#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

Obrigado,Lenda!

23-04-2019 | 10:36
Por Liga Nacional de Basquete

Tricampeão do NBB CAIXA, Guilherme Giovannoni anuncia aposentadoria aos 38 anos: "deixei tudo em quadra"

Uma trajetória de muito sucesso no basquete chegou ao fim. Ídolo e referência no cenário nacional, o ala/pivô Guilherme Giovannoni, de 38 anos, anunciou oficialmente sua aposentadoria das quadras.

Dono de uma carreira de sucesso, o jogador defendeu as cores do Corinthians nesta temporada, no retorno da equipe paulista à elite nacional. Suas médias no NBB CAIXA foram de 12,1 pontos, 5,0 rebotes, 1,6 assistências e 12,5 de eficiência em 31 jogos.

O anúncio oficial da aposentadoria veio na noite desta terça-feira (23/04), no programa ESPN League, que antecedeu a rodada dupla de transmissões dos playoffs da NBA (Brooklyn Nets x Philadelphia 76ers e Oklahoma City Thunder x Portland Trail-Blazers), na qual ele atuaria como comentarista.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Eu gostaria que todas as pessoas tivessem a sensação de realizar um sonho. O meu começou com 8 anos e a vida se encarregou de realiza-lo. A quadra sempre foi um lugar sagrado pra mim. Nela aprendi a respeitar os meus limites, a exigir o melhor de mim e dos meu companheiros e, principalmente, a superar todos os meus problemas. Foi dentro das quatro linhas que eu conheci as melhores pessoas e aprendi a lidar com quem não tinha afinidade. O basquete foi a minha faculdade. Tornei-me melhor e conheci o meu pior. O jogo tem disso também. Não teve um dia em que não me diverti. E isso devo a todos que compartilharam o mesmo sonho que o meu. Prometi a mim mesmo que enquanto eu me divertisse ficaria no jogo, mas a vida tem dessas coisas e, aquilo que eu jamais conseguiria viver sem, tomou outras formas. Deixei tudo em quadra. Não quero mais nada só gostaria de agradecer esses longos 31 anos de atividade e de respeito ao esporte. Nos vemos pela TV para falar de basquete porque eu saio do jogo, mas o jogo não sai nunca de mim. #deixeitudoemquadra

Uma publicação compartilhada por Guilherme Giovannoni (@giovannoni12) em

Com vasta experiência no basquete, Giovannoni defendeu a Seleção Brasileira por 15 anos e passou por 12 equipes ao longo de toda sua carreira: Pinheiros, Fuenlabrada (ESP), Gijón (ESP), COC/Ribeirão Preto, Rimini Crabs (ITA), Biella (ITA), Treviso (ITA), BK Kiev (UCR), Virtus Bologna (ITA), Brasília, Vasco e Corinthians. E conquistas não faltaram durante a trajetória do ala/pivô de 38 anos.

No geral, o jogador carrega diversos títulos na bagagem, seja nos clubes em que passou ou pela Seleção Brasileira, tais como: Medalha de Ouro nos Jogos Pan-Americanos (2003), Copa Itália (2004), Copa América (2005 e 2009), Campeonato Italiano (2005/2006), EuroChallenge (2009), NBB CAIXA (2009/2010, 2010/2011 e 2011/2012), Liga Sul-Americana (2010, 2013 e 2015).

Graças ao altíssimo nível apresentado durante a carreira, Giovannoni também detém algumas premiações individuais, como o de MVP da temporada 2010/2011 do NBB CAIXA, de MVP das Finais do NBB CAIXA 2010/2011 e 2011/2012 e de MVP da Liga Sul-Americana, em 2010 e 2013.

Além disso, se aposentou como 4º maior cestinha de toda a história do NBB CAIXA, com 5.792 pontos anotados ao longo de 349 jogos.

+ Os 10 maiores cestinhas em playoffs

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio máster da CAIXA, os patrocínios da Budweiser, INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL, Açúcar Guarani, Ministério do Esporte e Governo Federal.