#JOGAJUNTO

NBB

“Foi uma experiência maravilhosa”

06-12-2011 | 08:41
Por Liga Nacional de Basquete

Antes de retornar para a NBA, Leandrinho falou um pouco sobre sua volta ao basquete brasileiro defendendo as cores do Flamengo. Confira entrevista exclusiva

Divulgação

Com a sensação de dever cumprido, e com o coração apertado. É com este sentimento que Leandrinho se despede do Brasil e da equipe do Flamengo, para retornar à NBA, onde defende o Toronto Raptors.

Foram pouco mais de três meses vestindo o uniforme rubro-negro em que todos os objetivos foram cumpridos. O ala/armador deixa o time carioca na liderança do NBB e com vaga assegurada na fase final da Liga Sul-Americana, além de ter conquistado o heptacampeonato estadual.

No Brasil, Leandrinho pode ver de perto um basquete transformado e com muitas mudanças em relação àquele que deixou há oito anos, quando embarcou para a liga norte-americana. Satisfeito, deixou as portas aberta para, quem sabe em breve, voltar a desfilar seu jogo em quadras nacionais. Confira o bate-papo exclusivo:

  • O fim do locaute da NBA

No dia em que a notícia saiu, eu estava dormindo e a Samara, minha esposa, me ligou do cabeleireiro, chorando, e me contou. É claro que todos ficaram tristes, mas faz parte. É a minha profissão e minha família sempre me apoiou.

  • Passagem pelo Flamengo

Sem dúvida o que mais me marcou foi a torcida. O Flamengo tem torcedores apaixonados, que estão presente em todos os lugares onde o time joga. Fiquei muito impressionado e feliz em encontrar rubro-negros por todas as cidades que passamos. E eles me receberam de braços abertos, me senti em casa. Aliás, todo o time e a diretoria do clube me receberam muito bem. Só tenho a agradecer.

  • Jogar novamente no país

Foi uma experiência maravilhosa para a minha carreira e para minha vida pessoal. Me senti um juvenil, como se estivesse começando a carreira agora. Foi um renascimento.

  • Evolução do basquete nacional

O basquete brasileiro mudou muito, evoluiu. Hoje, a Liga está muito mais profissional, com times reforçados e com jogadores renomados, e com uma grande preocupação com a estrutura. E agora, com a classificação da seleção para as Olimpíadas de Londres, a tendência é que evolua ainda mais.

  • Inovações no NBB

Acho muito válido que a LNB tenha essas preocupações. Isso só mostra o quanto o basquete brasileiro está crescendo. A palestra sobre arbitragem, por exemplo, foi muito importante para que os atletas pudessem tirar suas dúvidas e ficar sabendo sobre novas regras, etc. E também mostrou que a LNB está preocupada em elevar o nível da arbitragem nacional.

  • Retorno para os playoffs do NBB

Primeiro temos que ver como vai ser a temporada do Toronto Raptors. Mas é claro que tenho vontade de voltar e acredito que a diretoria do Flamengo vai fazer de tudo para viabilizar a minha volta. Meu coração é do Flamengo agora.

  • Volta em definitivo

Eu prefiro sempre pensar no presente. Agora, tenho contrato com o Toronto e vou cumprir todos os meus compromissos com o time. Quando o contrato chegar ao fim, aí vamos pensar no que vai ser. Mas uma coisa é certa: quero encerrar minha carreira no Brasil.