Trio carioca brigará por duas vagas na próxima temporada do Novo Basquete Brasil (Arte/LNB)

O NBB apresentou uma série de novidades para a temporada 2011/2012 e uma destas inovações foi a criação de um sistema de acesso e descenso. Nesta quarta-feira, três equipes iniciarão a disputa por duas vagas para a próxima edição do maior campeonato de basquete do país em um triangular que será realizado no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro.

Dono da 17ª colocação na fase de classificação da atual temporada do campeonato nacional, o Tijuca/Rio de Janeiro terá o direito de sediar o torneio de tiro curto. Ao lado do clube da capital carioca, outra duas equipes do Rio de Janeiro brigarão por uma vaga na elite da modalidade da bola laranja no Brasil. São eles: Fluminense e Macaé Basquete, campeão e vice, respectivamente, da Super Copa Brasil 2013, competição organizada pela Confederação Brasileira de Basketball (CBB).

“Eu só lamento que uma destas três equipes tenha de ficar de fora da próxima temporada do NBB. São times que possuem bons patrocinadores e uma ótima estrutura para estarem no principal campeonato do basquete brasileiro. Fui a Macaé para acompanhar a Super Copa Brasil e pude ver que Fluminense e Macaé são times que tranquilamente jogariam o NBB na última temporada, com muitos jogadores de qualidade”, disse o treinador do Tijuca, Éldio Leal.

O formato da competição é simples. Os três clubes jogarão entre si e as duas equipes que somarem mais pontos terão o direito de pleitearem seus ingressos na temporada 2013/2014 da principal competição do basquete nacional. Para ingressarem de vez no NBB, os times terão que atender aos pré-requisitos impostos pela Liga Nacional de Basquete. Porém, o pensamento está apenas em fazer o melhor dentro de quadra e os três esquadrões cariocas já estão preparados para todos os cenários possíveis no triangular.

Como a competição contará com três jogos no total, um tríplice empate é algo que pode acontecer. Neste cenário, o saldo de cestas entraria como critério de desempate e os treinadores já estão preparados para esta situação.

“Temos que ter todas as variáveis deste triangular debaixo do braço. Sabemos da possibilidade de ocorrer um tríplice empate e temos que estar atentos ao saldo. É um estilo de campeonato inédito no Brasil e tudo pode acontecer”, explicou o treinador do Fluminense, Márcio Andrade, que ainda aproveitou para lembrar o outro fato inusitado no triangular de acesso para a temporada 2013/2014 do NBB: a presença de três times do Estado do Rio de Janeiro.

“Além do ineditismo pelo formato do torneio, outra coisa que chama atenção é o fato de três equipes do Rio de Janeiro estarem na disputa. Isso mostra o ressurgimento do basquete no Estado, já que se tratam de três times com totais condições, tanto dentro como fora da quadra, de estarem no NBB na próxima temporada”, completou o comandante tricolor.

Fluminense e Macaé se enfrentaram na final da Super Copa, e o time tricolor levou a melhor (Fluminense/Divulgação)

Tijuca e Macaé abrem a disputa

A partida que dará início ao triangular de acesso para a próxima temporada do NBB será nesta quarta-feira, às 19 horas (de Brasília), entre Tijuca/Rio de Janeiro e Macaé Basquete e as duas equipes chegam com preparações distintas para a partida.

Enquanto que o clube tijucano não atua em uma partida oficial desde o dia 11 de abril, quando venceu o Suzano/Cesumar/Campestre, por 103 a 66, pela última rodada da fase de classificação da atual edição do NBB, o time da cidade de Macaé vem de uma sequência de jogos decisivos, primeiro pela Copa Brasil Sudeste e depois pela Super Copa Brasil.

“A única vantagem que nós temos e mesmo poder jogar em casa. Os dois times (Macaé e Fluminense) estavam em atividade, jogando partidas decisivas, enquanto estávamos apenas treinando. Mas, tentaremos superar esta falta de ritmo de jogo para sair com a vitória já nesta primeira partida, que será muito importante para nós”, disse Éldio Leal.

“São equipes que se equiparam e qualquer detalhe pode ser decisivo em um jogo como esse. É muito importante nós entrarmos focados neste jogo, já que atuaremos contra uma equipe muito forte e que jogou a última temporada do NBB. É um torneio de tiro curto e todos os jogos são decisivos. Não temos tempo para pensar nos erros e temos que nos manter focados para conseguir nosso objetivo, que é a vaga no NBB”, afirmou Léo Costa, técnico do Macaé.

Confira a tabela completa do triangular de acesso para o NBB 2013/2014:

15/05 (quarta-feira)
19 horas – Tijuca/Rio de Janeiro x Macaé

16/05 (quinta-feira)
19 horas – Fluminense x Macaé

17/05 (sexta-feira)
18 horas – Tijuca/Rio de Janeiro x Fluminense