#JOGAJUNTO

Mais basquete / NBB

Os alasdo Camp

19-02-2020 | 04:44
Por Liga Nacional de Basquete

Inspiração, estilo de jogo e experiências: conheça os nove alas do grupo de 25 jogadores do Nike Elite NBB Camp

O momento de conhecermos um pouco mais dos 25 atletas sub-17 do Nike Elite Camp 2020, organizado pela Liga Nacional de Basquete e Nike, na sede do Sport Club Corinthians Paulista, em São Paulo (SP). 

Os apresentados de hoje serão os nove alas do grupo de 25 jogadores que participam do Camp. Entrevistados, os jogadores comentaram sobre os nomes em que se inspiram, características de jogo e a sensação de serem selecionados para o Camp. Confere aí!

João Víctor “Shaw”

Nome: João Víctor Scopel de Oliveira

Cidade de Origem: Caxias do Sul (RS)

Posição: Ala-armador

Altura: 1,94

Clube: Sociedade Esportiva Palmeiras 

João Víctor, ao centro, se inspira em Marquinhos (Willian Oliveira/LNB)

INSPIRAÇÃO: Estou me inspirando bastante no Marquinhos. Acho que ele é um jogador que até hoje, na carreira dele, sempre procurou bons arremessos e foi um bom finalizador – eu gosto muito disso. Ele mantém o mesmo nível e eu espero que ele não se aposente tão cedo porque gosto muito de ver o jogo dele. 

COM QUEM SE PARECE: Me comparo ao jogo do Marquinhos mesmo. Me inspiro bastante nele e é um dos jogadores que eu mais gosto de ver jogar no NBB.

SOBRE A EXPERIÊNCIA: Foi uma ótima notícia, na verdade. Trabalho todos os dia para conseguir dar o meu máximo e ver que todos esses atletas com quem eu já convivia, pelo menos um pouco, estão tendo o trabalho reconhecido. É uma sensação maravilhosa e eu espero que tenhamos uma ótima semana.

Varley Maronezi

Nome: Varley Augusto Maronezi 

Cidade de Origem: Limeira (SP)

Posição: Ala-armador

Altura: 1,90 

Clube: Paulistano

Varley, no canto esquerdo, se inspira em Paul George (Willian Oliveira/LNB)

INSPIRAÇÃO: Minha maior inspiração no basquete é o Paul George, que joga na NBA, porque gosto muito da defesa dele e do modo que ele ataca.

COM QUEM SE PARECE: Na NBA me comparo muito com o Klay Thompson por causa do chute e da defesa dele. Já no NBB gosto muito do aposentado Marcelinho Machado por causa do bom chute que ele tinha.

SOBRE A EXPERIÊNCIA: Estou gostando muito do Camp desde o começo. É uma boa iniciativa do NBB e da LNB porque esse trabalho com a base é o que pode trazer bons futuros para o adulto.

Mateus Gomes

Nome: Mateus de Oliveira Gomes

Cidade de Origem: Rio de Janeiro

Posição: Ala/ Ala-armador 

Altura: 1,95

Clube: Paulistano 

Com características defensivas, Mateus Gomes se compara ao estilo de jogo de Jimmy, do Franca (Willian Oliveira/LNB)

INSPIRAÇÃO: Minha inspiração é o Marquinhos. É um jogador que está há muito tempo na liga, além de ser um cara que consegue se manter em alto nível e jogando em diversas posições. Me inspiro muito nele.

COM QUEM SE PARECE: Gosto muito do Jimmy, do Franca. Ele é um cara bem intenso, que marca e tem um papel muito importante no time. Me inspiro no jogo dele e acho que tenho essa parte da defesa também, então me comparo bastante com ele.

SOBRE A EXPERIÊNCIA: É uma honra gigante estar no Camp. Trabalhamos todos os dias nos clubes para poder ter essa oportunidade e graças a Deus conseguimos. Agora vou continuar trabalhando. Estou adorando o Camp. Vários jogadores diferentes de vários lugares diferentes que tenho a oportunidade jogar contra e aprender mais do jogo com eles. Isso agrega no nosso basquete e é uma experiência incrível.

