#JOGAJUNTO

NBB CAIXA

o projeto queveio para ficar

18-07-2019 | 01:50
Por Liga Nacional de Basquete

Do "racha" dos amigos ao NBB CAIXA: um dos estreantes da temporada 2019/2020, Pato Basquete tem administração moderna e planos ambiciosos para o futuro

No último sábado (13/07), foram definidos os 16 times que disputarão o NBB CAIXA 2019/2020. A 12ª edição da competição contará com quatro equipes novas em relação ao último campeonato, uma delas o Pato Basquete (PR) – além da Unifacisa, São Paulo FC e Renata/Rio Claro.

Presente na Liga Ouro 2019, o Pato Basquete adquiriu os direitos associativos da LNB junto à própria entidade e teve a aprovação do Conselho Administrativo para ser confirmado no campeonato. Agora, a elite do basquete brasileiro é a realidade do time paranaense.

“É uma satisfação enorme, um orgulho que nem cabe no peito de poder disputar o maior campeonato do Brasil em tão pouco tempo de projeto. Queremos montar um time competitivo para conseguir terminar em uma boa colocação, se tudo der certo”, afirmou o presidente Marcello Pastorello.

Mas afinal, quem é o Pato Basquete? Quando surgiu esse projeto? Quem fará parte da equipe na próxima temporada? Para responder melhor todas essas questões, resolvemos contar um pouco mais sobre a história do representante paranaense do próximo NBB CAIXA.

Do bate bola entre amigos ao NBB CAIXA

O início do Pato Basquete aconteceu de uma maneira bem popular: o famoso “racha” entre amigos. Um grupo de apaixonados pelo basquete se reunia constantemente para praticar o esporte que tanto gostavam. Entre eles estava o atual presidente da equipe, Marcello Pastorello.

Com o passar do tempo, o simples bate bola foi se tornando algo mais desenvolvido. A criação da ABAP (Associação Basquete Arte de Pato Branco), há mais de 15 anos, ajudou ainda mais na popularização do basquete na região e na organização dos “rachas”.

Marcelo Pastorello (centro) e alguns de seus parceiros da ABAP (Reprodução/ABAP)

“Pato Branco sempre teve tradição no basquete, mas só no Paraná. O time era amador, disputava apenas os campeonatos regionais e algumas categorias menores. Sempre joguei com meus parceiros, depois fomos montando mais turmas de bate bola, até chegar ao Master”, afirmou Marcello Pastorello.

O sonho de ter um projeto mais amplo na cidade, com escolinhas de base e um time profissional de alto nível, já existia há bastante tempo. Até que, com o passar dos anos, esse sonho foi ganhando vida até, enfim, sair do papel no início de 2018.

“Sonhamos há muito tempo em ter um projeto profissional. Com o passar do tempo e com nosso grupo chegando a um momento de vida propício, já resolvidos financeiramente e profissionalmente, vimos que era o momento de dar um retorno à sociedade e ao esporte que sempre curtimos. Isso foi no final de 2017 e no começo de 2018, em que a gente resolveu finalmente empreender com o projeto que a gente sonhava”, revelou o dirigente.

Logo após a fundação, Pato Basquete terminou o Estadual na segunda colocação e disputou a Liga Ouro 2019 (Reprodução)

A princípio o Pato Basquete disputou o Campeonato Paranaense, terminando a competição na segunda colocação – perdendo nas Finais para o Ponta Grossa. Depois, outro passo importante foi dado com a entrada na Liga Ouro 2019, em que finalizaram na sétima colocação.

Inspiração no futsal e administração moderna

Localizada no sudoeste do Estado do Paraná, a cidade de Pato Branco conta com população de aproximadamente 81.893 pessoas – a capital Curitiba, para se ter ideia, tem cerca de 1,2 milhões de habitantes. Além disso, a cidade possui o quarto melhor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Paraná e está entre os municípios mais desenvolvidos do Brasil (19º).

Uma das principais inspirações para a criação do time de basquete vem de dentro da própria cidade: a equipe de futsal de Pato Branco. A soma de uma administração séria mais os grandes resultados recentes incentivaram ainda mais o surgimento do Pato Basquete.

“O futsal daqui é muito tradicional, sempre disputou os Jogos do Sul e do Paraná, e começou a disputar a Liga Nacional recentemente. Tiveram até a participação de alguns diretores que estão também no basquete, que foram para o Conselho da equipe e conseguiram turbinar o projeto. Ano passado eles foram campeões da Liga Nacional de Futsal, da Taça Brasil e do Estadual, o que nos incentivou muito. Deu para entender que seria possível fazer isso no basquete, desde que tivesse uma Diretoria Executiva e um Conselho bem fortes”, afirmou Marcello Pastorello.

