O São José/Unimed deu mais um importante passo rumo à vaga nas quartas de final da temporada 2013/2014 do NBB. Após vencer o primeiro jogo do confronto, o time do Vale do Paraíba novamente superou o Palmeiras/Meltex, desta vez por 80 a 70. Com o resultado, os comandados de Luiz Zanon abriram 2 a 0 na série oitavas de final e ficaram a um triunfo de avançar á próxima fase.

Com destaque para a atuação magistral do ala norte-americano Andre Laws, que em noite de gala, não errou um arremesso sequer e deixou a quadra com expressivos 20 pontos em 20 tentados, aproveitamento de 100% das finalizações. Junto do camisa 4, outro atleta joseense que se sobressaiu foi o armador dominicano Manny Quezada, cestinha do jogo, com 24 pontos.

Do lado palmeirense, o armador argentino Maxi Stanic novamente se sobressaiu e anotou mais um duplo-duplo na série, desta vez, com 17 pontos e 12 assistências. Quem também registrou dois dígitos em dois fundamentos foi o pivô Tiagão, que anotou 13 pontos e apanhou 10 rebotes. Destaque também para o ala Guto, maior pontuador alviverde no duelo, com 18 pontos.

Agora, o São José pode decretar sua ida às quartas de final se vencer o próximo jogo da série, que será neste domingo (13/04), no Ginásio Palestra Itália, às 18 horas. Lembrando que os joseenses carregam consigo o tabu de nunca ter vencido o Palmeiras fora de casa no NBB. Foram duas oportunidades até hoje, com duas derrotas da “Águia do Vale”.

O São José mostrou logo nos primeiros momentos que estava disposto a ampliar sua vantagem na série contra o Palmeiras. Em apenas um minuto, a equipe do Vale do Paraíba emplacou um ritmo alucinante e abriu 8 a 0. Com o armador argentino Maxi Stanic no comando, os palmeirenses se recuperaram na partida e reduziram a diferença para um ponto (12 a 11). Mas do lado joseense, o ala norte-americano Laws estava impossível nos arremessos de 3 pontos e, com 11 pontos, o time da casa segurou a reação do adversário, que chegou a empatar o jogo (21 a 21), e venceu o primeiro período, por 28 a 21.

Assim como na parcial anterior, os comandados de Luiz Augusto Zanon começaram com tudo. Liderados pelo armador dominicano Manny Quezada, a agremiação da cidade de São José dos Campos abriu 17 pontos de frente (42 a 25) e chegou até a ficar tranquilo na partida. O time da capital, no entanto, reagiu nos momentos finais e anotou nove pontos seguidos, deixando, assim, a diferença em oito pontos (42 a 34), diferença que se manteve até o final do segundo quarto (44 a 36).

Mas o Palmeiras voltou com um gás diferente para a terceira etapa. Com defesa fulminante e aproveitando bem os arremessos na quadra de ataque, a equipe da capital paulista engatou uma sequência de 7 a 0 e reduziu a diferença para apenas um ponto, logo no início da parcial (44 a 43). Porém, a reação alviverde não teve procedência e o São José tornou a se distanciar no placar e, com boa presença do pivô Caio Torres e do ala Laws, autores de dez pontos e sete pontos, respectivamente, a equipe do Vale do Paraíba foi para a etapa final com 11 pontos de frente, placar de 65 a 54.

No último quarto, o São José soube segurar muito bem sua vantagem e evitar as investidas palmeirenses. Sempre mantendo a diferença entre sete e dez pontos, o time da casa contou com boa participação de Quezada, autor de oito pontos, para se manter à frente e encerrar o segundo duelo da série vencendo por 80 a 70.