João Victor Pereira

Nome: João Victor Martins Pereira 

Cidade de Origem: Rio do Sul (SC)

Posição: Ala-armador 

Altura: 1,90

Clube: Chapecó SC

João Victor se inspira em Georginho, sensação desta edição do NBB CAIXA (Willian Oliveira/LNB)

INSPIRAÇÃO: Minha inspiração no basquete do Brasil é o Georginho. Gosto muito do estilo de jogo dele e sempre joguei que nem ele. Fico muito feliz de ver ele jogar e gosto muito. Da NBA é o Paul George, que também gosto muito. Sempre gostei dele desde dos tempos de Indiana até agora em Los Angeles. Estou sempre acompanhando os jogos dele.

COM QUEM SE PARECE: No Brasil, o Georginho mesmo. Ele tem um corte rápido, inteligência dentro da quadra, sabe quando dar o passe certo e eu realmente acho que faço isso. Gosto muito de dar passe, de cortar rápido e por isso que realmente é com ele que pareço. 

SOBRE A EXPERIÊNCIA: Fiquei muito feliz quando soube da notícia pelo meu técnico. Fiquei muito feliz. Agora, eu estou aproveitando ao máximo e tentando pegar a maior quantidade possível de conhecimento para evoluir e futuramente estar na NBA ou NBB.

Kauã Mauad

Nome: Kauã Temponi Mauad 

Cidade de Origem: Bauru (SP)

Posição: Ala

Altura: 1,91

Clube: Sesi Franca basquete 

Kauã se inspira no primo Cauê Borges, que atua no Botafogo (Willian Oliveira/LNB)

INSPIRAÇÃO: Minha inspiração no basquete é o Cauê Borges, meu primo. Ele tem uma característica parecida com a minha, porte físico e um bom arremesso, então me comparo bastante com ele. 

COM QUEM SE PARECE: Me compararia com o Alex Garcia, porque ele tem um porte físico muito bom também e uma batida para dentro muito forte.

SOBRE A EXPERIÊNCIA: É muito gratificante esse período todo fora de casa, longe da família no Camp. Isso aí é só reflexo de um bom trabalho que eu estou fazendo e é muito bom.

Gabriel Viana

Nome: Gabriel Viana De Sá Borges 

Cidade de Origem: Londrina (PR)

Posição: Ala 

Altura: 1,93

Clube: Corinthians 

Gabriel Viana afirmou que participar do Camp é uma experiência única (Willian Oliveira/LNB)

INSPIRAÇÃO: Minha inspiração no basquete é o Damian Lillard. Gosto muito do jogo dele e do tipo de arremesso que ele toma. Ele é muito impetuoso e não tem medo de nada, por isso é uma das minhas inspirações.

COM QUEM SE PARECE: Eu me compararia com o Léo Meindl e o Felipe Vezaro. Na minha opinião, os dois são bem próximos ao meu jogo tanto pelo arremesso, por cortar e pelo tamanho – principalmente por isso. 

SOBRE A EXPERIÊNCIA: É uma experiência única que pretendo levar dentro e fora da quadra pelo resto da minha vida. Aproveitar ao máximo todo segundo que tenho dentro e fora da quadra nesse Camp.

Yuri Neptune

Nome: Yuri Elias Neptune

Cidade de Origem: Campinas (SP)

Posição: Ala 

Altura: 1,95

Clube: CBC – Campinas Basquete Clube

Yuri, com a bola, afirmou que ficou surpreso ao ser convidado para o Camp (Willian Oliveira/LNB)

INSPIRAÇÃO: Minha inspiração é o Paul George porque acho que ele é bem versátil na quadra. Além disso ele é um ótimo defensor e gosto bastante do jeito que ele finaliza as bolas, com facilidade no arremesso e de definição perto da cesta.

COM QUEM SE PARECE: Do NBB me compararia ao Nesbitt, do Corinthians, pelo footwork que ele tem, que acabei usando bastante no. E o Tyrone, do Minas Tênis Clube, neste ano porque vou começar a jogar mais aberto e acho que tenho bastante características semelhantes as dele.  

