#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

#Retrospectiva: 18 momentos de 2018

31-12-2018 | 03:17
Por Liga Nacional de Basquete

Jogo das Estrelas espetacular, partidas épicas, NBB CAIXA multiplataforma e mais: confira os 18 principais acontecimentos do basquete brasileiro em 2018

O ano de 2018 chegou ao fim com um saldo extremamente positivo para o basquete nacional. Outra edição do Jogo das Estrelas espetacular, Paulistano campeão inédito, chegada do Corinthians à elite e NBB multiplataforma foram apenas alguns dos elementos que fizeram os últimos 365 dias marcantes para o esporte da bola laranja.

Então para você relembrar tudo o que de melhor aconteceu no basquete brasileiro, o site da LNB preparou uma retrospectiva especial com os 18 fatos mais marcantes do ano. Confira abaixo:

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio máster da CAIXA, os patrocínios de INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL, Açúcar Guarani, Ministério do Esporte e Governo Federal.

#1 – Aposentadoria de Marcelinho Machado e homenagem de Kobe Bryant (18 de março)

O primeiro grande momento de 2018 foi o Jogo das Estrelas 2018. Nele, diversas ações e atividades abrilhantaram esse evento que, pelo segundo ano consecutivo, levou mais de 10 mil pessoas ao Ginásio do Ibirapuera e marcou época no esporte brasileiro.

No entanto, esse tópico é dedicado à lenda Marcelinho Machado, que participou de seu último Jogo das Estrelas na carreira. Em ação realizada pela Nike, o ídolo rubro-negro recebeu uma linda homenagem, com um tênis personalizado e um vídeo para lá de especial.

+Relembre e veja detalhes sobre a homenagem de Marcelinho

O vídeo, talvez, tenha sido a cereja do bolo, já que se tratava de uma mensagem de ninguém menos que o astro Kobe Bryant, ex-Los Angeles Lakers (NBA), um dos maiores jogadores da história do basquete mundial. Confira:

“Machado, só quero dizer parabéns pela sua carreira fenomenal. Sei como deve estar se sentindo agora, uma mistura de tristeza, mas também animação pelo que está por vir. Tudo o que você fez pelas crianças, você ofereceu a elas oportunidades e inspiração, tenho certeza que isso só continua. E você ganha, ganha muito tempo para passar ao lado dessa linda família, ‘olá pessoal!’. Muita sorte, meu irmão. Espero que possa fazer alguns camps e clínicas com você para ensinar essas crianças a serem os próximos você ou eu, e até mesmo melhores que isso! Máximo respeito por você, Machado. Máximo respeito…”, disse Kobe Bryant.

#2 – Jogo das Estrelas 2018: espetáculo dentro de fora das quadras (18 de março)

Como dito na introdução do tópico anterior, o Jogo das Estrelas 2018 marcou época no esporte brasileiro mais uma vez. Com inúmeras ativações de patrocinadores na área externa do Ibirapuera, muita música e basquete, o evento foi completo por inteiro.

Dentro de quara, os torneios individuais deram início às atividades. O pivô Murilo Becker (Vitória) foi o campeão do Desafio de Habilidades, Rafael Hettsheimeir (Bauru) conquistou o Torneio dos 3 Pontos, e o voador Gui Bento (Pinheiros) faturou o troféu do Torneio de Enterradas.

O duelo NBB Brasil e NBB Mundo também foi especial. No intervalo do jogo, o show do cantor Thiaguinho foi um dos ápices da festa. O artista contou com a presença do amigo Péricles e fez a festa com o público presente no Ibirapuera, com direito até à aparição de Leandrinho Barbosa no palco.

+Que dia, que isso: relembre o show de Thiaguinho no Jogo das Estrelas 2018

O desfecho da festa não poderia ser melhor. O NBB Brasil ganhou a partida sobre o NBB Mundo, por 130 a 121, e finalizou o evento com chave de ouro. O troféu de MVP da partida festiva ficou nas mãos de um dos atletas mais queridos da torcida: o pivô Anderson Varejão (Flamengo), que fez um duplo-duplo de 18 pontos e 15 rebotes (30 de eficiência).

+Relembre: Varejão exalta NBB após prêmio de MVP do Jogo das Estrelas 2018

#3 – Bola épica de Paulinho Boracini (22 de março)

 A semana seguinte do Jogo das Estrelas 2018 teve um momento ainda mais marcante – talvez uma das mais épicas jogadas não só do NBB CAIXA, mas de todo o basquete mundial.

No duelo entre Basquete Cearense e Sendi/Bauru, o armador Paulinho Boracini, do Carcará, teve dois lances livres à disposição quando seu time perdia por três pontos, restando dois segundos para o fim do jogo, Paulinho foi para a linha do lance livre depois de sofrer falta.

+PQPaulinho: inspiração em Huertas motivaram jogada do “rei das bolas impossíveis”

Depois de converter o primeiro tiro, o jogador só tinha uma saída para conseguir a virada: errar propositalmente o segundo arremesso e para forçar a disputa pelo rebote. Foi aí que a mágica aconteceu.

Paulinho jogou a bola na lateral do aro e correu para buscá-la na zona morta. Em um passe de mágica, ele pega ela, arremessa sem ângulo, fortemente marcado por Alex Garcia, e converte a bola magistral que dá a vitória ao Basquete Cearense no estouro do cronômetro.

A jogada viralizou, rodou o mundo e tomou conta das redes sociais dos mais renomados perfis esportivos do planeta, como ESPN Americana, SportsCenter, Bleacher Report, House Of Highlights, Slam Online, NBC Sports, entre outros…

#4 – Duda Machado repete façanha de Boracini (10 de abril)

Aquele velho ditado que diz que “um raio não cai duas vezes no mesmo lugar” certamente não se aplica para o NBB CAIXA. Para os que acharam que a jogada de Paulinho Boracini era impossível de ser repetida, Duda Machado mostrou que estavam enganados.

No Jogo 4 das oitavas de final entre Bauru e Vasco, na Arena Carioca 1, o Gigante da Colina vencia por 103 a 100 restando seis segundos para o fim. O Dragão, através de Duda, teve dois lances livres à disposição. O jogador converteu o primeiro (103 a 101) e tomou a decisão de repetir o feito de Paulinho no segundo. O resultado? Esse aí:

Curiosamente, Duda Machado atuava pelo Bauru, clube que sofreu a bola de Paulinho Boracini três semanas antes. Agora, o mesmo Duda defende as cores do Vasco, equipe que acabou eliminada dos playoffs do NBB CAIXA por conta da mágica feita por seu atual camisa 10.

+Relembre: Duda admitiu inspiração em Boracini em jogada mágica

O mais interessante é que, como as duas jogadas aconteceram em períodos próximos, as redes sociais foram tomadas pela seguinte questão: qual foi a melhor: a do Paulinho ou a do Duda? O que rolou também foi a tentativa de batizar a jogada: Dudacini? BoraDuda? Teve tanto nome engraçado… A única certeza é: a repercussão não poderia ter sido melhor!

#5- Recorde Sarasate (11 de abril)

Basquete Cearense e Pinheiros entravam em quadra pelos playoffs do NBB CAIXA para, além de decidir uma vaga na próxima fase, bater o recorde de público do ano no NBB CAIXA.


Ao todo, 8.115 pessoas estiveram presentes no Ginásio Paulo Sarasete para presenciar, após cinco temporadas, a primeira vitória em playoffs do Basquete Cearense no NBB CAIXA. Na ocasião, o time de Fortaleza empurrado por mais de 8 mil vozes derrotou o Pinheiros pelo placar apertado de 64 a 63 e fechou a série em 3 a 1.

