#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

15 anosdepois

06-02-2018 | 01:06
Por Liga Nacional de Basquete

Destaque do Franca, Leandrinho retorna a Bauru após 15 anos e reencontra equipe que o projetou para a NBA: "lembranças guardadas com carinho"

Leandrinho Barbosa (o 3º agachado da esquerda para a direita), atuou no Bauru entre 2001 e 2003 (Reprodução)

Sabe aqueles reencontros marcantes? Aqueles que são recheados de história? É o que acontecerá na noite desta terça-feira (06/02) no Ginásio Panela de Pressão. Depois de longos 15 anos, Leandrinho Barbosa, astro do Sesi Franca Basquete, retornará a cidade de Bauru (SP), onde deu seus primeiros passos como atleta profissional e despontou para o cenário internacional do basquete.

O reencontro será no clássico entre Sendi/Bauru Basket e Sesi Franca Basquete, no Ginásio Panela de Pressão, palco do primeiro título de Leandrinho como profissional, às 19h30 (de Brasília), com transmissão ao vivo dos canais SporTV.

“Bauru foi um período bacana de minha vida, de muito aprendizado e de luta para emplacar uma carreira. Sem dúvida, lembranças guardadas com carinho”, disse Leandrinho.

Quer saber o porquê? Dá uma conferida.

Bauru: a vitrine

Revelado pelo Palmeiras (SP), Leandrinho foi contratado pelo Bauru em 2001 depois de mostrar um nível acima da média em relação aos demais garotos das categorias de base. Mal ele sabia que ali se iniciava a trajetória em seu último clube no Brasil antes de rumar para o melhor basquete do mundo.

Na equipe bauruense, que na época Tilibra/Copimax/Bauru, o franzino ala de 1,90m viveu sua primeira temporada como atleta adulto e deu um belo cartão de visitas: médias de 15,8 pontos, 6,4 assistências e 1,7 roubos de bola por jogo no Campeonato Paulista 2001, o que lhe rendeu prêmio de Revelação do torneio.

Já no ano seguinte, em 2002, a glória máxima: título de campeão brasileiro pelo Bauru, o primeiro de sua carreira como profissional. A final foi contra o Uniara/Araraquara, que acabou varrido pelo time bauruense na série melhor de cinco, por 3 a 0. Essa foi também a primeira vez que Bauru foi campeão nacional – feito repetido na temporada passada, com o título do NBB CAIXA.

Ainda neste ano, Leandrinho teve seu grande ano pelo Bauru premiado com uma convocação para a Seleção Brasileira que disputou o Mundial de 2002, em Indianápolis (EUA). O treinador? O lendário Hélio Rubens Garcia, ídolo do Franca Basquete, que é pai de seu atual treinador, Helinho Garcia.

Aquele foi o primeiro dos quatro Mundiais que ele disputou pela Seleção (2002, 2006, 2010 e 2014). Além disso, o jogador também disputou duas Olimpíadas (Londres 2012 e Rio 2016) e quatro Copas Américas (2005, 2007, 2009 e 2011).

Depois do Mundial de 2002, no qual somou média de 2,2 pontos em quatro partidas, Leandrinho ainda disputou um pedaço do Nacional de 2003 e deixou a equipe do Bauru, que vinha de sete vitórias seguidas e ocupava o nono lugar da competição. O motivo? Draft da NBA!

#PartiuNBA

Leandrinho foi eleito o Melhor Reserva da NBA em 2007 pelo Phoenix Suns (Divulgação)

Com 20 anos, o destaque do Tilibra/Copimax/Bauru alcançou o sonho de todo jogador de basquete: a NBA. Leandrinho foi escolhido na 28ª posição do Draft pelo San Antonio Spurs, mas acabou trocado para o Phoenix Suns. Ali se iniciava uma trajetória de longos 14 anos na liga profissional norte-americana.

Na franquia do Arizona, onde ficou por sete anos e atuou ao lado de lendas como Steve Nash e Shaquille O’Neal, Leandrinho consolidou seu nome na NBA, principalmente depois que ganhou o troféu de Sexto Homem em 2006/2007, quando acumulou médias de 18,1 pontos e 4,2 assistências vindo do banco de reservas.

+Vale a leitura: Leandrinho revela episódio engraçadíssimo com Shaquille O’Neal

Depois de sete anos em Phoenix, “The Blur”, como passou a ser apelidado por lá, atuou por Toronto Raptors, Boston Celtics, retornou ao Phoenix Suns e então foi para o Golden State Warriors, onde alcançou o tão almejeado anel de campeão da NBA. O brasileiro ainda voltou ao Suns mais uma vez, na temporada passada, mas não teve seu contrato renovado para 2017/2018.

Grande fase em Franca

De volta ao Brasil, Leandrinho se juntou ao forte elenco do Sesi Franca Basquete, uma das grandes potências do basquete nacional, para sua terceira passagem pelo NBB CAIXA – fez seis jogos pelo Flamengo em 2011/2012 e oito pelo EC Pinheiros em 2013/2014.

Desde sua estreia, o ala de 35 anos não perdeu nenhuma partida – foram seis vitórias em seis jogos – e ainda possui a maior média de pontos do Franca no campeonato, com 13,8 por duelo.

Melhor a cada jogo, o camisa 19 teve grandes atuações nas duas últimas partidas do Franca e foi o cestinha de ambas: 16 pontos contra o Banrisul/Caxias Basquete e 21 contra Joinville – seu recorde na atual temporada do NBB CAIXA. Assim, foi eleito para a Seleção da Semana #14 do NBB CAIXA.

“Tenho conseguido evoluir nos treinamentos e quando isso acontece, a resposta vem nos jogos. A cada jogo, me sinto mais solto, confiante e o entrosamento com o time vai aumentando, ajudando em todos os sentidos”, falou Leandrinho.

O Clássico

O reencontro de Leandrinho com a cidade de Bauru acontecerá em uma condição que abrilhanta ainda mais a partida: um clássico. E não é qualquer clássico. Gigantes do interior paulista, Sendi/Bauru Basket e Sesi Franca Basquete protagonizaram diversas batalhas em playoffs do NBB CAIXA e do Campeonato Paulista e possuem uma das maiores rivalidades do basquete brasileiro atual.

Bauru x Franca é, sem dúvidas, um dos maiores clássicos do basquete brasileiro atual (Newton Nogueira/Franca Basquete)

Além disso, as duas equipes ainda estão coladas na classificação e brigam ferrenhamente pelas primeiras posições do NBB CAIXA. No momento, o Franca é o quarto colocado, com 14 vitórias em 18 partidas, enquanto Bauru é o quinto, com 12 triunfos na mesma quantidade de jogos.

+Tabela de classificação completa da temporada 2017/2018 do NBB CAIXA

“Será um jogo de grande importância e dificuldade para as duas equipes que brigam por boas classificações na competição. Ambas as equipes terão de ter muita atenção e concentração, pois pequenos detalhes poderão decidir a partida”, finalizou Leandrinho Barbosa.

Reforçando: o clássico entre Sendi/Bauru Basket e Sesi Franca Basquete será nesta terça-feira (06/02), no Ginásio Panela de Pressão, em Bauru (SP), às 19h30 (de Brasília), com transmissão ao vivo dos canais SporTV.

+#10Fatos: tudo que você precisa saber sobre o clássico desta terça-feira entre Bauru x Franca 

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, INFRAERO, Avianca, Nike, Penalty e Wewi e os apoios do Açúcar Guarani e do Ministério do Esporte.

Confira as duas partes da entrevista exclusiva da LNB com Leandrinho: