#JOGAJUNTO

NBB

Mogiem casa

19-03-2020 | 02:41
Por Liga Nacional de Basquete

Devido ao avanço do COVID-19, equipe mogiana optou pela manutenção dos trabalhos físicos dos atletas em suas casas

Atletas do Mogi Basquete, como o armador Alexey, farão trabalhos físicos em casa durante o período de quarentena (Divulgação)

Sem poder treinar no Ginásio Hugo Ramos e na academia, os jogadores do Mogi das Cruzes Basquete realizarão trabalhos individualizados em suas casas nesta semana por conta do Coronavírus. A decisão foi tomada depois  do anúncio da suspensão dos jogos do NBB por parte da Liga Nacional de Basquete (LNB).

“Estamos seguindo normas da OMS (Organização Mundial da Saúde). Antes do jogador, do técnico, da equipe e do torcedor vêm o ser humano e a saúde. Sem saúde não fazemos nada! Então, para preservar e manter isso, nós estamos abrindo mão dos treinos em função das restrições”, disse o técnico do Mogi, Guerrinha.

“Eu, com 44 anos de carreira como jogador e técnico, nunca vi uma pausa assim e acredito que ninguém viu. É novidade para todo mundo e é muito ruim, porque todos irão perder treinamento. Não sabemos quanto tempo ficará parado e, na volta, ainda tem a parte técnica/tática, ritmo de jogo. Então, é uma incógnita. Infelizmente aconteceu isso, não só em Mogi ou no NBB, mas no mundo todo. É um momento de resguardo e de preservar a saúde para depois pensarmos em cada situação”, reforçou o treinador.

Com a paralização das atividades coletivas, o preparador físico da equipe, Eric Ruiz, precisou adaptar os treinamentos dos atletas para a manutenção do trabalho físico em casa.

“Interrompemos os treinos até segunda ordem. O grupo está ficando em casa, sem sair, ir ao ginásio ou para a academia. Estou distribuindo o material para eles e vamos planilhar treinos para que possam fazer em casa mesmo, como um treino e manutenção. Temos nos falado todos os dias pelo grupo no Whatsapp e agora vamos esperar a Liga em relação à retomada da competição para ver o que vai acontecer”, ressaltou Eric Ruiz.