O primeiro tempo foi equilibrado, mas o Paschoalotto/Bauru contou com um ótimo terceiro quarto – vencido por 27 a 18 – para levar a melhor sobre o SKY/Basquete Cearense, por 97 a 78, nesta sexta-feira, em casa, no Ginásio Panela de Pressão, no interior paulista, e abrir 2 a 0 de frente na série válida pelas oitavas de final do NBB 2013/2014.

Na primeira metade da partida, as equipes se equivaleram e fizeram um jogo bastante parelho. O equilíbrio permaneceu até os minutos iniciais do terceiro período, quando os donos da casa elevaram seu nível de atuação e deslancharam. Depois, na parcial final, a equipe paulista soube controlar o jogo e confirmou o triunfo ao lado de seus sempre barulhentos torcedores.

Para sair vencedor, Bauru contou com grande aproveitamento nas bolas de três pontos: 16 acertos em 29 tentativas. Grande parte deste bom desempenho nos tiros longos se deve ao ala Gui Deodato, que acertou seis arremessos de longa distância e deixou a quadra com 22 pontos. O armador Ricardo Fischer e o ala/pivô argentino Fabian Barrios, que saiu do banco de reservas, também marcaram 22 pontos e foram os cestinhas da equipe.

Junto do trio, o pivô Murilo e o ala/armador Larry Taylor, que anotaram 16 e 14 pontos, respectivamente, completaram a lista de destaques do time bauruense na partida. Os cinco jogadores foram responsáveis por 96 dos 97 pontos da equipe no jogo – o outro foi do pivô Lucas Tischer. Pelo lado do Basquete Cearense, o principal atleta em quadra foi o ala/pivô Felipe Ribeiro, cestinha da partida, com 27 pontos. Quem também apareceu bem pelo time visitante foi o armador norte-americano Brandon Brown, autor de 20 pontos.

Agora, com Bauru na frente por dois jogos a zero, a série rumará para Fortaleza. A terceira partida acontecerá na próxima segunda-feira, às 19 horas (de Brasília), no Ginásio da UNIFOR, na capital cearense, novamente com transmissão ao vivo do SporTV. Se vencer, o time paulista se classifica para as quartas de final para enfrentar o Flamengo. No entanto, se os nordestinos triunfarem, o confronto irá para o quarto duelo.

“Fizemos nossa lição de casa. Mas ainda falta um jogo para completarmos nossa missão. A pressão está do lado deles, mas a gente sabe que não será fácil lá em Fortaleza. O primeiro tempo hoje mostrou isso e a gente sabe que teremos muita dificuldades para fechar a série”, declarou Murilo, que ainda apanhou oito rebotes.

Para largar na frente, Bauru contou com ótimo desempenho da dupla de garotos Ricardo Fischer e Gui. Ambos com ótimo aproveitamento na linha de três pontos – foram duas bolas certeiras do armador e três do ala –, os jogadores foram as grandes figuras do time da casa no primeiro quarto e juntos marcaram dos 19 dos 24 pontos da equipe.

Do outro lado, o Basquete Cearense teve no norte-americano Brown o responsável para se manter na cola dos anfitriões. Imparável, o armador anotou dez tentos na parcial, com direito a belas jogadas, e roubou a cena no Panela de Pressão. Então, depois de muito equilíbrio e intensidade, o período inicial se encerrou com os paulistas na frente, mas por apenas três pontos: 24 a 21.

Com uma forte defesa, os nordestinos voltaram com tudo para o segundo quarto e conseguiram roubar a ponta do placar (33 a 30). A liderança dos representantes da cidade de Fortaleza durou pouco e Bauru rapidamente voltou a figurar na ponta do marcador, muito por conta dos bons desempenhos de Larry e Barrios. A parte final do período foi bastante disputada, mas o bom índice ofensivo das equipes caiu. Desta maneira, os paulistas conseguiram manter a vantagem de três pontos obtida na parcial anterior antes da chegada do intervalo: 42 a 39.

O terceiro quarto começou bastante equilibrado. Acelerando o ritmo do jogo, o Basquete Cearense rapidamente empatou o jogo e a igualdade se manteve até 49 a 49. Foi então que Bauru deslanchou. Aproveitando seguidos erros dos rivais, a equipe mandante teve liberdade para contra-atacar e, com direito a uma linda ponte-aérea de Ricardo Fischer para Gui, emplacou uma sequência de 7 a 0 para abrir 56 a 49 de frente. Na sequência, os bauruenses seguiram no controle do jogo. Com destaque para Ricardo, Murilo e Barrios, o time do interior paulista conseguiu ampliar sua vantagem e levou o duelo para seu último e decisivo período com o placar em 69 a 57 a seu favor.

No último período, o Basquete Cearense bem que tentou mudar o cenário, mas não teve jeito. Bauru manteve o bom aproveitamento, principalmente na linha de três pontos, e não deu chances para os visitantes encostarem. Então, a equipe do interior paulista confirmou seu segundo triunfo na série com tranquilidade e fez a alegria de seus torcedores, que compareceram em ótimo número ao Ginásio Panela de Pressão.

“Fizemos uma grande partida e conquistamos mais uma importante vitória. Tivemos um grande apoio de nossa torcida hoje e isso foi fundamental para jogarmos bem. Estamos com vantagem e precisamos ir concentrados para não deixar que a equipe deles se recupere na série”, comentou Ricardo Fischer, que além dos 22 pontos, ainda somou sete rebotes e seis assistências.