#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

Timaço!

26-05-2014 | 05:05
Por Liga Nacional de Basquete

Laprovittola na armação, Jackson e Marquinhos nas alas, Jefferson e Paulão no garrafão: Quinteto Ideal da temporada 2013/2014 do NBB é divulgado

Argentino Laprovittola é um dos dois estrangeiros do Quinteto Ideal (Luiz Pires/LNB)

Argentino Laprovittola é um dos dois estrangeiros do Quinteto Ideal (Luiz Pires/LNB)

Laprovittola e Marquinhos, do Flamengo, David Jackson, do Winner/Kabum/Limeira, Jefferson, do São José/Unimed e Paulão, do Vivo/Franca. Este é o Quinteto Ideal do NBB 2013/2014. Em eleição realizada por técnicos, assistentes e capitães das equipes participantes, além de comissários, árbitros, imprensa especializada e personalidades do basquete brasileiro, cinco jogadores foram os mais votados e formam a Seleção da sexta edição do maior campeonato de basquete do país.

Dos cinco atletas escolhidos, apenas um já recebeu tal honra na história. MVP do NBB 2012/2013, Marquinhos integra o “time dos sonhos” da competição nacional pela quarta vez consecutiva. Enquanto isso, Laprovittola, Jackson, Jefferson e Paulão foram selecionados pela primeira vez para o selecionado do campeonato.

Marquinhos figura no Quinteto Ideal do NBB pela quarta temporada seguida (João Pires/LNB)

Marquinhos figura no Quinteto Ideal do NBB pela quarta temporada seguida (João Pires/LNB)

Na posição de armador, Laprovittola levou grande vantagem sobre seus rivais. Em seu primeiro ano no Brasil, o jovem argentino, de 24 anos, foi um dos grandes destaques da campanha do finalista Flamengo, com médias de 14,9 pontos e 4,9 assistências por partida, e recebeu expressivos 63,2% dos votos.

Jackson representa Limeira no Quinteto Ideal (Allan Conti/Divulgação)

Jackson representa Limeira no Quinteto Ideal (Allan Conti/Divulgação)

Entre os alas, o mais votado foi David Jackson com 26,9% dos votos. Eleito também o Melhor Estrangeiro do NBB 2013/2014, o norte-americano do Winner/Kabum/Kimeira viveu uma temporada brilhante e encerrou sua participação no campeonato com média de 20,6 pontos por jogo, com direito a incríveis aproveitamentos de 48,8% nos tiros de três pontos, 57,2% nos arremessos de dois pontos e 92,9% nos lances livres.

Por sua vez, Marquinhos foi o segundo mais votado na posição, com 18,1% dos votos. Melhor jogador da última temporada, o jogador do Flamengo perdeu a primeira parte da atual edição do NBB por conta de uma lesão no joelho, mas voltou com tudo. Em 24 jogos disputados, o camisa 11 rubro-negro registrou médias de 15,8 pontos e 3,4 rebotes e foi fundamental para a equipe chegar à mais uma Final, especialmente na reta decisiva da fase de classificação e nas etapas anteriores dos playoffs.

No garrafão, Paulão Prestes, do Vivo/Franca foi o mais lembrado, com 30,7% dos votos. Outro atleta do Quinteto Ideal que também levou outro prêmio individual (Jogador que Mais Evoluiu), o pivô teve altas médias de 18,7 pontos, 9,4 rebotes e 21,8 de eficiência – a maior de todo o campeonato – e foi o grande destaque da equipe do interior paulista na temporada. O jogador ainda conseguiu expressivos 19 duplos-duplos e foi o segundo jogador com mais partidas com dois dígitos em dois fundamentos, atrás de seu companheiro de garrafão na Seleção do NBB.

Com incríveis 23 duplos-duplos em 45 jogos disputados, Jefferson, do São José/Unimed, estabeleceu um novo recorde do quesito em uma só temporada na história do NBB. Além disso, o ala pivô ainda foi o dono da maior média de rebotes do campeonato (9,8 por duelo) e ainda foi o segundo maior pontuador de sua equipe, com 14,5 pontos por jogo.

A formação do Quinteto Ideal faz parte do calendário anual de premiações do NBB. Agora, quase todos os vencedores da temporada 2013/2014 foram divulgados e resta apenas o anúncio do MVP (Jogador Mais Valioso) do campeonato.

A votação para o Melhores do NBB é realizada por técnicos, assistentes e capitães das 17 equipes participantes do NBB 2013/2014, imprensa especializada, personalidades do basquete brasileiro, comissários e árbitros, sendo cada grupo de eleitores com um peso diferente atribuído: os votos dos técnicos e assistentes representaram 50% do valor total. Imprensa, personalidades, comissários e árbitros tiveram somados o peso de 30% do resultado final e as indicações dos capitães valeram por 20%.

