#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

Seleção daSemana #7

03-12-2019 | 03:31
Por Liga Nacional de Basquete

Cheia de figurinhas carimbadas, Seleção da Semana #7 do NBB CAIXA é divulgada; Betinho se destaca e conquista prêmio de King of the Week

A última semana do NBB CAIXA foi quente. Com sobe e desce na tabela de classificação, jogos acirrados e muita emoção, dez jogos aconteceram. Neles, alguns jogadores atingiram destaque por suas atuações individuais. Por isso, aqui está aquela lista que você sempre espera: a Seleção da Semana #7.

Vale lembrar que as outras escolhas são feitas pelos editores do portal da LNB e não necessariamente refletem a opinião da entidade. Confira a Seleção e deixe seu pitaco nas nossas redes sociais!

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), com chancela da Confederação Brasileira de Basketball (CBB), em parceria com a NBA, e conta com os patrocínios oficiais da CAIXA, Budweiser, Unisal, INFRAERO, Nike, Penalty, Plastubos e os apoios do Açúcar Guarani e Pátria Amada Brasil – Governo Federal.

Yago Mateus (Paulistano)

O “monstrinho” está passando por uma grande fase em sua carreira e na última semana demonstrou isso em quadra, entrando pela segunda vez na temporada na Seleção da Semana. O armador do Paulistano foi decisivo nas duas vitórias da equipe, contra Pinheiros e Unifacisa, com médias de 20,5 pontos, 6,5 assistências, 2,5 rebotes e 19,0 de eficiência.

No dérbi da capital paulista, Yago saiu de quadra com 18 pontos, sete assistências e 17 de eficiência, com direito a lances importantes nos momentos decisivos do duelo. Já no duelo contra o time paraibano, o jovem de 20 anos foi o cestinha da equipe de São Paulo com 23 pontos, além de seis assistências e 21 de eficiência.

Betinho (EC Pinheiros) – King of the Week

Ninguém foi melhor na Semana #7 do NBB CAIXA do que o ala Betinho. O jogador do Pinheiros entrou em quadra em três partidas, na derrota para o Paulistano e nas vitórias sobre o Basquete Cearense e Unifacisa, e conseguiu médias de 18,6 pontos (60% nos arremessos de 3 pontos), 4,3 rebotes e 18,0 de eficiência.

A principal atuação do jogador de 31 anos foi contra a Unifacisa, em que foi fundamental na virada pinheirense e terminou a partida com 31 pontos (26 deles no segundo tempo), cinco rebotes, duas assistências e 29 de eficiência.

Como canta a torcida do Pinheiros: “Din, din, din, mais três pontos do Betinho”. Que semana do camisa 26, merecidamente eleito o King of the Week Budweiser!

Nick Wiggins (Bauru)

Em sua primeira temporada no NBB CAIXA, o canadense Nick Wiggins já coleciona duas participações na Seleção da Semana da competição. O Dragão teve dois compromissos nos últimos dias, contra Rio Claro e Botafogo, uma vitória e uma derrota, respectivamente, com o camisa 7 assumindo o papel de protagonista.

O jogador de 1,98m anotou 20 pontos nos dois confrontos, aumentando a sua média na competição, que é de 18,6 por partida – atrás apenas de Leandrinho (22,8) e Marquinhos (19,2). Belo início de temporada do canadense do Dragão!

Marquinhos (Flamengo)

Mais uma vez o ala Marquinhos, do Flamengo, aparece aqui na lista dos melhores da semana. Na última, a sétima da competição até aqui, o capitão rubro-negro mostrou os motivos de ser considerado um dos melhores alas do basquete brasileiro.

Marquinhos foi o grande nome da vitória do Flamengo sobre o Botafogo (Paula Reis/Flamengo)

O Flamengo entrou em quadra em apenas um jogo, mas foi em um clássico com o Botafogo. Sabe como são clássicos, o peso, o clima é outro. A vitória contra o adversário alvinegro veio e, com ela, a grande noite de Marquinhos.

Ao todo, o jogador saiu de quadra com um expressivo duplo-duplo de 23 pontos, dez rebotes, seis assistências e 34 de eficiência. Vale lembrar que isso foi em um clássico, hein. Vaga mais que merecida aqui na lista.

Renan Lenz (São Paulo)

O Viking do Morumbi também não podia ficar de fora. O ala/pivô Renan Lenz, do São Paulo, fecha a lista dos titulares após atuações contundentes na última semana da competição.

Assim como o Flamengo, o São Paulo entrou em quadra uma vez na semana, contra o Basquete Cearense. A vitória veio, e por uma boa vantagem (92 a 73), mas o que chamou a atenção foi a atuação forte e consistente de Renan.

Foram 23 pontos (cestinha da partida), oito rebotes, quatro assistências e 29 de eficiência. Tudo isso com muita intensidade durante os 37 minutos em que esteve em quadra e pode ajudar a equipe do Morumbi a se manter na ponta da tabela.

Ricardo Fischer (Corinthians)

O sexto homem vem diretamente do Parque São Jorge: o armador Ricardo Fischer, do Corinthians. As atuações firmes do jogador alvinegro o credenciaram para uma vaguinha entre os melhores da última semana.

Dois foram os confrontos do Corinthians, contra Unifacisa e Pato Basquete, em ordem. Fischer saiu com um saldo positivo, com destaque para os pontos anotados em que saiu com médias de 15,0 pontos. Isso tudo com uma média de 22,3 minutos por jogo.