#JOGAJUNTO

Mais basquete / NBB CAIXA

March Madness:quem leva?

21-03-2019 | 04:58
Por Douglas Carraretto e Rodrigo Lazarini

Jogadores do NBB CAIXA com carreira na NCAA analisam disputas do March Madness 2019; Duke e Gonzaga lideram preferências

O mês de março é bastante especial em várias ligas do mundo, pois geralmente é quando os playoffs estão chegando e as disputas vão ficando mais quentes. No entanto, no basquete universitário norte-americano, esse mês é uma verdadeira loucura.

O “March Madness” é o torneio que reúne as 64 melhores universidades da primeira divisão da NCAA, a liga universitária dos Estados Unidos, para uma disputa de mata-mata com duração de menos de um mês. Loucura, não?  Não à toa, é um dos eventos mais assistidos em toda a América.

As disputas tiveram início no dia 19 de março e terá sua grande final no dia 08 de abril. Você poderá acompanhar tudo na tela da ESPN.

Para opinar sobre os favoritos do March Madness, convocamos os atletas do NBB CAIXA com carreira na primeira divisão da NCAA, sendo dez norte-americanos e dois brasileiros.

Dentre eles, três já disputaram o March Madness: JP Batista (Mogi das Cruzes/Helbor), Kyle Fuller (Corinthians) e Farad Cobb (Basquete Cearense).

As opiniões dos atletas apontaram um favoritismo das universidades de Duke, do fenômeno Zion Williamson, e Gonzaga, do japonês Rui Hachimura. Se liga nas análises:

JP Batista (Mogi das Cruzes/Helbor)

Universidade: Gonzaga University (NCAA D1)
Melhores médias: 19,2 pontos, 9,3 rebotes e 1,3 assistências (Senior Year)*

Participações no March Madness:
2005 – chegou à 2ª rodada
2006 – chegou até o Sweet 16 (oitavas de final)

Favorito: Gonzaga
MVP: Rui Hachimura (Gonzaga)

Análise: “Não posso ir contra a Universidade que eu defendi, né? Esse ano eles fizeram uma campanha incrível, conseguiram ser cabeça de chave de uma das regiões do March Madness e isso é muito importante. Há grandes chances de serem campeões e vou torcer muito por isso”.

Sobre jogar um March Madness: “É um orgulho muito grande jogar um March Madness. Lembro quando fui para os Estados Unidos, estava realizando um sonho de jogar lá e tinha uma missão na cabeça, que era usufruir ao máximo da estrutura. O March Madness é um torneio que faz os Estados Unidos parar completamente. A mídia, o público, todo mundo está assistindo, por isso é chamado de Loucuras de Março. É muito bom ver minha universidade como número 1 do país, aqui de longe estou torcendo, mas o orgulho é ainda maior quando vejo que fiz parte de um pedacinho dessa história”.

Kyle Fuller (Corinthians)

Universidade: Vanderbilt University (NCAA D1)
Melhores médias: 11,0 pontos, 3,7 rebotes e 4,2 assistências (Senior Year)

Participações no March Madness:
2011 – perdeu na 1ª rodada
2012 – chegou até a 2ª rodada

Favorito: Duke
MVP: Zion Williamson (Duke)

Análise: “Duke está jogando de uma forma muito unida, tanto que o slogan da equipe este ano é “The Brotherhood” (em português, “A irmandade”). Claro que Zion faz a diferença, tem um potencial atlético enorme, mas ninguém quer ser melhor que ninguém. Eles conseguem passar bem a bola e sempre quem está mais livre consegue finalizar, por isso ganharam tantos jogos esse ano. Se conseguirem manter essa mentalidade no Torneio, irão vencer”.

Sobre jogar um March Madness: “O sentimento de jogar o maior torneio universitário dos Estados Unidos é único, não tenho palavras para descrever. Você está jogando para toda e por toda a sua universidade. Seus professores, familiares, pessoas que já frequentaram a universidade estão torcendo por você. É o melhor sentimento do mundo, mas também o mais nervoso, porque a pressão é muito grande e o mundo inteiro está assistindo”.

Farad Cobb (Basquete Cearense)

Universidade: University of Cincinnati (NCAA D1)
Melhores médias: 10,7 pontos, 1,8 rebotes, 1,5 assistências (Junior Year)

Participações no March Madness:
2015 – chegou até a 2ª rodada
2016 – perdeu na 1ª rodada

Favorito: Gonzaga
MVP: Rui Hachimura (Gonzaga)

Análise: “Vou torcer pela minha universidade (Cincinnati) como sempre fiz, mas vai ser um caminho muito difícil. Sendo mais realista e menos torcedor, aposto em uma final entre Gonzaga e Tennessee, com Gonzaga sendo campeão”.

Sobre jogar um March Madness: “É um sentimento indescritível. As pessoas da sua universidade estão animadas, todo mundo só fala sobre o March Madness, todo os alunos vão aos jogos e apoiam seu time. É uma sensação única na vida”.

Renan Lenz (Paulistano/Corpore)

Universidade: Utah University (NCAA D1)
Melhores médias: 4,6 pontos, 2,2 rebotes em 11,3 minutos por jogo (Senior Year)

Favorito: Gonzaga 
MVP: Rui Hachimura (Gonzaga)

Análise: “Acredito que Gonzaga vem muito forte. Apesar de terem perdido o torneio de conferência, eles têm um time muito bom, com vários seniors e um pivô muito bom, por isso acho que Gonzaga será campeão. O MVP será o Rui Hachimura. Vamos ver… Michigan State é outra que vem muito forte. Duke também, mas acredito que eles vão fazer algum jogo ruim pelo caminho e vão perder”.

