Assim como na última partida, o Pinheiros/SKY não se importou com a torcida adversário e mostrou porque é o campeão da Liga das Américas. Com uma pegada defensiva impressionante e atuação de gala do norte-americano Joe Smith, a equipe de Cláudio Mortari venceu o Unitri/Universo, por 91 a 70, no Ginásio Sabiazinho, em Uberlândia (MG).

Após virar a série quartas de final para 2 a 1, o time da capital paulista pode selar sua classificação para as semifinais já na próxima terça-feira (07/05), em casa, no Ginásio Henrique Villaboim, em São Paulo (SP), às 19h00, com transmissão ao vivo do SporTV.

Smith foi responsável por grandes 32 pontos, com seis bolas de 3 pontos em oito tentadas, (75% de aproveitamento). O camisa 10 ainda distribuiu cinco assistências, e totalizou 38 pontos de eficiência. O ala/pivô Rafael Mineiro novamente teve boa atuação, e ajudou o Pinheiros com 15 pontos. Pelo lado do Uberlândia, o destaque ficou por conta de Gruber, que anotou 16 pontos. Robby Collum e Audrei  registraram 14 e 13 pontos, respectivamente.

“Mesmo com 2 a 1, não tem nada ganho. Sabemos da força do Uberlândia, a gente tem que imprimir esse ritmo forte, assim como no último jogo. Os reservas também ajudaram muito, também mantiveram o alto ritmo, acho que essa é a diferença do Pinheiros”, comentou Rafael Mineiro.

A exemplo da partida anterior da série, Rafael Mineiro e Shamell lideraram o Pinheiros no princípio do confronto. Mas pelo lado do Uberlândia tinha Gruber, que teve excelente participação na etapa inicial, com 11 pontos. Com uma bola de 3 pontos de Robby Collum nos segundos finais, os donos da casa encerraram o primeiro período em vantagem por 21 a 18.

Com uma postura defensiva mais agressiva, a equipe de São Paulo retomou a liderança do placar na segunda parcial. O segundo período da partida marcou o retorno do armador Helinho, que após mais de um mês, voltou às quadras e foi ovacionado pela torcida presente no Ginásio Sabiazinho. Quem também saiu do banco e colocou fogo no confronto foi Audrei, que foi autor de dez pontos, e ajudou o Uberlândia a virar a partida ao final da primeira metade do Jogo 3 (39 a 38).

No terceiro quarto, a defesa do Pinheiros novamente fez a diferença. Logo nos primeiros minutos, os paulistas fizeram 7 a 0, o que forçou o técnico Hélio Rubens a pedir um tempo (45 a 39). O time mineiro mal conseguia chegar à cesta, e estourou os 24 segundos de ataque três vezes. O tempo pedido pelo treinador do esquadrão do Triângulo Mineiro pouco adiantou, pois vantagem dos comandados de Cláudio Mortari chegou a ser de 11 pontos (51 a 39 – 13 a 0 no período).

Os donos da casa até esboçaram uma reação, mas a mão quente dos norte-americanos Shamell e Joe Smith jogou um balde de água fria nas esperanças do adversário, e abriu a maior diferença no jogo: 14 pontos (62 a 48). Uma bola de três de Cipolini reduziu um pouco a vantagem pinheirense, que foi para a etapa final na frente por 62 a 51.

O Pinheiros não só administrou a vantagem, como aumentou para 21 pontos (85 a 66). Já batidos na partida, o Uberlândia pouco podia fazer com a mão quente do time da capital paulista. Joe Smith e Paulinho Boracini fizeram a diferença, e foram essenciais para abrir larga vantagem no último quarto (91 a 70).

Confira todos os jogos da série:

Unitri/Universo (3º) 1  x 2 Pinheiros/SKY (6º)

29/04 – Pinheiros 67 x 86 Uberlândia
02/05 – Uberlândia 97 x 103 Pinheiros
04/05 – Uberlândia 70 x 91 Pinheiros
07/05 – Ginásio Poliesportivo Henrique Villaboim, em São Paulo (SP), às 19 horas (transmissão ao vivo do SporTV)
09/05* – Ginásio Sabiazinho, em Uberlândia (MG), às 20 horas

*Se necessário