#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

Força, Fúlvio!

06-11-2013 | 07:50
Por Liga Nacional de Basquete

Devido a uma lesão antiga no joelho esquerdo, armador Fúlvio realizará uma cirurgia e desfalcará o São José pelo resto da temporada 2013/2014: "vou voltar melhor ainda"

Fúlvio ficará aproximadamente oito meses longe das quadras (Cláudio Capucho/PMSJC)

Fúlvio ficará aproximadamente oito meses longe das quadras (Cláudio Capucho/PMSJC)

Líder em assistências da história do NBB, o armador Fúlvio, do São José/Unimed, ficará de fora do restante da temporada 2013/2014. O atleta precisará ser submetido a uma cirurgia no joelho esquerdo, que o deixará afastado das quadras por aproximadamente oito meses.

Calma, torcedor joseense, o jogador não sofreu nenhuma pancada, torção ou fratura. A operação será realizada pelo fato do atleta já ter o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo rompido e estar jogando no sacrifício há um bom tempo.

Por ter a musculatura da região rigidamente fortalecida, Fúlvio conseguia jogar, porém, este cenário resultava em uma série de outras microlesões. Por isso, pensando na carreira, o maior garçom da história do NBB resolveu colocar um ponto final no sofrimento e realizar a cirurgia, antes que outros problemas mais sérios apareçam.

“Estou tranquilo. Já era esperado. Eu já sabia da lesão e estava jogando no sacrifício. Era uma questão de tempo. Eu já sabia que não ia jogar o NBB. Dei um susto agora nos playoffs do Paulista, contra Franca, quase lesionei o joelho direito, mas felizmente não foi nada. Mas no esquerdo tenho que fazer a cirurgia para eu ter uma carreira mais longa e não problemas mais sério lá na frente”, contou Fúlvio.

Como o próprio citou, a lesão sofrida pelo camisa 11 no Jogo 3 da série quartas de final do Campeonato Paulista não teve nada a ver a operação que fará. Foi apenas um incidente normal, de jogo, algo que, mesmo não sendo nada grave, também impulsionou Fúlvio a realizar a operação em seu ligamento rompido. Apesar da condição, o atleta mostrou tranquilidade em sua recuperação.

“Ficar de fora vai ser horrível. Já sei que da minha tristeza e angústia vai ser enorme. Mas estou tranquilo quanto a recuperação. São José é um dos times dos mais estruturados do Brasil, portanto sei que terei todo suporte necessário, como sempre tive. Acredito que vai ser bem tranquilo”, declarou o armador.

Fúlvio foi o líder em assistências da temporada 2012/2013 do NBB, com média de 7,52 passes perfeitos por jogo (João Pires/LNB)

Fúlvio ficará de fora justamente em um de seus melhores momentos da carreira. Na última temporada do NBB, o atleta foi o líder em assistências do campeonato, com média de 7,52 por jogo. Além disso, o camisa 11 atingiu a expressiva e única marca de 1.000 assistências na história, ultrapassou Larry Taylor no ranking geral da competição e conquistou o posto de maior garçom de todas as cinco edições da maior liga do país.

“Eu tenho feito grandes campeonatos por São José, grandes NBB’s. Sempre tentamos nos superar, sempre em busca do título. Fico angustiado por não poder participar, ainda mais pela vinda do Caio (Torres), que era uma motivação extra para mim e para o time inteiro conquistar o título do NBB. Mas acredito que essa cirurgia vai apenas adiar essas coisas boas”, comentou o camisa 11 do São José.

Juntos na alegria e na tristeza, na saúde e na doença. A relação de Fúlvio e a torcida do São José é a melhor possível. Neste momento difícil de sua carreira, o atleta fez questão de agradecer pelas centenas de mensagens de apoio dos torcedores e aproveitou para promete que, quando voltar, estará melhor ainda.

“Eu só tenho a agradecer a essa torcida. Estou aqui desde 2009 e eles sempre me deram forças, vibrações positivas, sempre estiveram ao nosso lado. Tenho certeza que agora não será diferente. Já recebi centenas de mensagens de apoio, que me deixaram animado, muito feliz. Agora tenho que me tranquilizar, fazer tudo certinho, porque na próxima temporada eu vou voltar melhor ainda”, finalizou Fúlvio.

Fúlvio espera contar com o apoio total da torcida joseense em sua recuperação

Fúlvio espera contar com o apoio total da torcida joseense em sua recuperação