#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

Seleçãoda Semana #1

13-11-2017 | 05:41
Por

Confira quais foram os atletas que mais se destacaram na primeira semana da temporada 2017/2018 do NBB CAIXA

O NBB CAIXA 2017/2018 começou com tudo. Resultados inesperados, partidas decididas no último segundo e até “novato” dando show. Muita coisa aconteceu na primeira semana da temporada e nove partidas agitaram o início do maior campeonato de basquete do país.

Mas quais foram os principais destaques individuais destes nove primeiros jogos da competição? A Seleção da Semana responde para você. Vale lembrar que esta é uma escolha dos editores do site da LNB com o intuito de promover o NBB CAIXA e não necessariamente reflete a opinião oficial da entidade.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e o apoio do Ministério do Esporte.

Gegê teve grande atuação na importante vitória do Minas sobre o Vasco (Orlando Bento/Minas TC)

1 – Gegê (Minas Tênis Clube)
Médias na semana: 19 pontos, 11 assistências, 5 rebotes e 4 bolas recuperadas

O pentacampeão do NBB CAIXA fez bonito em sua estreia oficial com a camisa do Minas Tênis Clube. Um dos principais reforços do clube de Belo Horizonte para esta temporada, o armador comandou a vitória mineira sobre o Vasco com uma atuação de gala.

Campeão quatro vezes seguidas pelo Flamengo e uma pelo Bauru, Gegê marcou 18 pontos no triunfo por 82 a 81 sobre o forte time do Vasco e igualou seu recorde no NBB CAIXA. Além disso, ainda registrou cinco rebotes, 11 assistências e quatro roubos de bola para somar expressivos 28 pontos de eficiência – terceira maior marca da primeira semana.

2 – Alex Garcia (Sendi/Bauru Basket)
Médias na semana: 14,5 pontos, 8,5 rebotes e 7,0 assistências

O “Brabo” iniciou a décima edição do NBB CAIXA com duas atuações completas e, em ambas, foi fundamental para Bauru sair vencedor. Prova de que fez de tudo um pouco é que Alex é o único atleta a figurar no Top 5 de rebotes e assistências da primeira semana.

Na abertura da competição, que marcou a reedição da última final entre Bauru e Paulistano, Alex ficou 31 minutos em quadra e produziu 18 pontos, dez rebotes e seis assistências, além de sua costumeira disposição dos dois lados da quadra. Já na segunda partida, diante do Campo Mourão Basquete, o capitão bauruense marcou 11 pontos, distribuiu oito assistências e apanhou sete rebotes

Jimmy mostrou grande desempenho ofensivo nas duas primeiras vitórias do Mogi (Antonio Penedo/Mogi-Helbor)

3 – Jimmy (Mogi das Cruzes/Helbor)
Médias na semana: 18,0 pontos, 62% nas bolas de três pontos e 57% nos arremessos de dois pontos

Eleito melhor defensor do último NBB CAIXA, Jimmy vem evoluindo ofensivamente cada vez mais e seu início de temporada foi bastante animador para o torcedor mogiano. O camisa 18 foi o cestinha da equipe nas duas primeiras partidas, com 17 pontos diante do Solar Cearense, e 19 contra o Universo/Vitória.

O que mais chamou a atenção na alta produção de Jimmy foi seu incrível aproveitamento nas bolas de três. Somados os dois jogos, o jogador acertou oito dos 13 arremessos de longa distância que tentou (62% de aproveitamento). Já nas bolas de dois foram quatro acertos em sete tentativas (57%) e nos lances livres também foram quatro acertos, mas em cinco tentativas (80%).

4 – Gruber (Sesi Franca Basquete)
Médias na semana: 17,0 pontos, 75% nos arremessos de três pontos e 73% nas bolas de dois pontos

Com as ausências de Mineiro, machucado, e Jefferson, suspenso, Gruber mostrou que pode ser uma arma importante do Sesi Franca ao longo da temporada. Um dos reforços da equipe para a temporada, o ex-Solar Cearense teve duas grandes atuações na primeira semana do NBB CAIXA, com direito a ótimos aproveitamentos de 75% nos arremessos de três pontos (3/4), 73% nas bolas de dois pontos (11/15) e 100% nos lances livres (3/3).

Apesar da derrota francana para o Campo Mourão, Gruberi deixou a quadra com um grande desempenho na conta, ao marcar 23 pontos e apanhar oito rebotes. Já na larga vitória sobre o Paulistano, o ala/pivô precisou ficar apenas 14 minutos em quadra para marcar 11 pontos e ser um dos protagonistas da partida.

5 – Caio Torres (Mogi das Cruzes/Helbor)
Médias na semana: 11,0 pontos, 8,5 rebotes e 46,2% nas bolas de dois pontos

Segundo colocado no ranking de rebotes – atrás apenas de Giovannoni, que disputou apenas um jogo –, com 8,5 de média, Caio Torres completa o quinteto ideal da primeira semana do NBB CAIXA. O camisa 13 teve sete rebotes na estreia, contra o Solar Cearense, e dez na segunda partida, diante do Vitória.

Depois de marcar apenas seis pontos no primeiro jogo, Caio teve grande atuação no confronto seguinte e registrou seu primeiro duplo-duplo, ao marcar 16 pontos. Dos dez rebotes colecionados, cinco foram no ataque mogiano e o pivô foi fundamental para a equipe segurar a reação do Vitória e manter os 100% de aproveitamento na competição.

6º Homem – Kevin Crescenzi (Liga Sorocabana) – Dono da Bola
Médias na semana: 23,0 pontos por jogo, 5,5 rebotes e 64,3% nas bolas de três pontos

A maior surpresa da primeira semana do NBB CAIXA 17/18 veio do banco da Liga Sorocabana. Recém-contratado pela equipe paulista, o norte-americano que tem passaporte brasileiro, já que sua mãe é nascida no país, roubou a cena e, saindo entre os reservas, foi o grande destaque das duas vitórias conquistadas por seu time.

Na estreia, diante do Solar Cearense, Crescenzi “pegou fogo” e converteu seis bolas de três pontos em apenas sete tentativas (86% de aproveitamento). No fim das contas, Kevin teve 24 pontos, oito rebotes e três assistências. No duelo seguinte, a estrela do camisa 14 voltou a brilhar e, em apenas 24 minutos em quadra, marcou 22 pontos para ser decisivo no triunfo sobre o Vitória.

Maior cestinha do NBB CAIXA até o momento, com média de 23 pontos por jogo, Kevin Crescenzi tem incríveis aproveitamentos de 64,3% (9/14) nos arremessos de três pontos, 70% nas bolas de dois pontos (7/10) e 100% nos lances livres (5/5). Vale a pena ficar de olho nele!

Crescenzi brilhou em suas duas primeiras atuações no NBB CAIXA e conduziu a Liga Sorocabana a importantes triunfos sobre as equipes do Nordeste (Marina Gouvêa/LSB)

Menções honrosas:

Greg Brown (Campo Mourão Basquete) – médias de 20,0 pontos, 4,5 rebotes e 4,5 assistências
Hélio (Campo Mourão Basquete) – médias de 20,5 pontos, 3,5 rebotes e 4,5 assistências
Cook (Liga Sorocabana) – médias de 20,0 pontos, 4,5 rebotes e 2,5 assistências
Guilherme Giovannoni (Vasco)* – 12 pontos e nove rebotes
Lucas Mariano (Vasco)* – 17 pontos e seis rebotes

*Disputaram apenas um jogo na semana