#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

Sangue frio

Franca FRA 67
x
80 Paulistano CAP
25
1ºQ
X
14
12
2ºQ
X
23
13
3ºQ
X
21
17
4ºQ
X
22

Ginásio Pedrocão

6 de maio de 2017
Por

Com mais de cinco mil pessoas no Pedrocão, Paulistano vira para cima do Franca, vence Jogo 5 e avança às semifinais do NBB CAIXA

DOCUMENTOS:
Súmula
67
X
80
67
PTS
80
7
A3C
9
16
A2C
20
14
LLC
13
30
RT
40
11
ASS
12

Pts: Pontos RT: Rebotes ASS: Assistências A3C: Arremessos de três certos A2C: Arremessos de dois certos LLC: Lances livres certos
(*) Colocação refere-se a rodada em que esta partida foi realizada

A juventude do Paulistano/Corpore está nas semifinais do NBB CAIXA 2016/2017. Sem se intimidar com as mais de cinco mil pessoas que compareceram ao Ginásio do Pedrocão neste sábado (06/05), o clube da capital paulista venceu o Jogo 5 contra o Franca Basquete, de virada, por 80 a 67, e cravou seu lugar entre os quatro melhores do maior campeonato de basquete do país.

Virada monstra: Os minutos inicias da partida foram completamente favoráveis ao Franca e a vantagem dos donos da casa chegou a 14 pontos (22 a 8) durante o primeiro quarto. Sem se intimidar, o Paulistano empatou o jogo no segundo período (37 a 37) e, no segundo tempo, foi completamente dominante para garantir a expressiva vitória em solo francano.

E agora? O rival do Paulistano nas semifinais será o Universo/Vitória. O primeiro jogo da série acontece nesta terça-feira (09/05), às 19h30, em Salvador, ao vivo no SporTV. Depois, o time paulista fará as duas próximas partidas em casa, sexta e domingo, respectivamente.

O cara: Lucas Dias comandou a vitória do Paulistano no Pedrocão e deixou a quadra com um duplo-duplo de 20 pontos e dez rebotes. O ala de 21 anos brilhou especialmente no último quarto, em que acertou três bolas de três pontos e acabou com as chances de reação do Franca.

Fala aí: “Começamos o jogo muito apáticos, mas aos poucos as coisas foram se acertando e o papel do Gustavo (De Conti) foi fundamental nisso. Ele conversou com todos e foi nos passando tranquilidade. Ficamos muito abatidos depois do Jogo 4 e não queríamos que as coisas acontecem igual hoje. Tivemos muita coragem e mostramos nossa qualidade para vencer aqui no Pedrocão hoje”, disse Lucas.

Contribuições valiosas: Outros três jogadores foram fundamentais para o triunfo dos visitantes. Com grande atuação no garrafão, Renato marcou 14 pontos e ainda apanhou nove rebotes. Já os armadores Georginho e Yago deixaram a quadra com 12 pontos cada.

Mudou o jogo: Vindo do banco logo no primeiro quarto quando Franca vencia por 15 a 2, Yago foi fundamental para a reação do Paulistano. Com direito a duas bolas de três pontos em contra-ataques, o garoto de 18 anos mudou o cenário da partida e o clube da capital paulista passou a dominar as ações.

Diferente e eficiente: Durante toda a partida, o Paulistano exerceu uma defesa por zona, algo pouco utilizado pelo técnico Gustavo De Conti durante a temporada. No entanto, a “novidade” funcionou muito bem e o ataque francano teve sua pior produção em toda a série.

Fala aí: “Não marcamos por zona praticamente em nenhum momento desta temporada, mas foi uma aposta que deu certo hoje. A defesa por zona não força o erro, e sim espera o erro do adversário. Sabíamos que Franca poderia sentir a pressão de jogar em casa para fechar a série, assim como sentimos no Jogo 4, e a intenção da nossa defesa era essa mesmo”, analisou o técnico Gustavo De Conti.

Sempre Paulistano! Com a vitória neste sábado, o clube da capital paulista continua invicto em Jogos 5 na história dos playoffs do NBB CAIXA. Esta foi a quinta vez em que a equipe disputou e venceu uma partida decisiva da fase de mata-mata.

Novamente na semi: O Paulistano está nas semifinais do NBB CAIXA pela segunda vez na história. A primeira foi na temporada 2013/2014, quando a equipe enfrentou e venceu o São José para chegar à grande decisão naquela ocasião.

Eles tentaram: Os destaques na Franca na partida ficaram por conta dos armadores Coelho e Alexey, que marcaram 16 pontos cada. Ora separada e outras vezes lado a lado, a dupla de armadores comandou as ações do time do interior na partida. Juntos, os dois jogadores ainda somaram sete assistências.

De novo arrasador: Assim como na última partida da série, Franca começou a partida em um ritmo alucinante. Em menos de três minutos, a equipe abriu 10 a 2 e obrigou o técnico rival Gustavinho a pedir tempo. Ao longo da parcial, o Paulistano até melhorou seu desempenho, muito por conta da entrada do garoto Yago, mas o time da casa seguiu atuando com muita tranquilidade e fechou o primeiro quarto com 11 pontos de frente (25 a 14).

Mudou de lado: O domínio do segundo quarto foi todo do Paulistano. Com sua defesa funcionando muito bem, a equipe visitante forçou os francanos a sete erros na parcial e conseguiu pontuar diversas vezes em contra-ataques. E foi justamente com uma bandeja de Renato após erro do ataque de Franca que o clube da capital empatou o jogo praticamente no estouro do cronômetro (37 a 37).