#6 – Batalha de Cajazeiras (12 de abril)

Na temporada 2017/2018 do NBB CAIXA, Universo/Vitória e Life Fitness/Minas realizaram, no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras, uma das partidas mais emocionantes de playoffs dos últimos anos.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

▶ Segura a respiração e aperta o play para ver como foi o resumo desse jogo ÉPICO entre @minasstorm e @universovitoriaoficial. #PlayoffsNBB #NBB10

Uma publicação compartilhada por NBB CAIXA (@nbb) em

No último jogo da série melhor de cinco, uma partida emocionante se desenhou no decorrer do duelo e, com 14 trocas de lideranças, as equipes duelaram até o final e só encerraram o confronto na terceira prorrogação – feito inédito em playoffs do NBB CAIXA.

Com o estouro do cronômetro após três longas prorrogações, o triunfo ficou para o time mineiro pelo placar de 117 a 111.

#7 – Paulistano campeão inédito do NBB CAIXA (02 de junho)

O NBB CAIXA 2017/2018 teve um campeão inédito: o Paulistano/Corpore. Com grande campanha na fase de classificação e nos playoffs, o time comandado por Gustavo De Conti, hoje no Flamengo, conquistou com louvor e de forma inédita o título de campeão do NBB CAIXA.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

🏆🚩 #AntecipeOFuturo

Uma publicação compartilhada por NBB CAIXA (@nbb) em

O caminho para a conquista foi árduo e de muita luta. Na primeira fase da competição, o time paulista terminou com campanha de 24 vitórias em 28 jogos (2º colocado, com 85,7% de aproveitamento).

Nos playoffs, o CAP, nas quartas de final, passou por Basquete Cearense (3 a 1) e, nas semifinais, pelo Sendi/Bauru Basket (3 a 2).

O adversário na finalíssima foi o Mogi das Cruzes/Helbor. Na ocasião, após quatro jogos, o time alvirrubro encerrou a série final em 3 a 1 e se sagrou campeão do NBB CAIXA pela primeira vez em sua história.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

O momento mais esperado da temporada! 🙌🏿🏆🎉 . #PaulistanoCampeão #FinaisNBB

Uma publicação compartilhada por NBB CAIXA (@nbb) em

#8- Liga Ouro, 4 prorrogações e um jogo épico (20 de junho)

A luta por uma vaga no NBB CAIXA foi muito acirrada na última edição da Liga Ouro. Foi com esse cenário que o fã de basquete viu uma das partidas mais emocionantes dos últimos anos no basquete nacional.

No dia 20 de junho de 2018, São José e Corinthians realizarão uma partida histórica, com quatro prorrogações e 60 minutos de basquete. Na ocasião, o time alvinegro venceu o duelo, fora de casa, no Ginásio Lineu de Moura, por 122 a 115, e abriu 2 a 1 na série melhor de cinco jogos.


#9 – Corinthians campeão Liga Ouro (22 de junho)

Após 22 anos sem uma equipe de basquete masculino profissional, o Corinthians reativou seu time de basquete em 2018 e, logo no primeiro ano, já começou com o pé direito e se tornou campeão da Liga Ouro 2018 – competição que dá acesso ao NBB CAIXA.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Bem-vindo de volta à elite do basquete brasileiro, @sccorinthians.basquete! 🏆🎉 . #CorinthiansCampeão

Uma publicação compartilhada por NBB CAIXA (@nbb) em

O caminho até o título foi duro e, na primeira fase, a equipe do Parque São Jorge superou as adversidades e ficou na primeira colocação da Liga Ouro, com campanha de 14 vitórias em 16 jogos na fase de classificação.

Nos playoffs, o Corinthians encarou na fase semifinal o Macaé, do Rio de Janeiro, e venceu a série por 3 a 1. Já na finalíssima, o alvinegro bateu o São José após quatro jogos de extrema dificuldade e, dessa forma, garantiu o acesso a elite do basquete nacional.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

@sccorinthians.basquete levanta a taça!! Título da #LigaOuro e vaga garantida no #NBB11 🏀🏆

Uma publicação compartilhada por NBB CAIXA (@nbb) em

#10 – Participação especial no Reality Show Gastronômico da Band (04 de setembro)

No dia 04 de setembro, foi ao ar na Band um episódio do maior Reality Show Gastronômico do país com a participação de atletas do NBB CAIXA.

