#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

A vez do Nordeste

05-12-2012 | 06:05
Por Liga Nacional de Basquete

Basquete Cearense e Liga Sorocabana se enfrentam no primeiro jogo da história do NBB na região, nesta quinta-feira, em Fortaleza (CE), pela quinta rodada

O Basquete Cearense terá o primeiro contato com o público do Nordeste (Raphael Oliveira/Divulgação)

Um dia histórico para o basquete brasileiro.  Com certeza, um fato que ficará marcado na memória de torcedores, jogadores e técnicos: o primeiro jogo em cinco edições do NBB no Nordeste. O SKY/Basquete Cearense fará o primeiro jogo em casa na temporada 2012/2013 da competição, contra a LSB – Liga Sorocabana de Basquete, no Ginásio da UNIFOR, em Fortaleza (CE), nesta quinta-feira (06/12), a partir das 21h00 (horário de Brasília).

“Estou muito feliz em participar desse acontecimento. Eu sinto que dei uma parte de mim para o basquete, essa doação me deixa extremamente feliz. O NBB se confunde com a minha vida, o Basquete Cearense é a minha vida, estou feliz em participar do primeiro jogo fora do eixo nacional onde o basquete brasileiro se concentra”, disse o técnico do Basquete Cearense, Alberto Bial.

O apoio da torcida cearense, que deve comparecer em peso ao jogo, foi destacado por Bial como um grande fator de motivação para que o Basquete Cearense chegue à primeira vitória no NBB – foram duas derrotas fora de casa para o Unitri/Universo e o Vivo/Franca.

“Essa proximidade com a torcida será muito importante, o calor da torcida, o calor do Ceará. O fato de não termos vencido não importa, todos os times ficarão uma ou duas rodadas sem vencer, então estamos tranquilos, nos preparando da melhor forma possível e vamos em busca da vitória”, declarou.

As apostas da equipe nordestina para essa partida são o ala/pivô Felipe, com média de 17 pontos por jogo, e o ala André Góes, com 12,5 pontos por partida até agora. Outro fator positivo para os donos da casa é a estreia dos dois estrangeiros contratados para a disputa da temporada do NBB, o pivô sérvio Radovan Dragovic e o ala/armador norte-americano Bernard Robinson.

Já a Liga Sorocabana conquistou na rodada passada a primeira vitória da temporada, contra o Uberlândia, jogando em casa. Mesmo com desfalques, a equipe do interior paulista vai para o jogo confiante na meta de ser o convidado indesejado da festa dos cearenses. Os destaques dos sorocabanos são o ala norte-americano Desmond Holloway, cestinha da equipe com 20,5 pontos por jogo, e o armador Neto, com média de 12 pontos por partida.

“Vamos enfrentar uma equipe experiente, que conta com um técnico extremamente competente, que vai fazer sua estreia em casa e, certamente, levará muitos torcedores ao ginásio. O nosso time entrará em quadra com a expectativa de fazer uma boa apresentação e buscará surpreender o time cearense”, comentou o treinador do Basquete Cearense, Rinaldo Rodrigues.

O jogo também terá um confronto de irmãos, com Luciano Machado, da LSB, enfrentando Adriano, do Basquete Cearense (Della Rocca/Divulgação)

Uma curiosidade deste confronto é o duelo entre os irmãos Luciano Machado, ala/pivô que defende a Liga Sorocabana, e o irmão mais velho dele, o pivô Adriano Machado, que atua pelo Basquete Cearense.

“Esta vai ser a terceira vez que vou enfrentar o Adriano, sendo que perdi os dois primeiros jogos contra ele. Na ocasião, eu defendia o XV de Piracicaba e ele, o Paulistano. Espero sair dessa vez com a vitória, que será importante para a Liga Sorocabana”, comentou Luciano, que tem o irmão mais velho como uma referência.

“Comecei a jogar basquete por causa do Adriano, que sempre foi o meu exemplo e o jogador em que procurei me espelhar. Espero sair com uma vitória, já que na última vez em que nos enfrentamos, ele me deu um toco e tirou bastante sarro por conta disso”, brincou o irmão mais novo.