“Os playoffs me animam. Eu fico mais concentrado e isso ajuda no meu desempenho”. Esse foi o discurso do armador Nezinho antes da terceira partida da série de quartas de final do NBB 2012/2013 diante do São José/Unimed. Dito e feito. O jogador teve uma atuação incrível e liderou o triunfo do time candango, por 91 a 76, em jogo realizado na noite desta sexta-feira, no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília (DF).

Com direito um excepcional aproveitamento nos tiros de longa distância, foram oito acertos em 11 tentativas (72,7% de aproveitamento), o camisa 23 do esquadrão da capital federal anotou 36 pontos, ainda distribuiu sete assistências, totalizando 40 pontos de eficiência, e foi o grande destaque da partida que colocou os atuais tricampeões em vantagem no confronto por dois a um.

“Primeiro, gostaria de agradecer a Deus e aos meus companheiros por esse momento. Estou feliz, no lugar que eu gosto, e meu treinador me dá muita liberdade para atuar solto. Temos que manter o foco na série, pois sabemos que para passar às semifinais precisamos conquistar três vitórias”, disse Nezinho.

Além do armador, os outros principais nomes do time candango também tiveram boas atuações: Arthur, Alex e Guilherme Giovannoni, que marcaram 14, 13 e 12 pontos, respectivamente. Do outro lado, Murilo, autor de um dupl0-dulo, com 25 pontos e dez rebotes, e o ala/armador norte-americano Laws, que registrou 17 pontos, foram os destaques do time joseense.

A correria tomou conta do início da partida. Priorizando os contra-ataques rápidos, as duas equipes começaram o jogo pontuando com tranquilidade. Após equilíbrio nos minutos iniciais, os candangos não demoraram a abrir boa vantagem no placar. Com Nezinho, Arthur e Paulão inspirados, os atuais tricampeões do NBB foram aumentando pouco a pouco a diferença a seu favor e chegaram a colocar dez pontos de frente (28 a 18). Do outro lado, Murilo e Laws somaram 19 pontos na parcial inicial e ajudaram o esquadrão joseenses a baixar o prejuízo no placar para nove pontos (30 a 21).

O que estava bom para o time da casa ficou ainda melhor no segundo período. Sem abaixar o ritmo e com Nezinho atuando em alto nível, a equipe comandada pelo técnico José Vidal abriu 13 pontos de frente (36 a 23). Porém, na sequência, os joseenses mostraram muita personalidade e conseguiram equilibrar o duelo. Com um ótimo jogo coletivo, a equipe conquistou uma incrível sequência de 13 a 0 e empatou o duelo (36 a 36). Mas, Nezinho não estava para brincadeira e tratou de chamar a responsabilidade novamente. Com seu camisa 23 inspirado, Brasília fechou a primeira metade da partida com cinco pontos de frente: 46 a 41.

O roteiro da partida pouco mudou para a volta do intervalo. Nezinho seguiu com seu desempenho praticamente impecável e liderou o ótimo terceiro quarto da agremiação do Centro-Oeste do país. Sem conseguir conter a atuação acima da média do armador rival, que antes da chegada da última parcial já havia anotado 30 pontos, e com dificuldades para atacar, São José não teve como evitar que a vantagem dos candangos voltasse para a casa dos dois dígitos (73 a 59) ao final do terceiro quarto.

A boa diferença no placar trouxe tranquilidade ao Brasília para a parcial final. Nem mesmo a diminuição de ritmo de Nezinho foi capaz de tirar a vitória da equipe comandada por José Vidal, que agora precisa de apenas mais um triunfo para se garantir na semifinais do NBB.

As equipes voltam a duelar, na próxima segunda-feira, no Ginásio Lineu de Moura, em São José dos Campos (SP), às 20 horas (de Brasília).

“Pegamos o Nezinho em um dia inspirado e ele desequilibrou. Além disso, outros jogadores do time deles também tiveram aproveitamentos fantásticos e isso nos dificultou um pouco. Cada um fez seu dever de casa até agora e vamos fazer de tudo para levar a série para o quinto jogo. Tenho certeza de que no Ginásio Lineu de Moura as coisas serão diferentes. Espero que nossa torcida compareça em peso e faça o ‘caldeirão’ ferver na segunda-feira”, disse o armador joseense Fúlvio.

Confira todas as partidas da série:

Uniceub/BRB/Brasília (2º) 2 x 1 São José/Unimed (7º)
29/04 – São José 90 x 76 Brasília
01/05 – Brasília 100 x 79 São José
03/05 – Brasília 91 x 76 São José
06/05 – Ginásio Lineu de Moura, em São José dos Campos (SP), às 20 horas
09/05* – Ginásio Nilson Nelson, em Brasília (DF), às 20 horas

*Se necessário