#JOGAJUNTO

NBB

Yago, o King OfThe Finals

28-05-2021 | 01:06
Por Liga Nacional de Basquete

Jovem armador foi decisivo nos três jogos da série final contra o São Paulo e fundamental no heptacampeonato do Flamengo

Oferecido pela Budweiser, o prêmio de King Of The Finals do NBB 2020/2021 não poderia ser de outro atleta: o armador Yago Mateus, do Flamengo. Com atuações consistentes nos três jogos na série vencida sobre o São Paulo, o ‘Monstrinho’ se tornou o MVP mais jovem da história das Finais do NBB, aos 22 anos de idade.

Agora, Yago coloca mais um troféu do NBB em sua prateleira pessoal, com conquistas em 2017/2018, ainda pelo Paulistano, e agora na temporada 2020/2021, logo em sua primeira temporada no time rubro-negro. Além do título nacional, Yago também colaborou para a temporada ‘perfeita’ do Flamengo, com as conquistas da Copa Super 8 e da Basketball Champions League Américas.

+ Estatísticas, vídeos e matéria completa do Jogo 3 das Finais

“Eu jogo para vencer, não importa se é no meu prédio, se é na praia ou em qualquer lugar. Vestir essa camisa é um sonho para mim, e realizar um sonho desse jeito que nós realizamos vai ficar na memória de muitos torcedores e pessoas que acompanham o basquete. Só tenho a comemorar, foi uma temporada perfeita”, disse o armador.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by NBB (@nbb)

Na série final, o jogador anotou números dignos de ‘gente grande’, mesmo com a pouca idade. Para se ter ideia, ao longo das três partidas, Yago computou médias de 17,0 pontos, 7,3 assistências, 2,7 rebotes e 19,6 de eficiência, matando no peito a responsabilidade da armação do Flamengo na série.

O protagonismo na final, jogando como titular, foi também uma resposta para uma cobrança que o jovem armador fazia a si mesmo, de evoluir cada vez mais para ocupar o espaço que antes pertencia ao armador argentino Franco Balbi.

MVP das Finais, Yago foi peça chave do Flamengo na temporada, especialmente após a lesão de Franco Balbi (Fotojump/LNB)

O que ninguém esperava era a lesão de Balbi ainda no meio da temporada, que abriu caminho para a titularidade da jovem estrela brasileira, agarrada com unhas e dentes.

“Não imaginava que seria assim, mas eu sabia que teria que estar preparado para tudo que poderia acontecer. Jogar no Flamengo não é fácil. Você chegar e ter o Franco (Balbi) para defender, marcar todos os dias é complicado. Não é todo mundo que faria o que eu fiz, de sair do clube onde eu jogava 30 minutos e vir aqui disputar vaga com um dos melhores armadores do Brasil. Então, é desgastante, mas também foi motivador”, afirmou o armador, que completou:

“Coloquei na minha cabeça que todo dia eu seria melhor, que iria aprender com ele, tentar superá-lo de alguma forma  . Isso me fez muito bem, me ajudou muito. Com ausência dele, acabei me preparando cada vez mais e as coisas aconteceram da melhor forma possível”, finalizou.

+ Temporada histórica: Flamengo é “campeão de tudo” com recorde de vitórias e feitos inéditos

O NBB é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), com chancela da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) e em parceria com a NBA e o CBC, e conta com os patrocínios oficiais da Budweiser, Nike, Penalty, Plastubos, EY, BetMotion, KitchenAid, Moss, IMG Arena e Genius Sports.