#JOGAJUNTO

NBB

Ousadia alviverde

25-09-2012 | 12:56
Por Liga Nacional de Basquete

Palmeiras traça planos para chegar à final do NBB em três anos e disputar decisão na nova Arena Palestra

Uma das novidades da próxima temporada, o Palmeiras entra no NBB na temporada 2012/2013 já mirando 2014/2015. Os planos do tradicional clube paulista, com uma grande história no basquete nacional e que conquistou uma vaga na liga por ter sido vice-campeão da Super Copa Brasil 2012, são bastante audaciosos. A meta é evoluir a cada campeonato e disputar o título em três anos. E aproveitando a força da torcida alviverde, os palmeirenses têm um sonho: fazer a final em uma lotada Arena Palestra, o novo estádio palestrino, previsto para ficar pronto no segundo semestre de 2013.

O Palmeiras sonha em, um dia, fazer uma final de NBB na nova Arena Palestra, prevista para ser inaugurada na metade de 2013 (Divulgação)

“É uma situação ousada para um time que até três anos atrás nem poderia vislumbrar a participação da equipe adulta no NBB. Mas temos esse projeto. Já é algo concreto dentro do clube. Queremos em três anos chegar à final e fazê-la na Arena Palestra, que vai ser projetada inclusive para isso [receber um jogo de basquete]”, disse o diretor de basquete do Palmeiras, Ronaldo Aguiar Faria Jr.

No caso de uma hipotética decisão, o ginásio Palestra Itália, onde o Palmeiras mandará suas partidas no NBB, não poderia receber um jogo desse porte, conforme as exigências do regulamento da competição nacional.

A nova arena multiuso do clube alviverde foi projetada para receber – além das partidas de futebol – shows, eventos corporativos e demais convenções. Um jogo de basquete se encaixaria naturalmente nesse plano, mas um outro fato deve contribuir ainda mais para os objetivos futuros do Palmeiras.

Com o know-how de quem trabalha com a maior liga de basquete do mundo, a AEG – empresa responsável pela administração do Staples Center, casa dos Los Angeles Lakers na NBA – fez um acordo com a WTorre, construtora responsável pelas obras, para gerir por dez anos os eventos da Arena Palestra, exceto os jogos de futebol.

A torcida alviverde esteve ao lado do time de basquete do Palmeiras durante o vice-campeonato da Super Copa Brasil 2012 (Divulgação)

O projeto do basquete palmeirense é de médio a longo prazo. A intenção é ter um time muito forte em 2014, ano do centenário do Palmeiras, para que a meta de chegar à final em três temporadas do NBB seja alcançada. Para isso, o trabalho será de aprendizado nos dois primeiros campeonatos. “Temos de inicialmente nos adaptar ao NBB, conhecer o que é desconhecido para nós. Depois, pretendemos melhorar para chegar onde queremos estar daqui a três anos”, declarou Ronaldo.

O diretor de basquete palestrino não tem nenhuma dúvida de que em uma final na Arena Palestra, a casa estaria totalmente cheia. “Eu estou muito feliz com os jogos no Paulista, o ginásio tem enchido sempre. Mesmo sem equipe adulta por um tempo, o Palmeiras nunca deixou de trabalhar com a base, sempre esteve ligado ao basquete. Mas agora a modalidade está novamente completamente enraizada no clube”, concluiu.