#JOGAJUNTO

NBB

Virando a chave

31-10-2012 | 05:37
Por Liga Nacional de Basquete

São José deixa disputa das semifinais do Paulista de lado por um tempo para se concentrar em estreia na Liga Sul-Americana, nesta quinta, na Venezuela

A união faz a força para o São José sair de uma decisão para outra em questão de dias (Adenir Britto/Divulgação)

Em um dia, você está disputando um jogo decisivo que vale a sobrevivência na disputa por uma vaga na final do Campeonato Paulista. No outro, viaja para a Venezuela para três partidas que valem um lugar pra próxima fase de uma importante competição continental. Virar a chave será mais do que necessário para o São José/Unimed, a última equipe brasileira a estrear na Liga Sul-Americana 2012, nesta semana. Pinheiros/SKY, Uniceub/BRB/Brasília e Flamengo já estão nas semifinais do torneio.

O vice-campeão do NBB está no grupo D da competição, que será realizado na cidade venezuelana de Vargas. A equipe paulista enfrentará o anfitrião Tiburones, o Libertad Sunchales (Argentina) e o El Bosque (Peru). Em jogo, duas vagas para a próxima fase da Liga Sul-Americana e também dois lugares que os primeiros colocados garantem para a Liga das Américas 2013.

Disputar um torneio continental sempre é difícil, mas terá um grau de desafio ainda maior para o São José, que até a noite de segunda-feira (30/10) estava completamente concentrado na semifinal do Paulista contra o Pascholotto/Bauru, em série melhor de cinco jogos. Em desvantagem por 2 a 0, os joseenses buscaram o empate nos confrontos disputados em seus domínios. O quinto e decisivo só acontecerá na semana que vem, em Bauru. Isso porque nas quartas de final os vice-campeões do NBB precisaram também de cinco duelos para eliminar o Vivo/Franca.

Segundo o técnico Régis Marrelli, Murilo já está em forma após se recuperar de uma lesão (Adenir Britto/Divulgação)

O desgaste físico resultou nas ausências do ala/pivô Jefferson William (tendinite no joelho) e do ala Dedé (inflamação no púbis). A chave foi trocada apenas na Venezuela, onde o São José pôde se concentrar apenas na Liga Sul-Americana. Não são poucos problemas, mas isso não tira em hipótese nenhuma a esperança de um bom papel de uma equipe que volta a jogar fora do Brasil depois de muito tempo.

“Tem uma série de coisas que nos complica. É a chave mais difícil de todas, vamos jogar duas partidas de tarde, com muito calor. Temos as informações das equipes, mas ainda vamos pegar mais na Venezuela. Só que o mais importante nisso tudo é que o time voltou a jogar um bom basquete. Nos últimos jogos, o Murilo mostrou que está recuperado da cirurgia. Temos de levantar a nossa moral e buscar a classificação”, disse o técnico do São José, Régis Marrelli.

“O legal é que São José volta a disputar uma competição internacional após cerca de 30 anos. Esse é o primeiro passo desse processo. Pode ter certeza que vamos buscar essa classificação”, completou o treinador, que citou o pivô Murilo, MVP da edição mais recente do NBB, outro que não se deixa abater pelas dificuldades e também confia na conquista da vaga para a próxima fase da Liga Sul-Americana. “Vai ser uma pedreira muito grande, mas estamos preparados, apesar do cansaço”, comentou o jogador.

O primeiro desafio do São José na Liga Sul-Americana será de cara um confronto Brasil x Argentina. A estreia vai ser contra o Libertad Sunchales, nesta quinta-feira (01/11), às 20h10 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo pelo SporTV 2.

Confira a tabela de jogos do Grupo C da Liga Sul-Americana (horários de Brasília):

01/11 (Quinta-feira)
20h10 – São José/Unimed x Libertad Sunchales (ARG)
22h20 – Tiburones (VEN) x El Bosque (PER)

02/11 (Sexta-feira)
20h10 – Libertad Sunchales x El Bosque (PER)
22h20 – Tiburones (VEN) x São José/Unimed

03/11 (Sábado)
20h10 – São José/Unimed x El Bosque (PER)
22h20 – Tiburones (VEN) x Libertad Sunchales (ARG)