficiência, também sua melhor marca.

Paredão rubro-negro

O elenco do Flamengo é composto por jogadores conhecidos pela qualidade técnica e grande repertório ofensivo. Com atletas como Marquinhos, Anderson Varejão, Deryk Ramos e Franco Balbi, os adversários do rubro-negro entram em quadra preocupados em como pará-los.

Varejão e Nesbitt, do Flamengo, e Mathias, do Joinville (Gilvan de Souza/Flamengo)

Mas nesse início de temporada, o que realmente se destaca é a defesa da equipe. Com média de 65,14 pontos sofridos por partida, o Flamengo é o time com a melhor defesa do NBB CAIXA 2018/2019. O Paulistano, segundo melhor nesse quesito, sofre exatamente oito pontos a mais por jogo (73,14).

No triunfo sobre o Sendi/Bauru Basket (77 a 47), na última terça-feira, o time comandado pelo técnico Gustavo De Conti conseguiu reduzir em aproximadamente 30 pontos a média do Dragão (77,29 por duelo), que anotou apenas 47 tentos nos quatro períodos disputados.

Os 47 pontos sofridos contra o Bauru representaram a menor marca defensiva de um visitante na história do NBB CAIXA, a 11ª no geral e a melhor da atual temporada.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio máster da CAIXA, os patrocínios de INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL, Açúcar Guarani, Ministério do Esporte e Governo Federal.