#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

O segredo do mestre

12-04-2019 | 12:52
Por Liga Nacional de Basquete

Perto de marca histórica, Olivinha dá segredo para dominar rebotes antes de clássico contra Corinthians: “não precisa ser o mais alto”

A estreia do Flamengo nos playoffs do NBB CAIXA 2018/2019 tem tudo para ser marcante para Olivinha. Ídolo da nação rubro-negra, o ala/pivô pode se tornar o primeiro atleta em todos os tempos a chegar aos 3.000 rebotes na história da competição. O que falta para isso acontecer? Só um rebote.

A marca pode ser alcançada já neste sábado (13/04), no primeiro duelo da série de quartas de final contra o Corinthians, que será no Ginásio Wlamir Marques, às 14 horas, com transmissão ao vivo da Band.

+Garanta seus ingressos para a série Flamengo x Corinthians

“Fico muito feliz em atingir essa marca de 3.000 rebotes. Sempre foi uma característica do meu jogo, brigar por todos os rebotes, e acho que estou conseguindo fazer bem esse papel. Esse número só me motiva cada vez mais a continuar trabalhando duro todos os dias, para que eu consiga cada vez mais rebotes e ajude o Flamengo a sair com as vitórias. Tenho muito orgulho em ser o maior reboteiro do NBB e espero continuar pegando cada vez mais rebotes para ampliar essa marca”, declarou Olivinha, tetracampeão do NBB CAIXA pelo Flamengo.

+As torcidas, títulos, ídolos e mais: tudo sobre Flamengo x Corinthians

Olivinha é o maior reboteiro da história do NBB CAIXA e será o primeiro a completar 3.000 (Ricardo Bufolin/ECP)

Não bastasse ser o maior reboteiro da história, Olivinha ainda tem uma vantagem de mais de 500 rebotes para o segundo colocado no ranking, que curiosamente é jogador do Corinthians: o experiente pivô Shilton, com 2.474 sobras na carreira no NBB CAIXA.

+Tem Olivinha na lista: veja quem são os recordistas dos playoffs do NBB CAIXA

Além de líder em rebotes totais, ele é também o dono da maior média geral no fundamento (considerando somente atletas com mais de uma temporada), com 7,75 por partida, e o jogador que mais registrou duplos-duplos na história do NBB CAIXA, com 117, o que até lhe rendeu o apelido de “Mr. Duplo-Duplo”.

São mais de 500 rebotes de vantagem para o 2º colocado: Olivinha sobra na liderança do ranking geral (João Pires/LNB)

Mas, afinal, qual é o segredo de Olivinha para pegar tantos rebotes? Posicionamento? Disposição? Um pouco de tudo. No entanto, é necessário também um pouco de imaginação.

“Antes de mais nada, acredito muito que sem raça, determinação, disposição, você não vai chegar a lugar nenhum e felizmente isso não falta no meu jogo. Venho fazendo isso durante toda a minha carreira e vem dando muito certo”, disse Olivinha, que completou:

“Para pegar os rebotes você não precisa ser o mais forte, mais alto, mais atlético, nada disso. Você precisa saber se posicionar, ter um bom tempo de bola e também uma imaginação muito boa, para poder antecipar aonde a bola vai cair após o arremesso e se posicionar da melhor forma para buscar o rebote”, acrescentou o “Deus da Raça” do Flabasquete.

Vice-líder da fase de classificação (22 vitórias e 4 derrotas), o Flamengo se classificou direto às quartas de final e aproveitou a pausa das oitavas para intensificar a preparação para sua estreia nos playoffs.

Agora, o rival será o Corinthians, sétimo na fase de classificação, que venceu uma dura série melhor de três nas oitavas de final contra o Universo/Brasília (2 a 1), e avançou às quartas logo em seu primeiro ano no NBB CAIXA.

“Nos preparamos muito bem nessas duas semanas em que ficamos esperando pelo nosso adversário. Estamos prontos para essa série contra o Corinthians, que sem dúvida nenhuma vai ser muito dura. Estamos esperando jogos difíceis, mas acredito que temos muita qualidade e estamos confiantes que podemos fazer uma boa série”, contou Olivinha.

+Histórico dos times, dados e recordes: veja as Curiosidades das quartas de final

Sobre o clássico contra o clube de Parque São Jorge, o camisa 16 do Flamengo admitiu que existirá um clima de rivalidade e que espera por uma grande série.

“Será um clima de muita rivalidade por conta do histórico das duas equipes, que logicamente se enfrentaram muito nos campos, e agora se enfrentam em um playoff nas quadras de basquete. Sem dúvida tem todos os ingredientes para que seja uma grande série”, finalizou o Mr. Duplo-Duplo.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio máster da CAIXA, os patrocínios da Budweiser, INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL, Açúcar Guarani, Ministério do Esporte e Governo Federal.

Calendário da série

– Flamengo (2º) x Corinthians (7º)

Jogo 1 – 13/04 (sábado), às 14 horas, no Ginásio Wlamir Marques, em São Paulo – ao vivo na Band
Jogo 2 – 17/04 (quarta-feira), às 20 horas, no Ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro – ao vivo no Fox Sports
Jogo 3 – 20/04 (sábado), às 14 horas, no Ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro – ao vivo na Band
Jogo 4* – data e hora a definir, no Ginásio Wlamir Marques, em São Paulo
Jogo 5* – data e hora a definir, no Ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro

*Se necessário