Time de Futsal de Pato Branco venceu a Liga Nacional em 2018 e inspirou a criação da equipe de basquete (Reprodução)

A administração do Pato Basquete vem acontecendo de uma maneira moderna. Com mais de 50 profissionais envolvidos diretamente no projeto, o clube busca receitas de diversas formas, passando por patrocinadores, programa de sócio-torcedor e projetos públicos, como um clube-empresa.

“Somos um grupo de empresários, temos vários patrocinadores, não dependemos de um só. Estamos com o programa de sócio-torcedor, que está buscando chegar no sócio 1.000. Atualmente temos 600, mas agora com o NBB esperamos alcançar essa marca milenar. Temos várias empresas amigas também, que não conseguem ajudar como patrocinadoras, mas colaboram conosco. Além de buscar receita em diversos projetos públicos, como a Lei do Incentivo, que teremos no próximo ano. Enfim, estamos administrando como um clube-empresa”, completou o dirigente.

Experiência de uma “Mini NBA” para os torcedores

Um diferencial que vem sendo trabalhado no Pato Basquete é o extra-quadra, principalmente em dias de jogo. A equipe paranaense já utilizou essa estratégia durante a Liga Ouro e o resultado foi positivo, com o Ginásio do Sesi, casa da equipe, lotado na maioria das partidas.

“Trabalhamos muito o extra-quadra com ações de marketing e entretenimento, tentando trazer um pouco de espetáculo além do esporte. Já levamos o DJ Japa (do Paulistano e atração do Jogo das Estrelas), bate-bate, adesivamos quadra, colocamos cheerleaders, mais entretenimento nos intervalos. Enfim, criamos toda uma atmosfera para que o público gostasse muito, o que vem dando certo. Mesmo com os resultados que não foram tão bons, o público se apaixonou, lotou nosso ginásio todos os jogos”, afirmou Marcelo.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Se liga no recado do DJ Japa, você não vai ficar de fora da torcida né?! Informações: Data: 09/03 (Sábado) Horário: 19:30 Local: R. Xingu, 833 – Amadori, Pato Branco – PR Pontos de venda: ✅ Posto São Braz: Av. Tupi, 1173 – Centro, Pato Branco – PR – (46) 3225-1695 ✅ Posto Rota 66: R. Tamôio, 765 – Centro, Pato Branco – PR – (46) 3225-4343 ✅ Auto Mecânica Missio: R. Tocantins, 1394 – Baixada, Pato Branco – PR – (46) 3225-5184 ✅ Cobra 12 Horas Informática: Rua Tocantins, 1772 – Baixada Industrial, Pato Branco – PR – (46) 3224-1361 ✅ Farmácia Sudoeste: R. Pedro Ramires de Mello, 299 – Centro, Pato Branco – PR – (46) 3224-3837 Valores: 🎟 R$ 20,00 Inteira 🎟 R$ 10,00 Meia (somente na bilheteria do ginásio SESI) 🧒 Crianças até 12 Anos não paga; * Lembrando que Sócio Torcedor Pato Basquete tem entrada gratuita a todos os jogos em casa! #voapatobasquete 🏀💪

Uma publicação compartilhada por Pato Basquete (@patobasquete) em

Para o NBB CAIXA 2019/2020, o investimento será ainda maior nesse quesito. A expectativa é de ampliar o entretenimento para os torcedores da equipe, com o objetivo de fazer uma “Mini NBA” dentro e fora de quadra na cidade.

“Estamos preparando coisas bem legais para esse ano. Queremos fazer uma ‘Mini NBA’ em Pato Branco, com tudo que tem direito, telão no meio do ginásio, que é um investimento alto, ampliar as arquibancadas, fazer ‘Fan Fest’, praça de alimentação. Estamos preparando uma festa para cada jogo. O extra-quadra nos ajuda muito e é uma das principais forças do nosso projeto”, completou o presidente do Pato.

“Queremos ajudar no máximo fora de quadra, para deixar o Dedé e a equipe focados apenas no rendimento em quadra”, finalizou Marcelo Pastorello.

O novo comandante

Quem comandará o time nessa nova etapa do projeto é o treinador Dedé Barbosa. Eleito o Melhor Técnico do NBB CAIXA 2014/2015, à frente do Limeira, Dedé ainda passou por Rio Claro e Vasco da Gama antes de aceitar o cargo na equipe paranaense.

“Passei três dias em Pato Branco antes de fechar. O que mais me impressionou aqui foram as pessoas, tem muita gente engajada com o projeto, desde empresários até médicos querendo que dê certo. São muitas pessoas sérias por trás desse time que veio para ficar no NBB”, afirmou Dedé Barbosa.

