Foi brigado, foi sofrido, mas venceu. Pela primeira vez na história do NBB, o Unitri/Universo chega à grande Final. Em uma partida muito equilibrada, os mineiros fizeram a alegria dos 6.000 torcedores que lotaram o Sabiazinho, na noite deste sábado, com uma vitória sobre o Paschoalotto/Bauru, por 80 a 77.

Com o resultado, a equipe do Triângulo Mineiro fechou a série semifinal em 3 a 0 e foi o primeiro time a se classificar para a Final. Agora, o esquadrão de Uberlândia espera o vencedor da série entre Flamengo e São José/Unimed, que está empatada em 1 a 1.

Os destaques do jogo da classificação uberlandense foram Cipolini, com 19 pontos e sete rebotes, o norte-americano Robert Day, autor de 17 pontos, e o “maestro” Valtinho, responsável por um expressivo duplo-duplo de 15 pontos e 14 assistências. Porém, o cestinha da partida ficou do lado do Bauru. O jovem Gui Deodato anotou 24 pontos, com cinco bolas de 3 pontos em nove tentadas (55,6% de aproveitamento).

“Sem palavras. O time tinha um objetivo, e conseguimos alcançá-lo. É uma felicidade muito grande. Todos nós trabalhamos muito nessas três temporadas, agora conseguimos. Agora vamos nos focar na final. Somos um grande time, e temos totais condições de sermos campeões”, comentou Robert Day.

Empurrado por um Ginásio Sabiazinho lotado, o Uberlândia foi para cima dos paulistas no início da partida, se mantendo a frente do placar durante boa parte do primeiro período. Na base das bolas de 3 pontos, o Bauru terminaria o primeiro período com  a vantagem no placar (25 a 23), mas na mesma moeda, no estouro do cronômetro, Robby Collum colocou os mineiros na liderança do marcador (26 a 25).

Ainda apostando nos arremessos de fora, principalmente com Gui Deodato, a equipe do interior do Estado de São Paulo chegou a abrir nove pontos de vantagem (38 a 29). Através de um bom jogo interno, os uberlandenses reduziram a diferença para cinco pontos (46 a 41), insuficientes para tirar o domínio do time de Guerrinha, que foi para os vestiários vencendo por 48 a 41.

Na volta do intervalo, os visitantes colocaram dez pontos de frente (51 a 41). Porém, uma série de contra-ataques e arremessos bem selecionados, o Uberlândia chegou a empatar a partida (53 a 53).  Gui Deodato seguia impossível no confronto, assim como Valtinho, que levantou o Ginásio Sabiazinho com suas bolas de 3 pontos. Depois de muita insistência, a equipe de Minas Gerais passou a frente no marcador, e foi para o último quarto na frente por 66 a 64.

O duelo continuou equilibradíssimo na etapa final, sendo disputado ponto a ponto em todos os momentos. Gui Deodato continuava comandando as ações bauruenses no jogo, enquanto os mineiros apostavam nos arremessos longos de Valtinho e Robby Collum. Com dois minutos para o fim, os bauruenses ganhavam por dois pontos de diferença. Uma bola de 2 pontos de Cipolini colocou o Uberlândia na frente com um minuto para o final do confronto (78 a 77).

Um ataque mal sucedido dos bauruenses deu a chance dos donos da casa ampliarem a vantagem, e foi o que aconteceu. Uma enterrada de Léo deixou o Uberlândia com três pontos de frente, faltando 20 segundos para o fim do jogo (80 a 77). O time de Bauru ainda teve a chance de fazer um arremesso, mas novamente não obteve sucesso, o que deu a classificação para a Final para os donos da casa.

Tivemos muitos problemas nesse playoff com lesões e desfalques. Não merecíamos finalizar a temporada perdendo assim de 3 a 0, mas mostramos a força da nossa equipe e mesmo com tantos desfalques, fizemos um jogo histórico aqui hoje”, declarou o técnico Guerrinha.

Confira o calendário completo da série:

(3º) Unitri/Universo  3 x 0 Paschoalotto/Bauru (4º)

13/05 (segunda-feira) – Bauru 75 x 89 Uberlândia
16/05 (quinta-feira) – Uberlândia 93 x 65 Bauru
18/05 (sábado) – Uberlândia 80 x 77 Bauru