#JOGAJUNTO

Mais basquete

Vale seu voto

05-12-2017 | 03:54
Por Liga Nacional de Basquete

História espetacular envolvendo duas escolas da Paraíba comove o mundo e concorre ao Prêmio Laureus 2017, considerado o ‘Oscar do Esporte’; confira como votar

A história das duas escolas da Paraíba que comoveu o mundo está na disputa do Melhor Momento do Esporte do Ano, do Prêmio Laureus 2017, considerada a premiação de maior renome no mundo esportivo. O vencedor será conhecido apenas em 2018, quando a premiação acontecer em Mônaco, porém a votação vai até o fim deste ano. Para votar nesta e em outras categorias, basta acessar o site do prêmio.

Atletas da equipe de basquete sub-14 da Escola Municipal de Caiçara (José Edson Francisco/Divulgação)

Em setembro deste ano, ao vencer os Jogos Estaduais da Paraíba, na categoria de 12 a 14 anos, a Escola Municipal João Alves de Carvalho, de Caiçara (PB), desistiu da vaga obtida para os Jogos Escolares da Juventude, que aconteceria em Curitiba (PR), devido à falta de recursos financeiros para a viagem. Porém, o colégio particular Motiva, vice-campeão, que até então herdaria a vaga, foi responsável por organizar uma campanha de arrecadação de fundos para que o ‘rival’ participasse sim do campeonato na capital paranaense.

A princípio, o Governo da Paraíba havia se comprometido a financiar passagens de avião de todas as escolas públicas que se classificassem para a competição em Curitiba. Porém, a poucos dias da viagem, o Governo mudou de discurso e avisou que se comprometeria apenas a pagar passagens de ônibus, o que resultaria em uma viagem de três dias para os jovens, de Caiçara à Curitiba, tanto de ida, quanto de volta.

Brasília Búfalos

Com isso, o técnico da Escola Municipal de Caiçara, José Edson Francisco, comunicou a desistência da viagem para Adriano Lucena, técnico do Motiva, que se reuniu com os pais dos alunos de seu colégio e discutiram a respeito. Tarik Pereira, pai de um dos alunos do Motivo, foi um dos que encabeçaram a campanha, abrindo uma conta com meta de arrecadar 6 mil reais no mínimo.

Tarik Pereira, um dos organizadores da campanha, e seu filho, atleta da equipe sub-14 de basquete do Colégio Motiva (Arquivo pessoal)

“O projeto de Caiçara salva vidas e eles iriam desistir da viagem por causa da falta de condições. Isso seria um absurdo. Iniciamos a campanha e ela ganhou o país. Recebemos dinheiro de todo o Brasil. Entraram depósitos do Rio de Janeiro e de São Paulo que a gente simplesmente não sabe de quem é”, declarou Tarik Pereira, pai de um dos alunos do Motivo e um dos organizadores da campanha, em entrevista ao globoesporte.com.

Logo de cara a história se espalhou e mais de 30 mil reais foram arrecadados pela campanha. Com isso, todo elenco da Escola Municipal de Caiçara teve as passagens de avião de ida e volta, alimentação e hospedagem custeadas na capital paranaense, e participou dos Jogos Escolares da Juventude.

“Já tínhamos jogado a toalha. Mas aí eles me disseram… Organize o seu time que vocês vão viajar. Para mim, essa é a prova maior de que o esporte é muito mais do que apenas um jogo”, disse José Edson Francisco, técnico da Escola Municipal de Caiçara, em entrevista ao globoesporte.com.

Agora, com a história tendo tomado proporções mundiais, os responsáveis por esse incrível gesto de solidariedade, amor ao próximo e amor ao esporte poderá ser premiado em um dos palcos mais nobres do esporte, que já contou com a presença dos brasileiros Pelé, Ronaldo, Bob Burnquist e Daniel Dias.