#JOGAJUNTO

NBB

Vitória de respeito

04-10-2012 | 09:26
Por Liga Nacional de Basquete

Novo time do Flamengo começa a dar resultado e vence tricampeão Brasília em amistoso de pré-temporada disputado no Rio de Janeiro

Para Marcelinho, o Flamengo está ganhando consistência de jogo (Fernando Azevedo/Divulgação)

O novo Flamengo já deu uma pequena mostra do que pode fazer na temporada 2012/2013 do NBB. O rubro-negro venceu o amistoso disputado contra seu histórico rival Uniceub/BRB/Brasília por 91 a 83, no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (03/10). O pivô Olivinha, uma das diversas contratações dos cariocas, foi o cestinha do confronto, com 21 pontos.

A equipe comandada pelo técnico José Neto impôs seu ritmo de jogo, liderando o placar da partida desde o início. Ainda assim, o treinador apontou pequenos erros a serem corrigidos durante a pré-temporada. “Acho que a equipe teve uma boa atitude, ainda mais que jogamos contra um adversário forte. Ainda temos de melhorar algumas coisas. No primeiro tempo, por exemplo, acho que cometemos falhas na defesa. O principal é que os jogadores também estão vendo isso e estão se esforçando para melhorar”, avaliou.

Para o ala e capitão Marcelinho, a vitória foi importante para a continuidade do trabalho de entrosamento da nova equipe rubro-negra. “Não só pela rivalidade, como também para ganhar consistência de jogo. Ainda estamos ganhando conjunto e nos conhecendo melhor em quadra”, comentou o jogador, que marcou 17 pontos.

Marquinhos (Fernando Azevedo/Divulgação)

Já no lado do Brasília, os atuais tricampeões do NBB encararam a derrota como um começo normal de pré-temporada, ainda mais pelo fato de o ala/armador Alex e o ala Danilo Pinnock, recém-chegado ao grupo do Distrito Federal, não terem atuado no amistoso. Também foi a primeira partida do ala/pivô Guilherme Giovannoni desde as Olimpíadas de Londres, em que esteve com a Seleção Brasileira.

“Foi um excelente teste, é claro que ainda senti a falta do ritmo de jogo ideal, mas foi importante para vermos como a equipe está, depois de um período de trabalho e alguns amistosos durante a pré-temporada”, disse Giovannoni, autor de 19 pontos.

“Enfrentamos uma equipe forte e de muita qualidade e creio que estivemos bem em quadra, subindo mais um degrau em nossa preparação. Jogamos sem dois jogadores importantes e, mesmo assim, conseguimos manter um bom ritmo”, concluiu o ala brasiliense Arthur, responsável por 18 pontos dos tricampeões no amistoso disputado no Rio de Janeiro.