#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

Vaga preenchida

20-01-2014 | 03:37
Por Liga Nacional de Basquete

Depois de perder treinador para o Uberlândia, Espírito Santo contrata técnico Ênio Vecchi, que já comandou a equipe, nesta segunda, na partida contra o Bauru

Ênio já fez sua estreia à frente do ES (Caio Casagrande/Bauru Basket)

Ênio já fez sua estreia à frente do ES (Caio Casagrande/Bauru Basket)

Na última semana, o então técnico do Espírito Santo, João Batista, foi contratado pelo Unitri/Magazine Luiza e deixou o comando da agremiação capixaba mesmo com o NBB 2013/2014 em andamento. Agora, após atuarem duas partidas sob o comando interino do assistente técnico João Victor Freitas, os espírito-santenses contrataram, nesta segunda-feira, o técnico Ênio Vecchi, ex-Palmeiras/Meltex, e preencheram a lacuna deixada pelo antigo treinador.

“Inicialmente será um trabalho simples. Não temos muito tempo para trabalhar. Aos poucos a gente vai se acertando. O que precisamos é procurar atender as necessidades do time, ainda mais com o panorama em que a competição se encontra. O Espírito Santo é um time que tem muito potencial para jogar bem e certamente pode colher bons resultados”, analisou o novo técnico da equipe capixaba.

Ênio Vecchi nem bem chegou e já fez sua estreia no comando do Espírito Santo Basquetebol no NBB. O primeiro jogo do treinador foi nesta segunda-feira, na derrota para o Paschoalotto/Bauru, fora de casa, por 79 a 74. Apesar do revés, Ênio está otimista para a sequência do campeonato e aprovou a entrega e o espírito dos jogadores diante dos atuais campeões paulistas.

“Apesar de toda improvisação da minha chegada repentina, hoje foi uma demonstração de potencial da equipe, de jogar de igual pra igual com grandes times. Nossa primeira intenção era jogar bem, a segunda era levar o jogo parelho até o final. Já no fim, qualquer equipe poderia ter vencido. Esperamos jogar com esse padrão e com essa vontade no decorrer do NBB. Jogando com vontade, o resto vai acontecendo”, analisou Ênio Vecchi.

À frente da agremiação do Espírito Santo, Ênio faz sua quinta participação no NBB. O novo comandante do esquadrão capixaba dirigiu o Vitória (ES) nas temporadas 2008/2009 e 2010/2011, o Londrina (PR), na edição 2009/2010, e o Joinville, na quinta edição do campeonato nacional.

O treinador ficou um ano longe do NBB, quando treinou a Seleção Brasileira Feminina. Em 2011, levou o selecionado verde-amarelo aos Jogos Olímpicos de Londres 2012 ao vencer a Copa América 2011, disputada em Neiva, na Colômbia.

Na atual temporada, à frente do Palmeiras, Vecchi conduziu o esquadrão de Parque Antártica as quartas de final do Campeonato Paulista. Já no NBB6, dirigiu o time alviverde nas seis primeiras partidas, em que acumulou apenas duas vitórias. Por decisão da diretoria palmeirense, Ênio deixou o cargo de treinador e se tornou o coordenador técnico do basquete do clube.

“Nós estamos acostumados com adversidades. Nada para nós vêm fácil e não é agora que será. Nossa torcida diz que somos times de guerreiros e eu acredito nisto, na nossa equipe e no nosso potencial. Já provamos isto nesta edição do NBB e vou continuar acreditando até o final. Conto com a torcida para isto”, afirmou o dirigente do Espírito Santo Basquetebol, Luiz Felipe Azevedo.