#JOGAJUNTO

NBB

Do ponto de partida

19-10-2012 | 11:45
Por Liga Nacional de Basquete

Miguel Ângelo da Luz se prepara para primeira temporada completa comandando o Tijuca e mostra confiança em novos sucessos da equipe carioca

Agora, desde o ínicio: Miguel Ângelo da Luz prepara Tijuca para segunda temporada no NBB (Colin Foster/Divulgação)

A temporada 2012/2013 do NBB será diferente para o técnico Miguel Ângelo da Luz, do Tijuca/Rio de Janeiro. Ao contrário da passada, em que o comandante da Seleção Brasileira feminina em 1994 assumiu a equipe carioca com o campeonato em andamento, o experiente treinador teve a oportunidade de iniciar um trabalho a partir do ponto de partida dessa vez. E mesmo com um tempo menor para a preparação da pré-temporada, não perde a confiança no elenco tijucano e em uma boa campanha, a exemplo de 2011/2012.

“É um trabalho diferente. Entrei no meio do campeonato na temporada passada, mas a gente conseguiu implantar o nosso estilo. Neste ano, temos esse desafio, tive de pular algumas etapas do trabalho, mas o grupo está dedicado”, afirmou Miguel Ângelo. As etapas tiveram de ser queimadas porque o Tijuca começou sua preparação um pouco depois da maioria das equipes do NBB, em setembro. Muito por conta disso, teve de acelerar o processo na pré-temporada, focando a principal competição do basquete brasileiro, que disputará pela segunda vez.

Nesse planejamento, o Campeonato Carioca virou uma base para entrosar o elenco, identificar defeitos e corrigi-los, uma competição usada para experiências. O Tijuca chegou à final do Estadual, em que enfrentará o Flamengo. Mas outra decisão chamou bastante a atenção de Miguel Ângelo: a do Estadual Juvenil, em que o clube tijucano foi campeão invicto na noite desta quinta-feira (18/10), batendo o rival rubro-negro. Uma boa parte do grupo que jogará o NBB terá jogadores da equipe que conquistou o título da categoria de base.

Com um trabalho humilde, de certa forma até modesto, o técnico do Tijuca adota a postura “pés no chão”, com a ideia de atrapalhar os favoritos no NBB. Mas nunca deixa de mirar alto. “Nunca faço um trabalho sem a pretensão de chegar longe. Minha meta é o título. Se a gente não chegar lá, pelo menos a gente trabalhou para isso. Quanto mais longe para a gente, melhor”, disse.

O próximo mês antes do início do NBB será decisivo para que Miguel Ângelo encontre o entrosamento ideal da equipe do Tijuca. Pelo o que tem visto nos treinos, o treinador garantiu que os cariocas deixarão novamente uma boa impressão pelas quadras do país – na temporada passada, chegaram nos playoffs e engrossaram contra o Unitri/Universo na primeira vez em que disputavam o campeonato.

“Acredito que vamos fazer jogos de igual para igual com todo mundo, assim como foi na temporada passada, em que vencemos Uberlândia em uma partida dos playoffs. Não vai ser diferente. Ao lado do Flamengo, vamos representar bem o estado do Rio de Janeiro no NBB”, concluiu.

O Tijuca comandado por Miguel Ângelo da Luz vai estrear fora de casa na temporada 2012/2013 do NBB, contra o Icatu/Minas, no dia 24 de novembro.