#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

Mentalidadepositiva

11-05-2018 | 06:42
Por Liga Nacional de Basquete

Após vitória no Jogo 3, Flamengo visita Mogi neste sábado, tentado empatar a série e levar decisão ao Rio de Janeiro

O temido Flamengo mais uma vez passará por um teste de fogo no NBB CAIXA. Pela primeira vez na história da competição, o rubro-negro se viu perdendo uma série de playoffs por 2 a 0. Agora, depois de vitória no Jogo 3, a equipe carioca vai até o Ginásio Hugo Ramos enfrentar o Mogi das Cruzes/Helbor pela quarta partida, neste sábado (12/05), às 14 horas (de Brasília), com transmissão ao vivo da Band e dos Canais SporTV.

Depois de duas derrotas duras, 79 a 62 em Mogi e 88 a 74 no Rio, o Fla voltou a vida na série no Jogo 3. Com uma atuação absolutamente diferente das duas primeiras partidas, principalmente na defesa, o rubro-negro carioca limitou o ataque mogiano a apenas 64 pontos, terceira menor marca da equipe na temporada, e diminuiu a desvantagem no confronto para 2 a 1, com 71 pontos anotados.

+Confira a matéria completa do Jogo 3 da série entre Flamengo e Mogi

Em atuação defensiva de encher os olhos, o Flamengo venceu o Mogi no Jogo 3 e diminui a desvantagem na série semifinal (João Neto/LNB)

Os principais destaques do elenco comandado por José Neto foram Olivinha e Marquinhos. Enquanto o camisa 16 registrou mais um duplo-duplo na carreira, com 20 pontos e 13 rebotes, sendo oito ofensivos, o número 11 liderou o Fla ofensivamente, envolvendo todo o time, com 17 pontos anotados e oito assistências distribuídas (sua melhor marca nesta edição no quesito).

+Confira a matéria sobre Olivinha, grande destaque do Jogo 3

Mesmo após a grande atuação da última segunda-feira (7), o Flamengo enxerga mudanças necessárias para o Jogo 4. Se defensivamente a equipe teve uma atuação grandiosa, no ataque o Fla não manteve o mesmo nível. Segundo melhor ataque da competição, com média de 83,9 pontos por jogo, teve exatos 41,0% de aproveitamento nos 71 pontos anotados na partida.

“Ajustes em playoffs sempre são importantes. Nós acreditamos em uma adaptação, com estudo, do Mogi, em cima do nosso time, assim como nós fazemos com eles, então os ajustes sempre são necessários. É algo comum. Nós já fizemos alguns ajustes, que pretendemos colocar em prática neste Jogo 4, e agora é muito importante estarmos focados naquilo que temos que fazer. Acredito que desta forma nós conseguiremos chegar com bastante energia e com uma mentalidade positiva para vencer esta partida e depois pensar na sequência da competição”, declarou José Neto, técnico do Fla.

Caso vença e consiga levar a série de volta ao Rio de Janeiro, o Fla repetirá o feito realizado no NBB CAIXA 15/16. Na semifinal, também contra o Mogi, o rubro-negro carioca chegou para o Jogo 4 no mesmo Hugão perdendo por 2 a 1. Em um duelo de altíssimo nível e pra lá de emocionante, a equipe comandada por José Neto conseguiu a vitória, por 93 a 91, levou o quinto e último para o Tijuca Tênis Clube, e lá, voltou a vencer, por 79 a 75, levando o confronto e chegando a decisão para conquistar seu tetracampeonato consecutiva, diante do Sendi/Bauru Basket, também por 3 a 2.

Se tudo der certo para o rubro-negro carioca, o quinto e decisivo jogo da série já tem data marcada. Será na terça-feira (15), às 20 horas (de Brasília), na Arena Carioca 1, com transmissão ao vivo dos Canais SporTV.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, INFRAERO, Avianca, Nike, Penalty e Wewi e os apoios do Açúcar Guarani e do Ministério do Esporte.