#JOGAJUNTO

NBB

DESTAQUEJOVEM

17-05-2021 | 02:27
Por Liga Nacional de Basquete

Gabi Campos, Gui Santos e Yago são indicados ao prêmio Destaque Jovem do NBB 2020/2021

A temporada 2020/2021 do NBB teve como uma de suas principais marcas o protagonismo que diversos novos talentos assumiram em suas equipes. Entre tantos prospectos que mostraram potencial para comandar o basquete brasileiro nos próximos anos, três nomes foram indicados ao prêmio de Destaque Jovem do NBB 2020/2021: Gabi Campos (Pinheiros), Gui Santos (Minas) e Yago (Flamengo).

Dado ao melhor jogador sub-22 do NBB, o prêmio Destaque Jovem foi criado na temporada 2009/2010 e já foi entregue a 11 atletas diferentes, dentre eles Raulzinho Neto (Washington Wizards-NBA) e Vitor Benite (San Pablo Burgos-ESP). O pivô Dikembe, que teve ótimo desempenho pelo Paulistano no NBB 2019/2020, é o atual vencedor.

Destaque Jovem: Gabi Campos, Gui Santos e Yago são os indicados (Divulgação/LNB)

O prêmio de Destaque Jovem faz parte do calendário anual da eleição dos Melhores do Ano do NBB, que contará com prêmios divididos nas seguintes categorias: Quinteto Ideal do NBB (Armador, Alas e Pivôs), Troféu Ary Vidal – Técnico do Ano, Jogador com Maior Evolução, Destaque Jovem, Defensor do Ano (apresentado por Plastubos), Sexto Homem do Ano, Estrangeiro do Ano e o King of the Season (apresentado por Budweiser).

A votação para essa e todas as outras categorias contou com a participação de técnicos, assistentes e capitães das 16 equipes que disputaram a atual edição do NBB, além de imprensa especializada, personalidades do basquete brasileiro, comissários e árbitros. Os vencedores serão conhecidos na Festa dos Melhores do Ano, que acontecerá na segunda semana de junho – data e horário ainda serão definidos.

Os indicados:

Gabi Campos (Pinheiros)

Gabi Campos foi campeão da LDB pelo Pinheiros em 2019 (João Pires/LNB)

Com o objetivo de desenvolver seus atletas vindo da base, o Pinheiros montou a equipe mais jovem da história do NBB para a temporada 2020/2021. O jogador que mais se beneficiou com a nova filosofia pinheirense foi Gabi Campos. O armador de 20 anos conquistou a titularidade na metade do primeiro turno do NBB e terminou a temporada sendo o cestinha e líder em assistências do time, com 11,8 pontos e 3,8 passes para cesta, além de 2,8 rebotes por jogo e 9,9 de eficiência.

Na vitória do Pinheiros sobre o Cerrado no primeiro turno, Gabi Campos fez história ao estabelecer a maior pontuação de um jogador nascido nos anos 2000 na história do NBB. Foram 27 pontos, com aproveitamento de 50% nas bolas de 3 (5/10), além de cinco assistências e dois rebotes.

Gui Santos (Minas)

Gui Santos está inscrito no Draft da NBA de 2021 (Ricardo Bufolin/ECP)

O fato de Gui Santos ser peça importante da rotação de um dos melhores times do Minas na história do NBB já mostra porque ele está entre os três candidatos ao prêmio de Destaque Jovem. Extremamente versátil, o jogador de 18 anos pode atuar como armador até ala/pivô por conta de sua combinação de altura (2,01), habilidade e arremesso. Suas médias na temporada são de 7,8 pontos, 5,2 rebotes, 1,5 assistência e 10,1 de eficiência.

Em fevereiro, Gui Santos viveu seu melhor momento na temporada com duas grandes atuações que lhe renderam o prêmio de King of the Week do NBB. Ele fez um duplo-duplo de 17 pontos, 11 rebotes e quatro assistências na vitória contra o São Paulo, seguido do seu recorde de pontos na carreira no triunfo contra o Sesi Franca. Foram 22 pontos e mais sete rebotes.

Yago (Flamengo)

Yago está com médias de 11,1 pontos, 5,8 assistências e 3,1 rebotes por jogo (Mari Sá/LNB)

Muitas pessoas podem estranhar a indicação de Yago ao prêmio de Destaque Jovem. É verdade que o baixinho já tem muita experiência no basquete profissional, pois disputa o NBB desde 2016, mas ele ainda é elegível ao prêmio e definitivamente merece estar entre os finalistas. Em sua primeira temporada pelo Flamengo, o armador de 22 anos elevou seu nível de jogo, apresentando mais maturidade. A prova disso é a média de 5,7 assistências no NBB 2020/2021, maior marca da sua carreira, junto com o recorde pessoal de 61% de aproveitamento nas bolas de 2 na temporada.

Com a lesão de Franco Balbi, Yago assumiu com excelência a responsabilidade de ser o principal armador do Flamengo na temporada. Ele tem sido um dos melhores jogadores de toda a liga nos Playoffs, com médias de 15,2 pontos, 7,4 assistências, 4,0 rebotes e 20,0 de eficiência por jogo nas quartas e semifinais do NBB.

Também foram votados para Destaque Jovem do NBB 2020/2021:

Além dos três indicados, também foram votados (ordem aleatória): Márcio (Sesi Franca), Anderson Barbosa (Paulistano), Scheuer (Pato Basquete), Danilo Sena (Pinheiros) e Matheusinho (Pato Basquete).

Os vencedores do prêmio de Destaque Jovem do NBB*:

2019/2020 – Dikembe (Paulistano)

2018/2019 – Didi Louzada (Franca)

2017/2018 – Gabriel Jaú (Bauru)

2016/2017 – Alexey (Franca)

2015/2016 – Lucas Dias (Pinheiros)

2014/2015 – Deryk Ramos (Limeira)

2013/2014 – Henrique Coelho (Minas)

2012/2013 – Ricardo Fischer (Bauru)

2011/2012 – Gui Deodato (Bauru)

2010/2011 – Vitor Benite (Franca)

2009/2010 – Raulzinho (Minas)

*o prêmio não foi entregue na primeira temporada (2008/2009)

O NBB é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), com chancela da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) e em parceria com a NBA e o CBC, e conta com os patrocínios oficiais da Budweiser, Nike, Penalty, Plastubos, EY, BetMotion, KitchenAid, Moss, IMG Arena e Genius Sports.