#JOGAJUNTO

NBB

Duelo de cestinhas

21-05-2012 | 06:26
Por Liga Nacional de Basquete

Líderes na estatística de pontos do NBB 2011/2012, Murilo e Marcelinho travam confronto a parte para definir quem fica com o posto de cestinha da temporada

Murilo, do São José e Rafael Mineiro, do Pinheiros

(Luiz Pires/LNB)

Murilo ou Marcelinho? Quem ficará com o posto de cestinha da temporada 2011/2012 do NBB? Separados por uma diferença mínima de 0,05 ponto por jogo na estatística, o pivô do São José/Unimed/Vinac e o ala do Flamengo travam um duelo a parte para ver quem ficará com o posto de maior anotador do campeonato.

Envolvidos em uma das semifinais desta temporada, a definição do cestinha da temporada pode sair do confronto direto entre os dois. Murilo lidera a estatística e é o principal pontuador do campeonato, com média de 20,45 pontos por jogo. Marcelinho vem logo atrás, com 20,40.

Jogo a jogo, o camisa 21 joseense e o camisa 4 carioca mantém a disputa acirrada. No jogo 1 da série semifinal entre as duas equipes, Murilo saiu de quadra com 15 pontos, contra 14 de Marcelinho. Nos dois jogos seguintes, vantagem para o ala rubro-negro, que anotou 25 no jogo 2 e 27 no jogo 3, contra 20 e 24 de Murilo, respectivamente.

Um dos principais candidatos ao prêmio de MVP da temporada, Murilo pode desbancar, pela primeira vez, Marcelinho do posto de cestinha do NBB. O ala rubro-negro liderou o campeonato em pontuação nas três primeiras edições e vê seu “reinado” ameaçado pelo pivô.

“Estar em primeiro nas estatísticas é importante para a confiança dos atletas. Eu fico feliz, porque tem jogos que nem tento muitos arremessos, mas acabo tendo uma pontuação boa.”, comentou Murilo.

Apesar do bom momento que vive, Murilo diz não se importar em terminar com o posto de cestinha da competição, e o mais importante é levar o São José, pela primeira vez a final do NBB.

Marcelinho_FLA e Chico_SJO

(Fernando Azecedo/Fla Imagem)

“Isso é algo que não me preocupa. O mais importante é estar vencendo a série. Tudo isso de cestinha, reboteiro, acontece naturalmente. Estou mantendo uma boa média, mas se ele for cestinha e eu passar para final é o que importa”, disse o pivô.

O discurso é o mesmo do lado do rival que, apesar de ter o posto de cestinha ameaçado após três temporadas, quer recolocar o Flamengo na final do NBB. Os cariocas estão atrás na série semifinal por 2 a 1.

“Sinceramente, ser cestinha é a minha ultima preocupação. Acho que o momento, agora, é de pensar no jogo 4 da série contra São José, conseguir a vitória em casa e forçar o quinto jogo”, disse o ala.

Mas para conseguir a vitória, Marcelinho sabe que um dos caminhos para a vitória passa por diminuir a produção ofensiva de Murilo.

“Acho que pará-lo é muito difícil, mas você pode dificultar. Se ele tem média de 20 pontos, quem sabe ele faça 15 e com baixo aproveitamento?”, observou o camisa 4.

São José e Flamengo voltam a se enfrentam nesta sexta-feira (25), no Rio de Janeiro, pelo quarto jogo da série semifinal.