#JOGAJUNTO

NBB

Incansáveis

07-01-2012 | 05:33
Por Liga Nacional de Basquete

Numa partida decidida na segunda prorrogação, Tijuca consegue uma vitória importante diante do Franca, por 102 a 98

Divulgação/LNB

O  Tijuca/Rio de Janeiro conquistou uma vitória importante, nesta quinta-feira, diante do Vivo/Franca, por 102 a 98, após duas prorrogações. Com o resultado os cariocas chegaram a sua quarta vitória em 11 jogos (36,3% de aproveitamento) no NBB, campeonato organizado pela Liga Nacional de Basquete (LNB) em parceria com a Rede Globo e patrocínio Eletrobras, Caixa, Penalty e Netshoes.

O ala Lima foi o principal destaque do Tijuca, com 20 pontos, seguido do ala Diego Conceição, que anotou 18. O cestinha do jogo, no entanto, foi o armador do Franca, Helinho, que anotou 25 pontos. Outro que também se destacou foi o pivô Drudi, com um duplo-duplo de 12 pontos e 11 rebotes.

O Franca entrou na partida um pouco mais atento e liderados pela dupla Helinho e Marcio, que anotaram 14 pontos no primeiro quarto, assumiram a frente do placar, 20 a 16. O Tijuca, no entanto, contou com uma boa atuação do ala Lima, que comandou a reação da equipe carioca no segundo período, 35 a 30.

Na volta do intervalo, o time da casa voltou com tudo. Aproveitando um bom momento ofensivo, os cariocas abriram 45 a 32 no placar. Porém, os francanos acertaram a mão nos arremessos de fora e com uma bola de 3 de Helinho, com menos de dois minutos para o fim do terceiro quarto, colocou os paulistas na liderança, 51 a 50.

Apesar da boa reação do Franca, o Tijuca rapidamente recuperou a vantagem no marcador e se manteve na frente durante todo o último período. Faltando apenas 11 segundos para o fim, o ala norte-americano do Franca, Kevin Sowell, acertou uma bola de 3, que deixou a vantagem para apenas 1 ponto (72 a 71). Após o tempo pedido pelo treinador do time carioca, o pivô Coloneze recebeu falta e acertou apenas um dos dois lances livres (73 a 71). No ataque seguinte, Helinho foi para o arremesso final, sofreu toco de Coloneze na primeira tentativa, mas no rebote, ele conseguiu acertar uma bola de 2, da cabeça do garrafão, que levou o jogo para a prorrogação (73 a 73).

No tempo extra, as bolas de 3 pontos do time de Franca fizeram a diferença e o controle do marcador ficou com os paulistas durante todos os cinco minutos. Mas o Tijuca não permitiu que o adversário abrisse muito no placar e a decisão do jogo foi para os momentos finais. Com apenas 3 segundos para o final, Franca vencia por 3 pontos (89 a 86) e o pivô do Tijuca, Olívia, teve recebeu uma falta enquanto arremessava para os 3 pontos. O experiente jogador acertou os três lances livres e empatou o jogo (89 a 89). Os francanos tiveram novamente a bola decisiva na mão, mas o ala Márcio não acertou o arremesso.

Na segunda prorrogação, o Tijuca, liderado pelo armador Manteguinha, conseguiu abrir quatro pontos no placar (100 a 96), com menos de dois minutos para o final. Essa vantagem permitiu com que o time da casa tivesse mais tranquilidade para segurar a vitória.

“Passamos por momentos muito difíceis na competição, mas essa vitória nos fortalece. O time lutou até o final e conseguimos conquistar essa vitória importante”, comemorou Olívia.

Os francanos saíram do jogo bastante frustrados com a derrota, mas o capitão Helinho enfatizou que o grupo está evoluindo a cada jogo e deve seguir determinado na competição.

“O torcedor está triste, mas nós estamos muito mais. Estamos trabalhando duro e temos que continuar acreditando. Temos que levantar a cabeça e nos preparar para os próximos desafios”, afirmou Helinho.

Confira os resultados da décima segunda rodada do NBB:

07/01 (sábado)
Flamengo 81 x 89 Unitri/Universo
Itabom/Bauru 99 x 82 Pinheiros/SKY
Liga Sorocabana 74 x 103 Paulistano/Unimed
Cia. Do Terno/Romaço/Joinville 69 x 50 Araraquara
São José/Unimed/Vinac 102 x 85 Winner/Limeira
Tijuca 102 x 98 Vivo/Franca
Vila Velha/Garoto/BMG 78 x 84 Minas