#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

Donoda festa

17-06-2017 | 07:33
Por Liga Nacional de Basquete

Com papel decisivo na série e 24 pontos no jogo do título, Alex Garcia é eleito MVP das Finais e deixa seu 4º título do NBB CAIXA ainda mais especial

Agora tetracampeão, Alex Garcia foi MVP das Finais do NBB CAIXA pela 1ª vez na carreira (Fotojump/LNB)

O troféu de MVP das Finais do NBB CAIXA 2016/2017 não poderia ser de outra pessoa. Dono de atuações sólidas e atuação magistral no Jogo 5, Alex Garcia faturou o prêmio Jogador Mais Valioso da série que definiu o campeão e deixou a conquista de seu quarto título de NBB CAIXA na carreira ainda mais especial.

Aos 37 anos, Alex voltou a soltar o grito de campeão nacional depois de quatro anos desde a última conquista, que aconteceu em 2011/2012, quando defendia o Brasília. Naquela ocasião, o Brabo e o Time de Lobos bateram o São José comemoraram seu terceiro título em sequência. Desde então, o jogador chegou à duas Finais, mas parou no Flamengo e ficou com o vice em ambas.

“Fico muito feliz pelo prêmio. Mostra que mesmo aos 37 anos ainda estou jogando em alto nível. Isso também dá responsabilidade para chegarmos ano que vem continuar melhorando cada vez ainda e seguir no topo. Todos da equipe desempenharam muito bem suas funções e essa conquista é de todo o time. Todos estão de parabéns”, disse Alex.

+Veja como foi a partida que deu ao Bauru o título inédito do NBB CAIXA

Ao longo da série contra o Paulistano/Corpore, o capitão do Bauru foi expressivamente efetivo em todas as partidas e registrou média total de 21,4, pontos, 6,6 rebotes e 22,4 de eficiência. Mas a cereja do bolo do Brabo veio no jogo do título.

Nitidamente determinado durante todos os 38 minutos em que esteve em quadra, Alex Garcia deixou a quadra como cestinha da partida, com 24 pontos, e ainda registrou mais cinco rebotes e três assistências, números que culminaram em 25 de eficiência.

Seu principal momento na partida foi no terceiro quarto, em que foi autor de 11 dos 23 pontos do Bauru na parcial. Sob comando do Brabo, o Dragão colocou dez pontos de vantagem e abriu caminho para a deslanchada final no último quarto, em que jogou a margem para a casa dos 20 pontos e matou de vez a partida no Gigantão.


Contratado pelo Bauru no início da temporada 2014/2015, Alex faturou seu quarto título pela equipe. Antes, haviam sido um Campeonato Paulista (2014), uma Liga Sul-Americana (2014) e uma Liga das Américas (2015), as duas últimas com direito a prêmio de MVP. Sempre líder, o camisa 10 destacou que, mesmo com a saída de Hettsheimeir com a temporada em andamento, a lacuna foi muito bem preenchida.

“A liderança da equipe, no começo, era dividida entre eu, Jefferson e Rafael. Depois ficou só eu e Jefferson. Mas o Léo Meindl assumiu muito bem o posto. Teve competência, maturidade e assumiu esse papel comigo e com o Jefferson. O Shilton também supriu muito bem a posição e foi um monstro. Merecemos muito. Cada um desempenhou muito bem suas funções e todo nosso trabalho foi coroado com esse título”, finalizou Alex Garcia.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, Nike e Avianca e o apoio do Ministério do Esporte.

Capitão, Alex Garcia foi o responsável por levantar o troféu do primeiro título do Bauru no NBB CAIXA (Fotojump/LNB)