O programa foi gravado no Ginásio Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes (SP), e contou com a participação de jogadores, membros de comissões técnicas dos times e árbitros da principal competição do basquete brasileiro.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Aquele jantar pós-jogo de respeito! 🍽👀

Uma publicação compartilhada por NBB CAIXA (@nbb) em

 Na maior prova da história do programa, os 14 cozinheiros profissionais foram divididos em duas equipes e tiveram que cozinhar para um total de 350 pessoas, incluindo os gigantes do NBB CAIXA, que durante a preparação dos pratos disputaram uma partida no melhor estilo Jogo das Estrelas na quadra do Hugão.

Tudo que envolve o NBB CAIXA tem emoção, até uma disputa gastronômica. Com os votos contados, o ala Gui Deodato teve a missão de revelar aos cozinheiros qual equipe tinha vencido, com uma enterrada do lado do time vencedor. Depois de ir e voltar dos dois lados, criando um clima dramático, Gui deu a cravada do lado do time amarelo, que explodiu de alegria e fez a festa com os jogadores.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

@guideodato9 com a jogada da noite! 👀🏀🍽

Uma publicação compartilhada por NBB CAIXA (@nbb) em

#11 – NBB CAIXA é multiplataforma (01 de outubro)

Momento histórico para o basquete brasileiro! No evento de lançamento do NBB CAIXA 2018/2019, realizado dia 01 de outubro, no Club Athletico Paulistano, em São Paulo (SP), foi anunciado que a 11ª edição do campeonato teria seis plataformas de transmissões ao vivo, algo jamais visto na história da modalidade no país.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Era transmissão do #NBB que vocês queriam, @s? 😏 #VcNuncaViuNadaIgual #NBBnoFacebook #NBBnaESPN #NBBnoTwitter #NBBnaBandSports #NBBnaFoxSports #NBBnaBand

Uma publicação compartilhada por NBB CAIXA (@nbb) em

 Ou seja, partidas do NBB CAIXA ao vivo em seis dos sete dias da semana, de segunda a sábado. Ficou definido assim: no Facebook às segundas, na ESPN às terças, Twitter nas quartas, BandSports nas quintas, FoxSports nas sextas e nos sábados ao vivo na tela da Band – um aumento intenso de exposição em relação aos anos anteriores.

“O NBB oferecerá algo inédito para o fã do esporte. Essa multiplataforma se destaca pela descentralização do conteúdo e pelo ineditismo em sua variada forma de distribuição. A LNB mais uma vez se posiciona de forma pioneira no mercado democratizando o basquete para a população brasileira e internacional”, palavras do presidente da LNB, na época, João Fernando Rossi.

Toda essa inovação ajuda a entender o slogan da competição: você nunca viu nada igual!


#12 – Flamengo disputa amistoso com Orlando Magic, da NBA (05 de outubro)

No começo de outubro, o Flamengo teve uma grande experiência internacional. O time rubro-negro enfrentou o Orlando Magic, da NBA, no Ginásio Amway Center, em Orlando, na Flórida (EUA), em partida de pré-temporada da maior liga de basquete do mundo.

O resultado não foi positivo, 119 a 82 para o Magic, mas a experiência de encarar uma equipe da NBA e ajudar na preparação para a temporada com certeza foi benéfica.

 

 Os grandes nomes do Flamengo foram o pivô Anderson Varejão, com duplo-duplo de 14 pontos e 12 rebotes, e o ala Marquinhos, cestinha da equipe com 19 pontos, além de seis rebotes.

Já no Orlando Magic, o grande destaque ficou por conta do ala Aaron Gordon, que foi responsável por 29 pontos e oito rebotes, além do pivô Nikola Vucevic, com  21 pontos e sete rebotes.

