#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

Preparado

20-04-2017 | 09:17
Por Douglas Carraretto

Ex-Pinheiros, Marquinhos exalta carinho pelo Flamengo, revela acompanhamento especial para os playoffs e nega descanso durante as oitavas: "foi uma inter temporada"

Marquinhos jogou 3 temporadas no Pinheiros depois de voltar da NBA (Divulgação/LNB)

Marquinhos é ídolo do basquete do Flamengo, mas seus primeiros passos no NBB CAIXA foram com a camisa do EC Pinheiros, seu atual adversário nas quartas de final. Durante três temporadas, o camisa 11 vestiu a camisa pinheirense – ao lado de Olivinha – e inclusive disputou um playoff de quartas contra os rubro-negros na edição 2008/2009, que terminou em 3 a 0 para o clube carioca.

Curiosamente, em 2008/2009, Marquinhos fez mais de 23 pontos em todos os jogos contra o Flamengo. Naquela temporada, o jogador terminou com média de 22,8 pontos, a maior de toda sua trajetória no NBB CAIXA. Diante de toda história construída, o respeito pelo clube paulista permaneceu, mas o coração do jogador mudou de cor. Agora é vermelho e preto.

“Tento tirar o máximo de proveito sempre que entro em quadra. São dois clubes e dois momentos diferentes da minha carreira, mas sempre entro em quadra com o objetivo de dar o meu melhor. Fui muito feliz no Pinheiros, mas conquistei os meus principais títulos com o Flamengo e tenho um carinho muito grande por esse clube, por essa torcida. O Flamengo é minha casa e sou muito feliz no clube”, comentou Marquinhos.

Atual MVP do NBB CAIXA, Marquinhos vem mantendo o ótimo desempenho em quadra e novamente faz uma excelente temporada. Com média de 18,6 pontos por jogo, o camisa 11 é o cestinha da equipe rubro-negra no campeonato. Sempre com volume de jogo alto, o atleta vez 20 ou mais pontos em mais da metade dos jogos que fez na fase de classificação.

Apesar da grande primeira fase que fez, o atleta de 2,07m de altura revelou que vem fazendo um acompanhamento nutricional especialmente para os playoffs. Com o tratamento, o jogador perdeu alguns quilos e deu uma “secadinha”. Sobre sua performance ofensiva, Marquinhos aliou ao bom trabalho coletivo da equipe, que é a segunda que mais dá assistências na temporada (20,1 por jogo).

Marquinhos é o cestinha do Flamengo na temporada, com média de 18,6 pontos por jogo (João Pires/LNB)

“Estou muito bem fisicamente. Estou fazendo acompanhamento nutricional, dei uma ‘secadinha’ nesses últimos meses e estou me sentindo mais bem preparado para começar esse desafio. Mas se não fosse a equipe jogando junto, acreditando no trabalho do (José) Neto e da comissão técnica, não teria essa média de pontos. O basquete é um jogo coletivo e eu não faria nada se não tivesse meus companheiros de equipe junto comigo”, falou o atual MVP do NBB CAIXA.

Líder da fase de classificação, o Flamengo manteve o excelente retrospecto de nunca ter ficado de fora das quartas de final. Com isso, a equipe conseguiu o “descanso” durante as oitavas mais uma vez. A palavra é entre aspas porque, segundo Marquinhos, o período sem partidas foi regado a treinos fortes. Enquanto isso, o Pinheiros vem de uma série duríssima de cinco jogos contra o Vasco da Gama.

“É claro que vir de uma série de cinco jogos fortíssimos pesa um pouco mais, mas tenho certeza que os dois times vão entrar com a mesma vontade em quadra. E quanto ao descanso, na verdade passamos a maior parte desse tempo treinando muito forte. Foi uma espécie de inter-temporada e espero que a gente colha os frutos do nosso trabalho dentro de quadra”, analisou Marquinhos.

Para a fase decisiva do campeonato, o técnico José Neto terá à disposição todos os atletas do elenco. Isso porque o jovem ala/armador Humberto, um dos reforços do Flamengo para essa temporada, se recuperou de uma grave fratura no pé no dia 08 de janeiro e desde então não entrou mais em quadra, passando, inclusive, por um processo cirúrgico.

Marquinhos comemorou elenco completo para os playoffs: “espero que faça a diferença” (Gilvan de Souza/Flamengo)

A estreia do Flamengo nos playoffs será nesta sexta-feira (21/04), no Ginásio Poliesportivo Henrique Villaboim, em São Paulo (SP), às 21 horas (de Brasília), com transmissão ao vivo dos canais SporTV.

“Teremos pela primeira vez na temporada o time completo, com a volta do Humberto, e espero que isso faça diferença para o resultado final da série. Sempre entramos com o objetivo de vencer e dessa vez não vai ser diferente”, finalizou o atual MVP do NBB CAIXA.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, Nike e Avianca e o apoio do Ministério do Esporte.