 

Ver essa foto no Instagram

 

🔥🔥Contratado🔥🔥 O Basquete vem surpreendendo nas contratações para a temporada 2019/2020 e à frente dessa missão aparece a figura importante do técnico Dedé Barbosa, que chegou ao Pato Basquete com muito entusiasmo e confiança. Dedé tem vasta experiência na modalidade, como jogador já atuou em várias equipes de ponta, como o Flamengo, Corinthians, Mogi e a equipe Telemar que foi campeão brasileiro em 2005/2006, também atuou na seleção brasileira. Como técnico dirigiu equipes como Winner/Limeira, classificada para o Sul-Americano, Rio Claro e Vasco da Gama. Além da formação como técnico de basquete (ENTB), Dedé Barbosa fez diversas clínicas, como a “Mastermind Coaching” da EUROLEAGUE BASKBALL, com Ettore Messina, Zelijko Obradovic, Aldo Garcia e Xavier Pascual, também participou da USA Trip 2015, no San Antonio Spurs, com o lendário Gregg Popovich e Etorre Messina. Atualmente está participando da 2019 EUROLEAGUE Coach Clinic. O coach chega à Pato Branco com um novo desafio, fazer o Pato Basquete decolar e buscar uma excelente representação em Campeonato Nacional que inicia no segundo semestre de 2019. Dedé seja bem vindo à nossa cidade e ao time! #VoaPatoBasquete💪🏻🏀

Uma publicação compartilhada por Pato Basquete (@patobasquete) em

 Quem também estará presente na condução do time é Daniel Lazier, treinador do Joinville no último NBB CAIXA, e que fará parte da comissão técnica da equipe. Dedé ressaltou a importância dos profissionais que atuam ao redor do treinador e que merecem mais valor.

“A gente aprende na vida que ninguém faz nada sozinho. Sempre tive muita sorte em ter uma equipe boa por trás, desde Limeira, em que tive muita ajuda do Jece, que hoje faz parte da comissão do Botafogo e tem muito mérito no grande trabalho do Léo Figueiró. Agora tenho a chance de trabalhar com o Daniel Lazier. Tenho uma empatia muito grande por ele e tenho certeza que vai dar certo”, disse o novo treinador do Pato.

O elenco da equipe está sendo montado com muito cuidado. Por ser uma equipe estreante no NBB CAIXA, Dedé Barbosa quis mesclar a experiência de alguns jogadores na competição com a juventude e potencial físico de algumas promessas do basquete brasileiro.

+Vai e Vem: veja as transferências oficiais do mercado do NBB CAIXA

“A montagem do nosso elenco está sendo muito bem pensada, mesclando experiência e juventude. O jogo hoje em dia está muito físico, com uma intensidade além do normal. Precisamos ter jogadores que já atuaram no NBB, que saibam lidar com essa pressão, e também jovens promessas, que possuem potencial de crescer bastante e com um físico bom. Foi tudo pensado e dentro do orçamento que tivemos para esse primeiro ano”, avaliou Dedé.

O grande líder do Pato será o armador Gegê Chaia. Pentacampeão do NBB CAIXA e líder de assistências das duas últimas edições, o jogador de 28 anos chega ao time paranaense para um novo desafio em sua carreira. Para Dedé, essa é uma grande oportunidade para o armador evoluir ainda mais seu jogo.

“O Gegê é o capitão da equipe, um líder nato, sabe muito bem o que quer e o que precisa fazer para a equipe competir no mais alto nível. Mas o principal desafio é ele conseguir melhorar as características dele, acredito que ele possa crescer muito como jogador. É um menino que quer crescer, tem uma mentalidade diferente e agregará muito valor para a equipe”, finalizou o comandante.

Multicampeão,  Gegê se mostrou muito contente em fazer parte desse novo projeto e afirmou ser o maior desafio de sua carreira até aqui.

“Estou muito feliz com essa oportunidade. É, sem dúvidas, o maior desafio da minha carreira. É muito bom poder fazer parte desde o começo, é um projeto sério, ambicioso, que quando foi apresentado pra mim passou muita segurança e credibilidade. Tenho certeza de que a cidade vai abraçar o time, como faz com outras modalidades, e espero que a gente consiga fazer o projeto crescer e alcançar os objetivos. Vou me entregar ao máximo, como sempre fiz e tentar também passar um pouco da minha experiência para o grupo”, afirmou Gegê.

O elenco

Armadores:

Gegê (ex-Minas)
Murilo Cunha (ex-Cravinhos)
Ronald Ramon* (ex-Flamengo)

Alas:

Derick Machado
Paulo Scheuer (ex-Palmeiras e Bahia Basket-ARG)
Paulo Lourenço (ex-Basquete Cearense)
Gustavo Basílio (ex-Bauru)

Pivôs:

André Coimbra (ex-São José)
Leandro Cruz
Anderson Rodrigues (ex-São Paulo)
Rafael Bibiano

*se juntará à equipe após a Copa do Mundo da China 2019

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com os patrocínios oficiais da CAIXA, Budweiser, INFRAERO, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL, Açúcar Guarani e Pátria Amada Brasil – Governo Federal.