#13 Premiação Sergio Domenici como gestor do ano (22 de novembro)
O trabalho de gestão da Liga Nacional de Basquete (LNB) foi reconhecido novamente em 2018. Desta vez, pela figura do Superintendente da entidade, Sérgio Domenici, que foi eleito o Gestor do Ano do IV Prêmio Sou do Esporte.

Sérgio Domenici recebeu o prêmio ao lado de seus companheiros de LNB: Paulo Bassul (Gerente Técnico), Kouros Monadjemi (Vice-presidente) e Alvaro Cotta (Gerente de Marketing)

Domenici assumiu a gestão da LNB desde sua criação, há pouco mais de dez anos. Durante este período, participou diretamente de todas as etapas de crescimento da entidade, como a implantação dos departamentos administrativo e financeiro, técnico, de comunicação e marketing.

+ Mais detalhes do prêmio conquistado por Sergio Domenici

Formado em Administração de Empresas com ênfase em Gestão de Esportes, Domenici está há 25 no segmento esportivo, tendo trabalhado para o Banco do Brasil junto à Confederação Brasileira de Voleibol, Secretaria de Estado de Esportes de Minas Gerais, COB, Clube Atlético Mineiro e Minas Tênis Clube.

#14 – Pinheiros é campeão da LDB pela segunda vez (02 de dezembro)

O EC Pinheiros foi o grande campeão da LDB 2018 – o segundo título da equipe, que já havia vencido em 2015. Após um início com oscilação, o clube da capital paulista trabalhou forte e evoluiu nas etapas finais, até conquistar o título em cima do maior rival, o Paulistano/Corpore, fora de casa, por 81 a 61.

+Estatísticas, fotos e matéria da final da LDB 2018

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

👉 Confira a galeria com fotos iradas do Bicampeonato do @ecpinheiros na #LDB2018! 🏆🔥

Uma publicação compartilhada por NBB CAIXA (@nbb) em

 O grande destaque da equipe comandada pelo técnico David Pelosini foi o armador Felipe Ruivo, de 20 anos. O jogador, que já integra o elenco profissional do clube, participou apenas da etapa final da LDB 2018, mas mostrou seu impacto nas partidas com médias expressivas: 20,2 pontos, 6,2 rebotes, 7,6 assistências e 26,4 de eficiência nas cinco partidas da fase final.

+Felipe Ruivo, o MVP da experiência

Na moralizadora vitória pinheirense sobre o rival Paulistano na final, por 81 a 61, o armador colocou a bola debaixo do braço e foi autor de 19 pontos, nove rebotes, sete assistências e 27 de eficiência, números que renderam a ele o prêmio de MVP (Jogador Mais Valioso) da decisão.

#15 Kouros volta a ser presidente da LNB (06 de dezembro)

Em Assembleia Geral Ordinária foi realizada a votação para eleição do novo Presidente, Vice-Presidente e demais membros titulares e suplentes do Conselho Fiscal no próximo biênio (2019/2020). Os representantes dos clubes filiados ativos à LNB elegeram Kouros Monadjemi, como presidente do próximo ciclo, com Nilo Guimarães, atual Secretário de Esportes de Mogi das Cruzes, como vice.

Nilo Guimarães (à esq.) e Kouros Monadjemi (à dir.) serão vice e presidente da Liga Nacional de Basquete no próximo biênio (Divulgação/LNB)

Kouros foi um dos grandes responsáveis pela criação da Liga Nacional de Basquete e foi presidente da entidade entre 2008 e 2012. Ao longo dos anos, o executivo teve grande participação bas parcerias com a Rede Globo, Ministério do Esporte e NBA, tão importantes para a consolidação da entidade, entre tantas outras.