SOBRE A EXPERIÊNCIA: Para mim foi uma surpresa ter sido chamado porque ano passado foi o meu primeiro ano de federação e tive uma boa desenvoltura durante o campeonato, por isso acabei vindo para cá. Fiquei super feliz em casa e a experiência que estou tendo aqui é sem comparação. Esse técnico com quem estamos treinando é ótimo, com várias características e opiniões que podem ajudar muito a gente no nosso estilo de jogo aqui no Brasil.

Reynan dos Santos

Nome: Reynan Gabriel Camilo dos Santos 

Cidade de Origem: Araraquara (SP)

Posição: Ala 

Altura: 1,90

Clube: Sesi Franca Basquete

Reynan se inspira em Didi, ex-jogador do Franca draftado pelo Pelicans, da NBA (Willian Oliveira/LNB)

INSPIRAÇÃO: Gosto muito do Luciano Parodi, do jeito dele armar e de comandar o time. Acho isso fundamental dentro de quadra.

COM QUEM SE PARECE: Eu gosto muito do Didi porque acho que o meu jogo e o dele são muito parecidos, ele é explosivo e versátil. Então gosto da característica dele dentro de quadra.

SOBRE A EXPERIÊNCIA: É muito gratificante estar aqui, foi uma notícia ótima. Fico muito feliz porque vejo o meu trabalho e o trabalho de todo mundo que está sendo feito. O técnico também dá boas dicas, então sairei daqui com uma consciência melhor. Dentro de quadra vou melhorar muito com as dicas dele.

Nathan Mariano

Nome: Nathan Fernandes Mariano 

Cidade de Origem: Franca (SP)

Posição: Ala/Ala-pivô 

Altura: 2,01

Clube: Sesi Franca Basquete

Nathan se inspira em Alex e em seu irmão, o pivô Lucas Mariano (Willian Oliveira/LNB)

INSPIRAÇÃO: Me inspiro muito no estilo de jogo do Marquinhos e do Lucas Mariano, tanto pelo Marquinhos ser um ala alto e ter bastante chute e infiltração, mas também pelo Lucas Mariano ter um ótimo trabalho embaixo da cesta, assim como tento fazer: um ala que corta e também conseguir jogar embaixo. 

SOBRE A EXPERIÊNCIA: É muito legal estar aqui e ser convocado entre os 25. É como se fosse uma seleção. Achei interessante e é muito gratificante poder receber essa notícia. Fiquei muito feliz – eu, minha mãe e meu pai. Estou bastante feliz de estar aprendendo aqui muita coisa da Argentina, que é um país bem interessante. Lá eles conseguem fazer bastante jogadas – é bem interessante mesmo.

Lista dos participantes:

Armadores:
Tiago Alcântara Abbade Aguiar Faria (EC Pinheiros)
João Victor Capela dos Santos (EC Pinheiros)
Paulo Zu (Sesi Franca)
Miguel Victor Soares Nogueira da Silva (Tijuca Tênis Clube)
Caio de Moraes Brandão (Grande Florianópolis)

Alas-armadores: 
Vinicius Biagioni Vicenti (Paulistano/Corpore)
João Victor Scopel de Oliveira (Palmeiras)
Varley Augusto Maronezi (Paulistano/Corpore)
Matheus Gomes (Paulistano/Corpore)
João Victor Martins Pereira (Chapecó)

Alas:
Kauan Temponi (Sesi Franca)
Gabriel Borges (Corinthians)
Yuri Neptune (Campinas)
Reynan Gabriel Camilo dos Santos (Sesi Franca)
Natan Mariano (Franca)

Alas-pivôs
Emanuel Fernandes de Lima (EC Pinheiros)
José Santana Junior (EC Pinheiros)
Eduardo Sanches (Rio Claro)
Daniel Moreira Oliveira Santos Lima (EC Pinheiros)
Gustavo Henrique Almeida Santana (Palmeiras)

Pivôs: 
Walisson Adriano Chaves da Silva (Paulistano/Corpore)
Felipe Faustino Nascimento (Sesi Franca)
Daniel Duque dos Santos Frederico (Minas Tênis Clube)
Luiggi Pinelli Fachin (EC Pinheiros)
João Henrique dos Reis de Jesus (AGFEB Basket São José)