#JOGAJUNTO

NBB

O Armadordo Ano

29-06-2020 | 06:12
Por Liga Nacional de Basquete

Balbi vem em busca do segundo prêmio consecutivo, enquanto Georginho e Parodi buscam a conquista inédita

O armador normalmente é o jogador que dita o ritmo do jogo no basquete, o que fica mais com a bola, que organiza o time, o cérebro da equipe. Na temporada 2019/2020, vários se destacaram nesta função, mas apenas três concorrerão ao prêmio de Armador do Ano. São eles: Georginho (São Paulo), Franco Balbi (Flamengo) e Parodi (Sesi Franca Basquete).

Presente desde a primeira temporada na Festa dos Melhores do Ano do NBB, o prêmio de Armador do Ano já foi dado 11 vezes, tendo o armador Fúlvio como o principal vencedor da categoria em toda a história, com 4 prêmios. Nesta edição, Franco Balbi vem em busca do segundo prêmio consecutivo, mas enfrenta uma disputa dura com Georginho e Parodi, que buscam de forma inédita a honraria.

O prêmio de Armador do Ano faz parte do calendário anual da eleição dos Melhores do Ano do NBB, que contará com prêmios divididos nas seguintes categorias: Quinteto Ideal do NBB (Armador, Alas e Pivôs), Troféu Ary Vidal – Técnico do Ano (apresentado por Unisal), Jogador com Maior Evolução, Destaque Jovem, Defensor do Ano (apresentado por Plastubos), Melhor Sexto Homem, Estrangeiro do Ano e o King of the Season (apresentado por Budweiser).

A votação para essa e todas as outras categorias contou com a participação de técnicos, assistentes e capitães das 16 equipes que disputaram a atual edição do NBB, além de imprensa especializada, personalidades do basquete brasileiro, comissários e árbitros. Os vencedores serão conhecidos na Festa dos Melhores do Ano, que acontecerá no dia 10/07, às 19 horas, ao vivo no Facebook do NBB.

Os indicados:

Franco Balbi (Flamengo)

Franco Balbi defende o posto já alcançado na temporada 2018/2019 (Marcelo Cortes/Flamengo)

A segunda temporada de Franco Balbi no basquete brasileiro o firmou de vez como um dos grandes armadores da liga. Com atuações magistrais, o jogador do rubro-negro carioca foi uma das peças essenciais do time comandado por Gustavo De Conti e alcançou médias de 8,3 pontos, 6,3 assistências (3ª maior média da última temporada) e 14,2 de eficiência. Vale ressaltar, que o argentino também concorre na categoria Sexto Homem do Ano.

Georginho (São Paulo)

Além do prêmio de Armador do Ano, Georginho concorre também em Maior Evolução (Rubens Chiri/SPFC)

Único brasileiro entre os finalistas, Georginho teve uma temporada acima da média neste NBB. Além de já concorrer ao prêmio de Jogador que Mais Evoluiu, o armador também concorre nesta categoria após se destacar como um dos melhores da posição trabalhando bem tanto nas assistências como na pontuação, com médias de 15,5 pontos, 7,5 assistências (2ª maior média da última temporada) e 24,1 de eficiência.

 

Luciano Parodi (Sesi Franca Basquete)

Parodi se firmou de vez como um dos melhores armadores da Liga no Franca (Marcos Limonti/Sesi Franca Basquete)

Após uma breve passagem no Corinthians em sua chegada no NBB, Parodi se firmou de vez no cenário nacional com a camisa do Sesi Franca Basquete. Em sua primeira temporada com a camisa da equipe do Capital do Basquete suas médias de 10,5 pontos, 4,0 assistências e 13,1 de eficiência mais do que comprovam sua importância para equipe comandada por Helinho Garcia, além de o firmarem como grande nome na posição aqui no Brasil.

Confira os indicados ao prêmio de Jogador Que Mais Evoluiu

Confira os indicados ao prêmio de Estrangeiro do Ano

+ Confira os indicados a Sexto Homem do Ano

Também foram votados para Armador do Ano do NBB 2019/2020:

Além dos três finalistas, outros oito armadores também foram votados para o prêmio. São eles: Ricardo Fischer (Corinthians), Elinho (Sesi Franca Basquete), Nate Barnes (Unifacisa), Fúlvio (Mogi das Cruzes), Yago (Paulistano/Corpore), Davi Rosseto (Minas Tênis Clube), David Jackson (Sesi Franca Basquete) e Dontrell Brite (Basquete Cearense).

Confira todos os vencedores do Troféu de Armador  do Ano na história do NBB:

2018/2019 – Franco Balbi (Flamengo)

2017/2018 – Elinho (Paulistano)

2016/2017 – Fúlvio (Brasília)

2015/2016 – Davi Rossetto (Basquete Cearense)

2014/2015 – Ricardo Fischer (Bauru)

2013/2014 – Nicolás Laprovittola (Flamengo)

2012/2013 – Fúlvio (São José Basquete)

2011/2012 – Fúlvio (São José Basquete)

2010/2011 – Larry Taylor (Bauru)

2009/2010 – Fúlvio (São José Basquete)

2008/2009 – Larry Taylor (Bauru)

O NBB é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), com chancela da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) e em parceria com a NBA, e conta com os patrocínios oficiais da Budweiser, Unisal, Nike, Penalty, Plastubos e VivaGol.