+ Mais detalhes sobre a última eleição para presidente da LNB

Kouros Monadjemi, de 72 anos, possui duas graduações, Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais e Economia pela Universidade de Bruxelas (BEL), além de um MBA (Master Business Administration) realizado na Universidade de Columbia, em Nova York (EUA).

#16 – Franca conquista a Liga Sul-Americana após 27 anos (15 de dezembro)

O Sesi Franca Basquete encerrou um tabu de 27 anos sem título continental e foi campeão da Liga Sul-Americana 2018. Em Córdoba, na Argentina, o time francano bateu o Instituto (ARG), por 94 a 90, e fechou a série final em 2 a 1, garantindo uma vaga para a Liga das Américas 2019, a Libertadores do basquete.

A conquista francana deixa em evidência a hegemonia brasileira na competição: nas últimas seis edições, cinco títulos ficaram com equipes do Brasil. Este foi o sétimo título continental do Franca, atrás apenas do Esporte Clube Sírio (SP), com oito. 

+Mais detalhes da conquista francana

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Solta o grito de CAMPEÃO, @sesifrancabasquete! 🎉🏆 . #LSB2018

Uma publicação compartilhada por NBB CAIXA (@nbb) em

 Com 16 pontos, seis assistências e participação crucial na reta final da partida, o ala norte-americano David Jackson foi eleito o MVP das Finais do torneio. O jogador teve média de 13,3 pontos, 4,3 rebotes e 2,67 assistências por jogo, com aproveitamento de 56% nos arremessos de quadra por partida na série melhor de três.

#17 Criação da Copa Super 8

O NBB CAIXA teve uma grande novidade para a temporada 2018/2019: a Copa Super 8. O torneio reuniu os oito primeiros colocados do primeiro turno e movimentou o final de ano do basquete nacional.

Disputado em partidas eliminatórias, sempre com a equipe de melhor campanha jogando em casa, o torneio foi disputado entre os dias 22 e 29 de dezembro. Além de valer um troféu, a competição ainda teve como prêmio uma vaga na Liga das Américas da próxima temporada.

Para esquentar a grande novidade da temporada, o departamento de comunicação também promoveu uma ação inédita: uma live no Facebook com participação de quatro comentaristas de diferentes plataformas que transmitem o NBB CAIXA. Estiveram na mesa, a repórter Giovanna Terezzino (NBBnaWEB) e os comentaristas Bruno Laurence (NBBnaWEB), Danilo Castro (Band e BandSports), Eduardo Agra (ESPN) e Cláudio Mortari (FoxSports).

#18 Flamengo campeão do Super 8 (29 de dezembro)

O Super 8 teve grandes jogos e muito público nos ginásios. Em formato de cruzamento olímpico, o torneio teve os seguintes confrontos na primeira fase: Sesi Franca (1º) x São José (8º), Pinheiros (2º) x Botafogo (7º), Flamengo (3º) e Minas (6º) e Mogi (4º) x Paulistano (5º). Já as semifinais foram disputadas entre Franca x Paulistano e Flamengo x Botafogo. Com a vantagem do mando de quadra, Franca e Flamengo venceram suas partidas e fizeram a grande decisão.

+ Confira estatísticas, fotos e vídeos da decisão do Super 8 entre Franca e Flamengo

Mesmo diante de um Pedrocão completamente lotado, o time carioca se mostrou superior e venceu a partida por 79 a 75 para se tornar o primeiro campeão da Copa Super 8 do NBB CAIXA. Além do troféu, o clube da Gávea ainda ficou com a vaga na Liga das Américas na próxima temporada.

Nos três jogos vencidos pelo Flamengo, Marquinhos teve médias de 20,3 pontos, 4,6 rebotes e 3,6 assistências e foi eleito o MVP do Super 8. Sua melhor atuação foi nas quartas de final, diante do Minas, com 29 pontos e sete rebotes. Já na decisão, ele teve 15 pontos e sete rebotes.

Marquinhos recebeu o troféu de MVP das mãos de Kouros Monadjemi, presidente da LNB (João Pires/LNB)