Logo após o término a vitória do Flamengo sobre o Unitri/Universo na Final do NBB 2012/2013, a Liga Nacional de Basquete divulgou os ganhadores dos prêmios individuais da quinta edição da maior competição de basquete do país. O grande destaque da premiação ficou por conta do ala Marquinhos, do time carioca, eleito o MVP (jogador mais valioso) do campeonato.

Além do prêmio de melhor jogador da competição, o camisa 11 flamenguista também figurou na seleção do NBB5, ao lado do armador Fúlvio, do São José/Unimed, do ala norte-americano Robert Day, do Unitri/Universo, do ala/pivô Rafael Mineiro, do Pinheiros/SKY, e do pivô Caio Torres, também do clube da Gávea e que ficou com o título de MVP da Final, completaram a seleção do campeonato. Enquanto isso, o Troféu Ary Vidal (melhor técnico da competição) ficou com Lula Ferreira, do Vivo/Franca.

“Eu estou muito feliz. Acreditei na proposta que o clube impôs no começo da temporada. Me empenhei o ano inteiro, tive dificuldades, mas superei.Ganhar o prêmio de MVP do campeonato é uma coroação pela temporada que eu tive, por toda a ajuda que meus companheiros me deram. Eu só tenho a agradecer a todos os meus companheiros, pois esse prêmio eu ganhei dependeu muito deles”, disse Marquinhos.

Junto do quinteto ideal do campeonato e do melhor treinador, também foram divulgados os ganhadores de outros quatro prêmios individuais. Vencedor do troféu de Melhor Defensor nas quatro temporadas do NBB, Alex Garcia, do Uniceub/BRB/Brasília, repetiu a conquista nesta temporada e garantiu o pentacampeonato. Outro destaque ficou por conta do Gui Deodato, do Paschoalotto/Bauru, que foi escolhido pelo segundo ano consecutivo como o Jogador que Mais Evoluiu.

Para completar a dobradinha bauruense na premiação do NBB5, o armador Ricardo Fischer ficou com o troféu de Destaque Jovem (Sub-21). Para fechar, o garoto Léo Meindl, do Vivo/Franca, de apenas 20 anos, foi eleito o Sexto Homem da temporada 2012/2013 da competição nacional.

Confira todos os vencedores:

- Seleção do campeonato:
Armador: Fúlvio (São José/Unimed)
Alas: Robert Day (Unitri/Universo) e Marquinhos (Flamengo)
Pivôs: Rafael Mineiro (Pinheiros/SKY) e Caio Torres (Flamengo)

- MVP da temporada: Marquinhos (Flamengo)

- MVP da Final: Caio Torres (Flamengo)

- Melhor técnico (Troféu Ary Vidal): Lula Ferreira (Vivo/Franca)

- Melhor defensor: Alex Garcia (Uniceub/BRB/Brasília)

- Destaque jovem (Sub-21): Ricardo Fischer (Paschoalotto/Bauru)

- Jogador que mais evoluiu: Gui Deodato (Paschoalotto/Bauru)

- Sexto homem: Léo Meindl (Vivo/Franca)

- Cestinha do campeonato: Desmond Holloway (Liga Sorocabana) – média de 20,3 por jogo

- Líder em rebotes: Bábby (Mogi das Cruzes/Helbor) – média de 8,7 por jogo

- Líder em assistências: Fúlvio (São José/Unimed) – média de 7,5 por jogo

- Árbitro destaque: Cristiano Maranho

- Melhor trio de arbitragem: Marco Benito, Fernando Serpa e José Carlos Pelissari

- Árbitro revelação: Maria Cláudia Moraes