Do mesmo jeito: A pausa para o intervalo não esfriou o bom momento do Paulistano e a equipe mandou no terceiro período. Ainda com sua defesa impondo muitas dificuldades ao ataque francano, a equipe ainda contou com grandes participações de Lucas Dias e Renato do outro lado da quadra para vencer a parcial por 21 a 13 e chegar ao último quarto com oito pontos de frente (58 a 50).

Nada de reação: O Paulistano manteve a tranquilidade durante toda a parcial final para vencer. No embalo de sua torcida, Franca lutou até o fim, mas os visitantes seguiram atuando com muita calma e seguraram a diferença no placar. Lucas Dias foi cirúrgico com três bolas de três pontos no período e a equipe da capital não deu chances aos rivais.


Nr. Jogador JO Min Pts RD+RO RT AS 3P% 2P% LL% BR TO FC FR ET +/- EF
#10 Coelho 1 24.2 16/26 (62) 0+2 2 2 3/4 (75) 2/5 (40) 3/4 (75) 3 0 4.00 3.00 2 -2 16
#4 Alexey 1 25.6 16/21 (76) 2+0 2 5 0/1 (0) 6/7 (86) 4/4 (100) 1 0 2.00 2.00 2 -14 20
#15 Cipolini 1 26.7 10/25 (40) 4+0 4 1 1/4 (25) 2/5 (40) 3/3 (100) 0 1 4.00 6.00 1 2 9
#12 Pedro 1 34.6 10/29 (34) 2+1 3 0 2/5 (40) 2/7 (29) 0/0 (0) 1 0 3.00 3.00 2 -5 4
#11 Antonio 1 11.4 6/15 (40) 0+1 1 0 0/1 (0) 2/5 (40) 2/2 (100) 1 0 2.00 3.00 1 -11 3
#7 Isaac 1 26.7 5/12 (42) 3+0 3 2 1/2 (50) 1/3 (33) 0/0 (0) 1 1 2.00 2.00 2 -8 7
#5 César 1 19.4 2/7 (29) 1+1 2 1 0/1 (0) 1/2 (50) 0/0 (0) 0 0 1.00 0.00 0 -1 3
#17 Dú Sommer 1 12.9 1/8 (13) 2+1 3 0 0/0 (0) 0/3 (0) 1/2 (50) 0 0 0.00 2.00 1 -9 -1
#88 Dedé 1 13.3 1/10 (10) 3+0 3 0 0/2 (0) 0/1 (0) 1/2 (50) 0 0 1.00 1.00 0 -5 0
#16 João Pedro 1 2.0 0/0 (0) 0+0 0 0 0/0 (0) 0/0 (0) 0/0 (0) 0 0 0.00 0.00 0 -6 0
#33 Guilherme 1 0.0 0/0 (0) 0+0 0 0 0/0 (0) 0/0 (0) 0/0 (0) 0 0 0.00 0.00 0 0 0
#9 Cauê 1 3.2 0/0 (0) 0+0 0 0 0/0 (0) 0/0 (0) 0/0 (0) 0 0 2.00 0.00 0 -6 0
Equipe 1 0.0 67/153 (44) 22+8 30 11 7/20 (35) 16/38 (42) 14/17 (82) 7 2 21.00 22.00 11 0 68
Nr. Jogador JO Min Pts RD+RO RT AS 3P% 2P% LL% BR TO FC FR ET +/- EF
#9 Lucas 1 36.8 20/36 (56) 8+2 10 1 4/6 (67) 4/9 (44) 0/0 (0) 0 1 3.00 1.00 1 14 24
#15 Renato 1 28.9 14/32 (44) 4+5 9 0 1/5 (20) 5/7 (71) 1/3 (33) 1 0 4.00 5.00 2 10 14
#32 De Paula 1 30.4 12/36 (33) 2+1 3 4 1/4 (25) 2/8 (25) 5/8 (63) 1 0 2.00 6.00 1 13 7
#2 Yago 1 22.7 12/18 (67) 1+0 1 3 3/4 (75) 0/1 (0) 3/4 (75) 1 0 2.00 2.00 2 11 12
#77 Guilherme 1 14.2 8/13 (62) 0+1 1 0 0/1 (0) 4/5 (80) 0/0 (0) 0 0 2.00 0.00 0 -5 7
#14 Arthur Pecos 1 29.2 6/17 (35) 3+0 3 3 0/1 (0) 3/7 (43) 0/0 (0) 0 0 2.00 2.00 0 4 7
#33 Eddy 1 8.7 4/7 (57) 2+0 2 0 0/1 (0) 1/1 (100) 2/2 (100) 1 0 1.00 1.00 0 3 6
#13 Hure 1 20.3 4/11 (36) 2+0 2 1 0/1 (0) 1/3 (33) 2/2 (100) 2 0 3.00 3.00 1 11 5
#10 Victor André 1 2.3 0/0 (0) 1+0 1 0 0/0 (0) 0/0 (0) 0/0 (0) 1 0 0.00 0.00 1 -2 1
#5 Luis Fernando 1 0.0 0/0 (0) 0+0 0 0 0/0 (0) 0/0 (0) 0/0 (0) 0 0 0.00 0.00 0 0 0
#7 Jhonatan 1 6.6 0/0 (0) 1+0 1 0 0/0 (0) 0/0 (0) 0/0 (0) 1 0 3.00 1.00 1 6 1
#3 Mogi 1 0.0 0/0 (0) 0+0 0 0 0/0 (0) 0/0 (0) 0/0 (0) 0 0 0.00 0.00 0 0 0
Equipe 1 0.0 80/170 (47) 27+13 40 12 9/23 (39) 20/41 (49) 13/19 (68) 8 1 22.00 21.00 10 0 90