Equilibrado e decidido apenas nos segundos finais. Assim pode-se resumir a partida que marcou a abertura da fase de quartas de final do NBB 2012/2013. No tradicional Ginásio “Pedrocão”, na cidade de Franca (SP), os donos da casa venceram o Paschoalotto/Bauru, por 72 a 69, e largaram na frente por uma vaga nas semifinais do maior campeonato de basquete do país.

Para sair vencedor diante de mais de 3.400 pessoas que acompanharam a partida nas arquibancadas do “Pedrocão”, o Vivo/Franca contou com bons desempenhos de três jogadores formados nas categorias de base da equipe: Léo Meindl, cestinha do time, com 14 pontos, Cauê Borges, autor de 13 pontos, e Lucas Mariano, que registrou 12 pontos. Além do trio, o armador argentino Figueroa também foi decisivo e ficou muito próximo de um duplo-duplo, ao anotar dez pontos e distribuir nove assistências.

“A gente já tinha comentado sobre a importância desta vitória em casa. Agora, precisamos manter o foco para conseguir uma vitória lá em Bauru para trazer a decisão para cá (Franca) no quarto jogo da série”, disse Léo, que marcou 12 de seus 14 pontos na segunda metade da partida.

Pelo lado bauruense, o destaque ficou por conta do armador Larry Taylor, principal pontuador do duelo, com 21 pontos. A equipe atuou desfalcada do jovem armador Ricardo Fischer, que sofreu uma contusão na coxa direita e ficará cerca de três semanas afastado.

Agora, as equipes voltam à quadra na próxima quarta-feira para o segundo jogo do confronto disputado em melhor de cinco partidas, no Ginásio “Panela de Pressão”, em Bauru (SP), às 19h30 (de Brasília), novamente com transmissão ao vivo do SporTV.

Apesar de se tratar de um duelo da melhor defesa da fase de classificação (Franca) contra o time com terceiro melhor trabalho defensivo da etapa inicial do NBB (Bauru), foram os ataques que deram as cartas no começo do jogo. Com bons aproveitamentos ofensivos, as equipes disputaram a liderança do placar ponto a ponto. No final da parcial inicial, os donos da casa, graças a um bom jogo coletivo, conseguiram abrir quatro pontos de frente (22 a 18). Mas, no último lance do primeiro quarto, Pilar converteu um tiro de três pontos no estouro do cronômetro e diminuiu a vantagem francana para apenas um tento: 22 a 21.

Depois de muita movimentação nos dez primeiros minutos do duelo, as equipes caíram de produção no ataque e as defesas passaram a se sobressair no início da segunda parcial. Sem apresentar muita eficiência nos arremessos de média e longa distância, Franca passou a encontrar dificuldades para pontuar, enquanto que os visitantes tiveram que desfigurar totalmente seu quinteto em quadra, já que o técnico Guerrinha conta apenas com jogadores de garrafão no banco de reservas. Mesmo com Andrezão improvisado como ala em muitos momentos do segundo quarto, os bauruenses conseguiram fechar a primeira metade do duelo na frente, por 37 a 35, graças a boas jogadas do norte-americano Coleman.

Durante a pausa para o intervalo, a promoção “Arremesso Campeão” teve seu início. Participante com mais pontos na primeira semana de disputas, Janderson, da cidade de Petrolina (PE), teve a chance de realizar o tiro do meio da quadra, mas não conseguiu converter e agora a promoção já está acumulada em R$ 80 mil. Para participar, os interessados deverão acessar o site do “Arremesso Campeão” (www.sportv.com/site/arremesso.html), se cadastrar e dar início ao processo de qualificação.

Na volta dos vestiários, os donos da casa voltaram mais ligados e com o forte apoio vindo das arquibancadas conseguiram virar o placar. A jogada que colocou os francanos em vantagem foi especial: Teichmann converteu sua 172ª enterrada e se tornou o jogador mais “cravadas” na história do NBB. Depois do belo lance do camisa 13, a equipe comandada pelo técnico Lula Ferreira seguiu à frente, muito por conta de seguidos arremessos convertidos da linha de três pontos, principalmente com Léo Meindl, e terminou o terceiro quarto com três pontos de diferença a seu favor: 56 a 53.

Mesmo passando por bom momento no jogo, a equipe anfitriã sofreu uma importante baixa. Ao tentar pegar um rebote ofensivo durante o terceiro quarto, o ala Jhonatan se chocou com o rival Jeff Agba no ar e caiu sobre seu punho esquerdo. Com muitas dores, o cestinha do Franca na fase de classificação, com média de 14,6 tentos por jogo, precisou ir para um hospital próximo ao Ginásio do “Pedrocão” para receber atendimento e virou desfalque para o técnico Lula.

A proximidade para o final da partida trouxe nervosismo para os dois lados e as equipes passaram a cometer alguns erros em excesso. Com o equilíbrio sendo o principal ingrediente do jogo, o duelo chegou para seus minutos finais completamente aberto, com possibilidade de vitória dos dois times. Enquanto os francanos contaram com boas jogadas dos jovens Cauê e Léo, os comandados de Guerrinha mantiveram a partida equilibrada graças a ótimos lances individuais de Larry.

Com mais consistências, tanto na defesa quanto no ataque, o esquadrão de Franca chegou para os dois últimos minutos de jogo em vantagem. Sempre no controle do jogo, os donos da casa abiriram quatro pontos de frente (70 a 66), com dois lance livres certeiros do pivô Lucas Mariano, no momento em que o cronômetro apontava 27 segundos para o fim do jogo. Na sequência, Gui Deodato acertou um tiro de longa distância e diminuiu o prejuízo bauruense para apenas um tento (70 a 69).

Depois, foi a vez de as duas equipes cometerem erros. Na reposição de bola, Lucas Mariano se atrapalhou e deu a bola nas mãos dos bauruenses. Porém, na tentativa de um contra-ataque rápido, Pilar tentou um passe para Coleman, mas o norte-americano não segurou a bola. Desta vez, com oito segundos para o término da partida, os francanos não vacilaram, e Figueroa mostrou personalidade para sofrer falta e converter dois lances livres que selaram o triunfo da equipe na abertura das quartas de final do NBB.

“O time me surpreendeu muito positivamente. A equipe soube se superar e conseguiu jogar muito bem fora de casa. Foi um ótimo jogo e com esse espírito, temos tudo para vencer os jogos em casa”, declarou o comandante bauruense, Guerrinha.