Shamell (Mogi das Cruzes/Helbor)

Universidade: University of San Francisco (NCAA D1)
Melhores médias: 12,6 pontos, 3,2 rebotes e 1,9 assistências (Senior Year)

Favorito: Gonzaga
MVP: Rui Hachimura (Gonzaga)

Análise: “Gonzaga tem um time mais completo e experiente. Eles têm um plantel de 10 ou 11 jogadores, que mesmo saindo do banco de reservas conseguem manter um alto nível em quadra. A experiência conta muito no College, e vale lembrar que Gonzaga chegou à final na temporada retrasada e perdeu, por isso acredito que vão conseguir fazer um bom Torneio esse ano e não vão cometer os mesmos erros”.

Zach Graham (Universo/Brasília)

Universidade: Ole Miss (NCAA D1)
Melhores médias: 14,2 pontos, 4,5 rebotes, 1,5 assistências (Senior Year)

Favorito: Duke
MVP: Zion Williamson (Duke)

Análise: “Zion parece um adulto no meio dos garotos. Mesmo quando ele precisa tomar decisões importantes durante o jogo, não tem medo de decidir. Além disso, Duke tem o melhor técnico da NCAA, que é o Coach K (Mike Krzyzewski). Ele é muito inteligente e dá total liberdade para seus jogadores. No geral a equipe tem o que precisa para vencer o título da NCAA”.

David Jackson (Sesi Franca Basquete)

Universidade: Penn State University (NCAA D1)
Melhores médias: 10,0 pontos e 3,0 rebotes (Senior Year) 

Favorito: Duke
MVP: Zion Williamson (Duke)

Análise: “Duke tem a chave do sucesso para vencer. Zion é um jogador que nunca foi visto no College, tem um potencial enorme e foi muito superior que os outros nesta temporada. O grupo está muito unido e todos sabem seus papéis na equipe”.

Evan Roquemore (Paulistano/Corpore)

Universidade: Santa Clara University (NCAA D1)
Melhores médias: 13,8 pontos, 3,1 rebotes e 5,3 assistências (Sophomore Year)

Favorito: North Carolina
MVP: Zion Williamson (Duke)

Análise: “North Carolina possui um bom grupo de Seniors*, já foram para diversos March Madness e sabem como se portar em jogos decisivos. Além disso, é o meu time favorito, então estou na torcida por eles. Mas tem Duke, que se chegar longe terá Zion Williamson como MVP.  Ficarei entre esses dois (North Carolina e Duke), mas torcerei por North Carolina”.

Kenny Dawkins (EC Pinheiros)

Universidade: Lamar University (NCAA D1)
Melhores médias: 15,2 pontos, 4,0 rebotes e 4,2 assistências (Senior Year)

Favorito: Duke
MVP: Zion Williamson (Duke)

Análise: “Para mim Duke vai vencer, pois possui um time excelente, que complementa o trabalho do Zion Williamson, que para mim será o MVP. Eles parecem estar na “fome” de conquistar um título e por isso acredito que eles vão levar esse March Madness”.

Jamaal Smith (Botafogo)

Universidade: The University of New Mexico (NCAA D1)
Melhores médias: 8,8 pontos, 2,1 rebotes e 1,8 assistências (Senior Year)

Favorito: Duke
MVP: Zion Williamson (Duke)

Análise: “Para mim, Duke será campeão. O time deles é muito forte, com Zion Williamson, que será o MVP. Duke tem um dos melhores técnicos do mundo (Coach K) e tem um elenco muito forte. São caras novos, mas com muita mobilidade, sendo que três deles podem estar entre os cinco primeiros do Draft da NBA, que são o Zion, RJ Barrett e o Cam Redish. Inclusive, Zion e Barrett são candidatos à primeira escolha do Draft. Então, se ninguém machucar no meio do caminho, eles serão os campeões”.

Ahmad Starks (Joinville/AABJ)

Universidade: University of Illinois (NCAA D1)
Melhores médias:12,1 pontos, 2,1 rebotes e 2,7 assistências (Sophomore Year)

Favorito: Duke
MVP: Zion Williamson (Duke)

Análise: “Acredito que Duke tem grandes chances por conta da união do grupo. Eles possuem três jogadores que serão escolhidos na primeira rodada do próximo Draft (Zion Williamson, RJ Barrett e Cam Redish), com destaque para o Zion, que é muito bom. Para mim, eles são os favoritos”.

Che Bob (Life Fitness/Minas)

Universidade: Colorado State University (NCAA D1)
Melhores médias: 9,9 pontos, 5,9 rebotes e 1,8 assistências por jogo (Sophomore Year)

Favorito: Duke
MVP: Zion Williamson (Duke)

Análise: “Duke possui um jogador chamado Zion, que é um fenômeno. Outro grande nome de destaque é o de RJ Barrett. Quando você tem as duas primeiras escolhas do próximo Draft da NBA fica um pouco mais fácil de vencer”.

*Expressões:

Sweet 16 (Oitavas de final)

Freshman (1º ano na Universidade)

Sophomore (2º ano na Universidade)

Junior (3º ano na Universidade)

Senior (4º ano na Universidade)

+Formato, estrelas, zebras e mais: saiba tudo sobre o March Madness na matéria da ESPN.com.br