Nesta segunda-feira, o Vivo/Franca provou que a elástica derrota no terceiro jogo frente ao Unitri/Magazine Luiza já é coisa do passado. Dois dias depois de sofrer um revés por 31 pontos diferença (92 a 61), o time do interior paulista mostrou muita tranquilidade nos momentos decisivos, venceu o quarto jogo do confronto da série de oitavas de final do NBB, por 82 a 74, e forçou a realização do quinto e decisivo duelo.

Na frente do placar por praticamente todo o jogo, os francanos foram ameaçados pelo Uberlândia em alguns momentos. O mais perigoso deles foi na parcial final e os paulistas chegaram a ficar com apenas um ponto de frente (65 a 64), restando pouco menos de seis minutos para o fim do jogo. Porém a equipe comandada pelo técnico Lula Ferreira não se abalou e, com 17 pontos contra dez dos rivais, conquistou a vitória no Ginásio do Pedrocão, ao lado de seu torcerdor,e deixou a série igual em 2 a 2.

Agora, as equipes decidirão quem avançará para as quartas de final da sexta edição do maior campeonato de basquete do país para enfrentar o Paulistano/Unimed, segundo colocado na fase de classificação, na próxima sexta-feira, às 19 horas (de Brasília), no Ginásio Sabiazinho, no Triângulo Mineiro, com transmissão ao vivo para todo o Brasil através do canal SporTV,

Para levar a melhor no jogo desta segunda-feira, Franca contou com novo duplo-duplo de Paulão Prestes. Pela terceira vez em quatro jogos na série e pela 16ª vez na temporada, o pivô somou dígitos duplos em pontos e rebotes: 20 e 15, respectivamente. Outra figura fundamental para o êxito dos paulistas foi o ala norte-americano Basden, que saiu do banco para marcar 17 pontos, sendo 15 deles no segundo tempo.

Também com 17 pontos, com direito a sete no último quarto, o ala/pivô Lucas Mariano foi outro destaque francano, assim como o ala Jhonatan, autor de 15 pontos, também com sete na parcial final. Pelo lado do time mineiro, os principais pontuadores foram o ala norte-americano Robert Day e o pivô Cipolini, responsáveis por 22 e 17 pontos, respectivamente.

“Fizemos um bom jogo. Mesmo nos momentos de adversidade, soubemos ter frieza e calma para reverter a situação e retomar a liderança. Contamos com o apoio de nossa torcida e saímos de quadra com a vitória. Agora vamos tentar ganhar mais uma lá em Uberlândia”, disse Lucas.

O começo da partida não foi bom para ambos os lados. Com um aproveitamento ruim nos arremessos, as equipes pouco pontuaram nos minutos inicias do duelo. Mas dois jogadores “salvaram” o primeiro quarto: Paulão e Cipolini. O pivô francano anotou 11 pontos e apanhou cinco rebotes e teve total importância para que os donos da casa fechassem a parcial em vantagem. Enquanto isso, o camisa 15 uberlandense registrou sete pontos e manteve os visitantes na cola. Então, com o brilho dos cestinhas dos times na temporada, o período inicial se encerrou com os paulistas na frente: 20 a 15.

No começo do segundo quarto, em pouco menos de três minutos, Paulão seguiu bem e, com ajuda de Jhonatan e Basden, fez com que Franca colocasse nove de vantagem (29 a 20). Tudo indicava que os comandados de Lula Ferreira iriam deslachar e ampliar ainda mais a diferença no placar. Porém não foi isso que aconteceu.

Graças a um ótimo aproveitamento nos tiros de três pontos – foram quatro acertos de longa distância em seis tentativas na parcial – e a um bom desempenho do pivô Léo, Uberlândia rapidamente reagiu. Desta maneira, depois de um segundo período bastante movimentado, as equipes foram para os vestiários com os francanos ainda na ponta do marcador, mas por apenas dois pontos: 37 a 35.

Logo na volta do intervalo, Lucas Mariano chamou a responsabilidade e fez com que os anfitriões aumentassem a vantagem para seis pontos (46 a 40). Na sequência, Uberlândia contou com grandes lances da dupla Valtinho e Audrei e mudou o cenário do jogo. No embalo da dupla e de uma boa defesa, o time mineiro melhorou e assumiu a ponta do placar (49 a 48). Nos minutos finais da terceira parcial, Robert Day bem que tentou manter os mineiros na frente, mas, do outro lado, Basden resolveu assumir o jogo e foram os donos da casa que levaram o jogo para o último período com a ponta do marcador nas mãos: 55 a 54.

Assim como no quarto anterior, o esquadrão do interior do Estado de São Paulo voltou a abrir seis pontos de frente (64 a 58). A resposta de Uberlândia veio rápida e nas mãos de Day. Com dois tiros de três seguidos, o norte-americano reduziu a vantagem dos paulistas para apenas um tento (65 a 64). A partir de então só deu Franca.

Com mais tranquilidade, graças aos bons desempenhos de Basden, Lucas e Jhonatan, o time mandante não deu chances e rapidamente construiu uma boa vantagem no placar. Sem diminuir o ritmo, a equipe manteve uma alta produção ofensiva e confirmou a vitória com certa facilidade nos minutos finais para forçar a realização do quinto e decisivo jogo da série.