#JOGAJUNTO

NBB

Ressurgindo

15-12-2011 | 06:34
Por Liga Nacional de Basquete

Em casa, Tijuca supera o Vila Velha, volta a vencer após três partidas e reaparece na zona de classificação para os playoffs

Divulgação/LNB

O Tijuca/Rio de Janeiro conquistou a terceira vitória na temporada ao bater, em casa, o Vila Velha/Garoto/BMG, por 76 a 64. Com um último quarto arrasador (24 a 4), os cariocas garantiram o resultado positivo após três jogos sem vencer e reapareceram na zona de classificação para o playoffs.

O ala Diego Conceição foi o grande nome da partida. Com 25 pontos – 14 só no último período -, ele foi o cestinha da partida. Seu companheiro de equipe, o ala Marcellus anotou 15 pontos. Pelo time capixaba, Matheus Dalla foi o destaque, com 16 pontos. O NBB é um campeonato organizado pela Liga Nacional de Basquete (LNB) em parceria com a Rede Globo e patrocínio Eletrobras, Caixa, Penalty e Netshoes.

Os tijucanos começaram sendo surpreendidos pela equipe capixaba, que contava com a estréia do pivô Manuil. Com bom aproveitamento nas bolas de longa distância, a equipe do Espírito Santo abriu dez pontos de vantagem no final do primeiro período, 24 a 14.

A partir do segundo quarto o time carioca conseguiu equilibrar as ações e não permitiu que o adversário abrisse maior vantagem. Com boa participação do pivô Rodrigo Bahia no jogo interno, o time da casa diminuiu a diferença, indo para o intervalo seis pontos atrás, 39 a 33.

O terceiro quarto foi novamente de equilíbrio, mas os capixabas seguiam na frente graças as bolas de 3 pontos. Àquela altura, o time do técnico Márcios Azevedo havia acertado 11 de 21 arremessos de longa distância, um aproveitamento de 52%, enquanto o rival ainda não havia convertido nenhum em nove tentativas.

O jogo acabou sendo decidido somente no último quarto. Sete pontos atrás, o Tijuca aplicou uma forte defesa no adversário e passou a contar com a mão calibrada de Diego e Marcellus no ataque. Juntos, os dois anotaram 21 dos 24 pontos da equipe no último quarto, contra apenas quatro do rival.

“Iniciamos mal a partida defensivamente, porque não tínhamos muitas informações sobre eles, e acabamos surpreendidos. O aproveitamento de 3 deles foi muito alto e isso durou até a metade do terceiro quarto, quando conseguimos subir a marcação”, analisou o técnico Miguel Palmier. “Essa vitória dá uma tranqüilidade para passarmos o Natal e voltarmos focados em nosso objetivo, que é chegar aos playoffs”, completou.

Na prorrogação

Também na luta por um lugar na zona dos playoffs, o Vivo/Franca conseguiu a segunda vitória consecutiva ao superar o Cia. do Terno/Romaço/Joinville. Depois de empatar no tempo normal em 72 a 72, os francanos levaram a melhor na prorrogação, fechando a partida em 91 a 87. A equipe chegou a sua terceira vitória em nove jogos disputados e igualou o aproveitamento de Tijuca e Minas, que aparecem logo a frente na tabela.

Pelo time paulista, Ricardo Probst, Kevin Sowell e Eddie Basden foram os destaques, com 15 pontos cada. Pelo time catarinense, Audrei foi o cestinha da partida, com 22 pontos. A equipe joinvillense estreou o armador ganês Kojo Mensah, que saiu de quadra com 19 pontos em pouco mais de 30 minutos jogados.

Confira os resultados da nona rodada do NBB:

15/12 (quinta-feira)
Pinheiros/SKY 70 x 68 Uniceub/BRB/Brasília
Tijuca/Rio de Janeiro 76 x 64 Vila Velha/Garoto/BMG
Paulistano/Unimed 88 x 83 Minas
Unitri/Universo 97 x 94 São José/Unimed/Vinac
Araraquara 72 x 78 Liga Sorocabana
Winner/Limeira 69 x 75 Itabom/Bauru
Vivo/Franca 91 x 87 Cia. Do Terno/Romaço/Joinville