Participante de todas as edições do NBB, Jefferson entrou no Quinteto Ideal pela primeira vez (João Pires/LNB)

Participante de todas as edições do NBB, Jefferson entrou no Quinteto Ideal pela primeira vez (João Pires/LNB)

Paulão foi o pivô mais votado (Newton Nogueira/Divulgação)

Paulão foi o pivô mais votado (Newton Nogueira/Divulgação)

Confira o resultado da votação para o Quinteto Ideal do NBB por posição:
Armador: Laprovitolla (Flamengo – 63,2% dos votos), Valtinho (Unitri/Magazine Luiza – 18,1% dos votos), Manny Quezada (São José/Unimed – 8,5% dos votos), Ricardo Fischer (Paschoalotto/Bauru – 7,3% dos votos), Maxi Stanic (Palmeiras/Meltex – 3,4% dos votos), Kenny Dawkins (Paulistano/Unimed – 2,8% dos votos), Ronald Ramon (Winner/Kabum/Limeira – 2,3% dos votos), Juan Figueroa (Vivo/Franca – 0,8% dos votos) e Joe Smith (Pinheiros/SKY – 0,5% dos votos)

Alas: David Jackson (Winner/Kabum/Limeira – 26,9% dos votos), Marquinhos (Flamengo – 18,1% dos votos), Holloway (Paulistano/Unimed – 10,4% dos votos), Marcelinho (Flamengo – 10,3% dos votos), Alex Garcia (UniCEUB/BRB/Brasília – 9,1% dos votos), Léo Meindl (Vivo/Franca – 5,3% dos votos), Shamell (Pinheiros/SKY – 4,9% dos votos), Robert Day (Unitri/Magazine Luiza – 3,4% dos votos), Larry Taylor (Paschoalotto/Bauru – 2,0% dos votos), Pilar (Paulistano/Unimed – 1,7% dos votos), Marcus Toledo (Mogi das Cruzes/Helbor – 1,5% dos votos), Audrei (Unitri/Magazine Luiza – 0,9% dos votos), Dedé (São José/Unimed – 0,9% dos votos), Laws (São José/Unimed – 0,9% dos votos), Tyrone Curnell (Palmeiras/Meltex – 0,8% dos votos), Neto (0,7% dos votos), Taboada (0,4% dos votos), Brandon Brown (SKY/Basquete Cearense – 0,4% dos votos), Jason Smith (Mogi das Cruzes/Helbor – 0,4% dos votos), Arthur (UniCEUB/BRB/Brasília – 0,4% dos votos) e Ted Simões (Mogi das Cruzes/Helbor – 0,3% dos votos)

Pivôs: Paulão (Vivo/Franca – 30,7% dos votos), Jefferson (São José/Unimed – 14,8% dos votos), Cipolini (Unitri/Magazine Luiza – 11,1% dos votos), Murilo (Paschoalotto/Bauru – 10,0% dos votos), Meyinsse (Flamengo – 9,2% dos votos), Olivinha (Flamengo – 7,9% dos votos), Caio Torres (São José/Unimed – 5,2% dos votos), DeVon Hardin (SKY/Basquete Cearense – 2,7% dos votos), Lucas Mariano (Vivo/Franca – 1,8% dos votos), Daniel Alemão (Mogi das Cruzes/Helbor – 1,4% dos votos), Mineiro (Paulistano/Unimed – 1,2% dos votos), Giovannoni (UniCEUB/BRB/Brasília – 0,8% dos votos), Rafael Mineiro (Pinheiros/SKY – 0,7% dos votos), Espinoza (Macaé Basquete – 0,7% dos votos), Goree (UniCEUB/BRB/Brasília – 0,7% dos votos), Douglas Nunes (Minas Tênis Clube – 0,4% dos votos), Fiorotto (Winner/Kabum/Limeiras – 0,4% dos votos) e Felipe (SKY/Basquete Cearense – 0,4% dos votos)

Confira todos os Quintetos Ideais do NBB na história:

2012/2013 – Fúlvio (São José), Robert Day (Uberlândia), Marquinhos (Flamengo), Rafael Mineiro (Pinheiros) e Caio Torres (Flamengo)
2011/2012 – Fúlvio (São José), Alex (Brasília), Marquinhos (Pinheiros), Giovannoni (Brasília) e Murilo (São José)
2010/2011 – Larry Taylor (Paschoalotto/Bauru), Alex (Brasília), Marquinhos (Pinheiros), Giovannoni (Brasília) e Murilo (São José)
2009/2010 – Fúlvio (São José), Alex (Brasília), Marcelinho (Flamengo), Giovannoni (Brasília) e Murilo (Minas)
2008/2009 – Larry Taylor (Paschoalotto/Bauru), Alex (Brasília), Marcelinho (Flamengo), Murilo (Minas) e Bábby (Flamengo)